Ligue-se a nós

INTERNACIONAL

FAKE NEWS: A DESINFORMAÇÃO É A DOENÇA DO SÉCULO – COMISSÃO EUROPEIA

A Comissão Europeia considerou hoje que «a desinformação é a doença do século», frisando que os esforços das plataformas digitais «nunca serão suficientes» para combater a propagação de notícias falsas na internet, e ameaçou criar regras mais apertadas.

Online há

em

A Comissão Europeia considerou hoje que «a desinformação é a doença do século», frisando que os esforços das plataformas digitais «nunca serão suficientes» para combater a propagação de notícias falsas na internet, e ameaçou criar regras mais apertadas.

“No que toca à desinformação, nunca vamos fazer o suficiente, esta é a doença do século”, afirmou o comissário europeu do Mercado Interno, Thierry Breton.

Falando um debate ‘online’ promovido pelo grupo de reflexão belga Centro de Regulação na Europa e no qual participou também o presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, o comissário europeu frisou que o combate às ‘fake news’ é, para Bruxelas, “extremamente importante para a democracia”, nomeadamente em altura de pandemia de covid-19, que já provocou um aumento na propagação deste tipo de conteúdos.

“Temos cinco ou seis comissários a trabalhar nesta área e […] se as medidas em vigor não tiverem efeito, teremos de avançar para uma regulação mais reforçada”, avisou Thierry Breton.

No início de maio, a Comissão Europeia divulgou estar a registar, diariamente, mais de 2.700 artigos com ‘fake news’ relacionadas com a covid-19 nas redes sociais, entre publicações falsas ou enganosas.

Estes dados foram transmitidos ao executivo comunitário por plataformas digitais como a Google, Facebook, Twitter, Microsoft e Mozilla, que se comprometeram no final de 2018 a combater a desinformação nas suas páginas, através da assinatura de um código de conduta contra as ‘fake news’, um mecanismo voluntário de autorregulação que nos últimos meses tem sido centrado na desinformação sobre a covid-19.

Para o responsável francês, as plataformas digitais como o Facebook “têm obrigação de fazer diligências” para combater a desinformação.

“No final do dia, o último responsável [por conteúdos falsos disseminados] será sempre o Mark [Zuckerberg], mais ninguém”, sublinhou Thierry Breton.

E exortou, por isso, a mais ação das tecnológicas, vincando ser melhor “antecipar e evitar que a Comissão tenha de intervir ao nível regulatório”.

Também participando no debate ‘online’, Mark Zuckerberg reconheceu que o combate à desinformação “é uma batalha contínua”.

Ainda assim, realçou os esforços do Facebook nesta matéria, indicando que existem, por exemplo, cerca de 30 mil pessoas a trabalhar na rede social para monitorizar se os conteúdos publicados pelos utilizadores “cumprem as regras”.

Aqui inclui-se, de acordo com Mark Zuckerberg, uma filtragem tendo por base “20 categorias de conteúdos prejudicais”, entre as quais a desinformação, a informação maliciosa e ainda a incitação ao ódio.

“Estamos a ficar melhores a detetar este tipo de conteúdos”, assegurou o responsável, falando na eliminação de cerca de 15% dos conteúdos por estarem incluídos naquelas categorias.

Contudo, “ainda há muito fazer”, reconheceu também Mark Zuckerberg.

Já em vigor na rede social Facebook, segundo o responsável, está um sistema que, ao detetar conteúdos falsos sobre a covid-19, emite alertas às pessoas que interagiram com essas publicações (ao nível de gostos ou comentários), além de eliminar estas informações.

“Essa pessoa é avisada e recebe ‘links’ para fontes de informação credíveis” sobre a pandemia, adiantou Mark Zuckerberg.

INTERNACIONAL

SAÚDE: TABACO VAI “MATAR” MAIS DE OITO MILHÕES DE PESSOAS POR ANO ATÉ 2030

O tabaco matará mais de oito milhões de pessoas no mundo todos os anos até 2030 se as atuais tendências se mantiverem, estimou hoje a Organização Mundial de Saúde, segundo a qual 80% das mortes ocorrerão em países pobres.

