Ligue-se a nós

DESPORTO

EURO2020: FERNANDO SANTOS RECUSA ‘MÁQUINA DE CALCULAR’ E LEMBRA QUE HUNGRIA ESTÁ NA LUTA

Fernando Santos reforçou hoje que a seleção portuguesa de futebol depende de si própria para se apurar para os oitavos de final do Euro2020 e recusou “fazer contas” antes do derradeiro jogo do Grupo F, com a França.

Online há

em

blank

Fernando Santos reforçou hoje que a seleção portuguesa de futebol depende de si própria para se apurar para os oitavos de final do Euro2020 e recusou “fazer contas” antes do derradeiro jogo do Grupo F, com a França.

“Esquecer a Hungria é esquecer com quem jogaram no último jogo. Foi contra a França, campeã do mundo, e terminou 1-1. Toda a gente dizia que a Hungria iria acabar ali, mas agora já conta para o apuramento”, afirmou o selecionador nacional, em conferência de imprensa, no Estádio Illovsky Rudolf, em Budapeste.

O técnico, que fazia a antevisão da partida com a França, da terceira jornada do Grupo F, na quarta-feira, recusou liminarmente que alguém na equipa lusa esteja a “fazer contas”, apesar da variabilidade de resultados que permitirão o apuramento para os ‘oitavos’, inclusive uma derrota por dois golos diferença e desde que a Hungria não vença a Alemanha.

“Não podemos fazer contas e os meus jogadores sabem disso. Dependemos de nós, mas já sabíamos isso antes desses resultados [de outros grupos, na segunda-feira]. Sabendo isso, agora, é fazermos o nosso trabalho, colocando em campo a nossa capacidade, vontade, entrega e solidariedade. Dependemos de nós e isso é importante”, referiu.

Com a derrota com a Alemanha (4-2), na segunda ronda, Portugal caiu para o terceiro lugar do Grupo F, com três pontos, os mesmos dos germânicos, segundos, e a um dos franceses, líderes, que empataram 1-1 com a Hungria, quarta, com um.

Face à situação, Fernando Santos referiu que os jogadores têm “noção da responsabilidade”, mas assegurou que, no dia seguinte ao desaire em Munique, “a equipa já estava a reagir e em curva ascendente”.

“Temos jogadores muito experientes, que jogam em equipas de topo, estão habituados a jogar ao domingo e à quarta-feira, e a reagir quando há uma derrota. Outras seleções terão maior dificuldade em reagir em situações destas, porque não têm jogadores que jogam ao domingo e à quarta”, observou.

Após o encontro de Munique, Fernando Santos admitiu que Portugal foi uma equipa pouco agressiva e que, por isso, teve maiores dificuldades em controlar os ataques germânicos. Contudo, questionado sobre essa afirmação, salientou que a agressividade individual e coletiva não se adquire nos treinos.

“Não é uma coisa que se faça num treino. Só se fizermos um combate de boxe ou um treino com os rangers. A agressividade tem de ser dentro de campo. Fizemos uma introspeção do que poderíamos ter feito melhor e todos chegámos à conclusão de que a matriz de Portugal não esteve presente no jogo com a Alemanha”, disse.

Portugal e França jogam na quarta-feira, a partir das 20:00 (hora de Lisboa), na Puskas Arena, em Budapeste, num encontro que será dirigido pelo espanhol Antonio Mateu Lahoz.

A Alemanha recebe a Hungria, em Munique, também às 20:00.

O Euro2020, que foi adiado para 2021 devido à pandemia de covid-19, decorre até 11 de julho, em 11 cidades de 11 países.

DESPORTO

SÉRGIO CONCEIÇÃO ISOLA-SE COMO TREINADOR MAIS TITULADO PELO FC PORTO

No Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, os golos do canadiano Stephen Eustáquio (10 minutos) e do espanhol Iván Marcano (86) sentenciaram a final da 16.ª edição da prova mais jovem do futebol profissional português, que os ‘azuis e brancos’ nunca tinham vencido, após já terem perdido em 2009/10, 2012/13, 2018/19 e 2019/20.

Online há

em

blank

No Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, os golos do canadiano Stephen Eustáquio (10 minutos) e do espanhol Iván Marcano (86) sentenciaram a final da 16.ª edição da prova mais jovem do futebol profissional português, que os ‘azuis e brancos’ nunca tinham vencido, após já terem perdido em 2009/10, 2012/13, 2018/19 e 2019/20.

Os últimos dois desaires tinham acontecido sob orientação de Sérgio Conceição, que, à quinta participação na ‘final four’ da Taça da Liga, completou o seu palmarés individual e do FC Porto – vencedor de 30 edições da I Liga, 18 Taças de Portugal, 23 Supertaças Cândido de Oliveira e quatro do extinto Campeonato de Portugal – nas provas nacionais.

O antigo avançado internacional português, de 48 anos, festejou três campeonatos, uma Taça de Portugal e uma Supertaça Cândido de Oliveira nas duas fases em que alinhou pelos ‘azuis e brancos’ (1996-1998 e 2004), mas tem quebrado recordes como treinador.

Designado em junho de 2017 como sucessor de Nuno Espírito Santo, Sérgio Conceição precisou de cinco épocas e meia para ultrapassar Artur Jorge no trono dos técnicos mais titulados de sempre do FC Porto, num mês em que se isolou igualmente na liderança do somatório de vitórias pelos campeões nacionais, deixando para trás José Maria Pedroto.

Antes de o clube nortenho se tornar o sexto a erguer a Taça da Liga, o conimbricense já tinha contribuído na conquista de três campeonatos (2017/18, 2019/20 e 2021/22), duas Taças de Portugal (2019/20 e 2021/22) e três Supertaças (2018, 2020 e 2022), detendo agora pela primeira vez na carreira os quatro principais cetros nacionais em simultâneo.

O FC Porto iniciou a época a bater o Tondela, recém-despromovido à II Liga, por 3-0, na Supertaça Cândido de Oliveira, com Sérgio Conceição a igualar em Aveiro a fasquia de Artur Jorge, cujas passagens pelos ‘azuis e brancos’ (1984-1987 e 1989-1991) renderam três campeonatos (1984/85, 1985/86 e 1989/90), uma Taça de Portugal (1990/91), três Supertaças (1984, 1986 e 1990) e a primeira Taça dos Campeões Europeus (1986/87).

O pódio de técnicos mais titulados culmina com Jesualdo Ferreira, José Maria Pedroto, José Mourinho e o croata Tomislav Ivić, cada um com seis troféus, seguindo-se o inglês Bobby Robson e o antigo selecionador português Fernando Santos, ambos com cinco.

Já a ultrapassagem a José Maria Pedroto no capítulo das vitórias confirmou-se em 11 de janeiro, quando assinalou o seu 300.º confronto à frente do clube com o 216.º triunfo em todas as competições, na receção ao Arouca, por 4-0, dos ‘oitavos’ da Taça de Portugal.

Sérgio Conceição está a 18 duelos de distância de partilhar igualmente com o malogrado ‘mestre’, que já considerou ser a sua referência, o trono de treinador com mais partidas à frente do FC Porto, quando restam, pelo menos, mais 21 jogos por cumprir em 2022/23.

Esse percurso começou oficialmente em 09 de agosto de 2017, ao estrear-se na edição 2017/18 da I Liga com uma goleada caseira ante o Estoril Praia, por 4-0, com dois golos do maliano Moussa Marega, um do argelino Yacine Brahimi e outro do espanhol Iván Marcano, numa campanha em que os ‘dragões’ negariam um inédito ‘penta’ do Benfica.

As épocas seguintes juntaram duas ‘dobradinhas’ às nove do FC Porto – duas abaixo das ‘águias’ e três acima do Sporting -, sendo que as sucessivas conquistas de campeonato, Taça de Portugal e Supertaça de maio a julho de 2022 deram o sétimo ‘triplete’ ao clube.

Em 2022/23, os nortenhos priorizam uma inaudita revalidação do cetro da I Liga na ‘era’ Sérgio Conceição, que permitiria ao ex-jogador isolar-se como único treinador a vencer quatro campeonatos pelo FC Porto, à frente dos três de Artur Jorge e Jesualdo Ferreira.

O atraso de oito pontos face ao líder Benfica, que tem mais um desafio, reduz a margem de erro do FC Porto à entrada para a segunda volta, uma época depois de ter fixado os recordes de pontos numa edição da prova (91) e de mais rondas seguidas invictas (58).

Sérgio Conceição também comanda outras marcas do clube na Liga dos Campeões, tais como as de mais pontos numa fase de grupos (16 em 18 possíveis, em 2018/19) – a par de António Oliveira (1996/97) -, vitórias (20) e jogos (40), tendo sido eliminado por duas vezes nos ‘quartos’ ante os futuros campeões Liverpool (2018/19) e Chelsea (2020/21).

O antigo treinador de Olhanense, Académica, Sporting de Braga, Vitória de Guimarães e dos franceses do Nantes está vinculado ao FC Porto até 2024 e é o primeiro no ‘reinado’ presidencial de Jorge Nuno Pinto da Costa a cumprir mais de quatro épocas seguidas no banco do clube do seu coração, pelo qual já atuou em 393 jogos como atleta ou técnico.

LER MAIS

DESPORTO

FC PORTO VENCE SPORTING E CONQUISTA TAÇA DA LIGA PELA PRIMEIRA VEZ (VÍDEO)

O FC Porto conquistou hoje pela primeira vez a Taça da Liga de futebol, depois de bater o Sporting por 2-0 na final da competição, em jogo disputado no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria.

Online há

em

blank

O FC Porto conquistou hoje pela primeira vez a Taça da Liga de futebol, depois de bater o Sporting por 2-0 na final da competição, em jogo disputado no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria.

O médio internacional canadiano Stephen Eustáquio, logo aos 10 minutos, inaugurou o marcador e o central espanhol Marcano, aos 86, ampliou a vantagem do FC Porto, numa altura em que os ‘leões’ já alinhavam reduzidos a 10 jogadores devido a expulsão do avançado Paulinho, aos 72.

Os ‘dragões’ conseguem, assim, conquistar o troféu pela primeira vez, na quinta final que disputaram, enquanto o Sporting, que tinha vencido as duas edições anteriores, continua com um total de quatro troféus, em sete finais jogadas.

Fonte: Vídeo Sport TV

LER MAIS

DESPORTO

BENFICA VENCE PAÇOS DE FERREIRA EM JOGO ANTECIPADO DA JORNADA 20 (VÍDEO)

O Benfica venceu hoje na vista ao Paços de Ferreira por 2-0, em jogo antecipado da 20.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e aumentou a vantagem na liderança do campeonato.

Online há

em

blank

O Benfica venceu hoje na vista ao Paços de Ferreira por 2-0, em jogo antecipado da 20.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e aumentou a vantagem na liderança do campeonato.

Em Paços de Ferreira, os ‘encarnados’ adiantaram-se no marcador com um golo do espanhol Grimaldo, logo aos sete minutos, e ampliaram vantagem por intermédio de João Mário, aos 11, fixando o resultado final.

Com este triunfo, o Benfica lidera a I Liga com 47 pontos, mais sete do que o Sporting de Braga e mais oito do que o FC Porto, equipas que têm menos um jogo, enquanto o Paços de Ferreira continua em último, com apenas seis pontos.

Fonte: Vídeo Sport TV

LER MAIS

DESPORTO

JOÃO PINHEIRO VAI ARBITRAR FINAL DA TAÇA DA LIGA ENTRE SPORTING E FC PORTO

O árbitro João Pinheiro vai dirigir pela sétima vez um jogo entre Sporting e FC Porto, no sábado, na final da Taça da Liga, a segunda da sua carreira, revelou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Online há

em

blank

O árbitro João Pinheiro vai dirigir pela sétima vez um jogo entre Sporting e FC Porto, no sábado, na final da Taça da Liga, a segunda da sua carreira, revelou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O árbitro da associação de Braga, de 35 anos e internacional desde 2016, vai ter como assistentes no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, Rui Cidade e Nélson Pereira, o quarto árbitro vai ser Cláudio Pereira, enquanto no videoárbitro (VAR) vai estar Tiago Martins, coadjuvado por Fábio Melo e João Bessa Silva.

O clássico entre Sporting, quatro vezes vencedor da Taça da Liga, incluíndo as duas últimas, e FC Porto, que procura o primeiro título na prova na sua quinta final, está marcado para sábado, às 19:45, em Leiria.

Os ‘leões’ chegaram à sua sétima final ao vencerem o Arouca, por 2-1, na terça-feira, um dia antes de os ‘dragões’ baterem o Académico de Viseu, por 3-0, na segunda meia-final da 16.ª edição da competição.

LER MAIS

JORNAL ONLINE

blank

DESPORTO DIRETO

MUSICBOX

EMISSÃO NACIONAL





EMISSÃO REGIONAL










WEBRÁDIOS TEMÁTICAS MUSICAIS










LINHA CANCRO

PAGAMENTO PONTUAL

KEYWORDS

MAIS LIDAS