INTERNACIONAL

DIESELGATE: MERCEDES-BENZ CONDENADA A PAGAR UMA MULTA DE 870 MILHÕES

O construtor automóvel alemão Daimler tem de pagar 870 milhões de euros de multa por colocar no mercado veículos diesel que não respeitavam as normas legais sobre emissões poluentes, anunciou hoje o Ministério Público de Estugarda.

A decisão encerra o procedimento aberto contra a Daimler, uma vez que a empresa assegurou após conhecer a multa que não vai contestar a sanção, evitando um processo judicial.

As autoridades consideram que as incongruências entre as emissões poluentes reais de alguns modelos diesel do fabricante e os níveis que a Daimler tinha consignado constituem um “incumprimento negligente da obrigação de supervisão por parte da administração”.

A Daimler já indicou que a sanção financeira não terá impacto nas suas contas do terceiro trimestre.

O fabricante de Mercedes-Benz anunciou em julho uma perda trimestral de 1,2 milhões de euros, devido a provisões no quadro do “dieselgate”, o primeiro prejuízo trimestral do grupo em 10 anos.

VEJA AINDA:

FOOTBALL LEAKS: MP OPÔS-SE À LIBERTAÇÃO DE RUI PINTO JUSTIFICADA PELA ‘COLABORAÇÃO’

Lusa

FOOTBALL LEAKS: RUI PINTO LIBERTADO COM APRESENTAÇÕES SEMANAIS À PJ

Lusa

MIRANDELA: SUSPEITO DE INCÊNDIO FICA COM A MEDIDA DE COAÇÃO MAIS LEVE

Lusa

ESTRADAS: APÓS CONFINAMENTO HÁ MENOS ACIDENTES E MAIS VÍTIMAS MORTAIS

Lusa

MEALHADA: JUSTIÇA ACUSA PRESIDENTE E TRÊS VEREADORES DE PREVARICAÇÃO E ABUSO

Lusa

VILA REAL: JUDICIÁRIA DETEVE SUSPEITO DE ATEAR TRÊS INCÊNDIOS FLORESTAIS

Lusa