Online há

em

O tabaco matará mais de oito milhões de pessoas no mundo todos os anos até 2030 se as atuais tendências se mantiverem, estimou hoje a Organização Mundial de Saúde, segundo a qual 80% das mortes ocorrerão em países pobres.

Num relatório lançado hoje, a Organização Mundial de Saúde (OMS) define o consumo de tabaco como “uma epidemia global que assola países e regiões inteiros”, causando a maior parte dos danos nos países mais vulneráveis.

“O consumo de tabaco continua a ser a principal causa global de morte evitável. Mata quase seis milhões de pessoas todos os anos devido ao cancro, doenças cardíacas, doenças respiratórias, doenças infantis e outras”, lê-se no documento, em que se assinalam também prejuízos de biliões de dólares em todo o mundo, todos os anos, relacionados com as causas do consumo.

No relatório, lançado em antecipação do Dia Mundial Sem Tabaco, 31 de maio, a OMS e a STOP, entidade fiscalizadora global da indústria do tabaco, destacam a forma como a indústria do tabaco e da nicotina concebe produtos, lança campanhas de ‘marketing’ e trabalha para moldar ambientes políticos propícios ao consumo.

“Fisgar a próxima geração: como a indústria do tabaco capta jovens clientes” é o nome do trabalho hoje apresentado em conferência de imprensa por especialistas da OMS.

Entre outros pontos, no trabalho desenvolvido foi abordado o consumo de tabaco entre milhões de adolescentes com idades entre os 13 e os 15 anos, bem como a taxa de consumo de cigarros eletrónicos, em comparação com os adultos, em vários países.

As táticas para captar jovens consumidores passam por lançar produtos com uma enorme variedade de sabores e anúncios que os peritos consideram não serem dirigidos a adultos.

A OMS exige medidas aos governos para travar o consumo, como o aumento do preço do tabaco, já que a indústria continua a lançar produtos e a preferir pagar multas.

Os Estados-membros da OMS criaram o Dia Mundial Sem Tabaco em 1987 para alertar para “a epidemia do tabaco” e para as mortes e doenças que provoca.

“Ao longo do século XXI, o consumo de tabaco poderá matar até mil milhões de pessoas, a menos que sejam tomadas medidas urgentes”, alertam os peritos no relatório.

A dependência do tabaco é projetada através de fórmulas cuidadosamente calculadas “de mais de mil produtos químicos e outros ingredientes”, sublinham os peritos, ao alertarem que o tabaco mata até metade dos consumidores regulares.

LER MAIS

INTERNACIONAL

MARINHA ACOMPANHOU PASSAGEM DE NAVIO RUSSO POR ÁGUAS PORTUGUESAS

A Marinha portuguesa concluiu nesta quarta-feira, após aproximadamente 100 horas, a monitorização e acompanhamento da passagem de um navio científico da Federação Russa por águas portuguesas, adiantou este ramo das Forças Armadas.

Online há

em

A Marinha portuguesa concluiu nesta quarta-feira, após aproximadamente 100 horas, a monitorização e acompanhamento da passagem de um navio científico da Federação Russa por águas portuguesas, adiantou este ramo das Forças Armadas.

O navio científico russo entrou no limite sudoeste das águas sobre jurisdição nacional na manhã de 19 de maio, tendo efetuado todo o seu trânsito até ao limite norte, nesta quarta-feira, ao largo de Caminha, referiu a Marinha, em comunicado.

“Este tipo de navios é utilizado para recolha e aquisição de dados sobre recursos existentes nas águas e no leito marinho e servem também, em alguns casos, para identificar e mapear zonas de passagem de cabos submarinos”, realçou ainda.

A monitorização e acompanhamento, que decorreu aproximadamente durante 100 horas, foi feito através do NRP Zaire e do NRP Viana do Castelo e do Centro de Operações Marítimas.

“A Marinha, através destas ações de monitorização e vigilância, garante a defesa e segurança dos espaços marítimos sob soberania ou jurisdição nacional, na proteção dos interesses de Portugal e, simultaneamente, contribui para assegurar o cumprimento dos compromissos internacionais assumidos no quadro da Aliança”, frisou ainda este ramo das Forças Armadas.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS