DESPORTO

FC PORTO “CRITICA” SPORTV E ARBITRAGEM DO “SPORTING-BRAGA”

O FC Porto fez uso da newsletter Dragões Diário para apontar o dedo à arbitragem de Carlos Xistra no encontro entre Sporting e Sporting de Braga, que terminou com um empate a duas bolas.

O conjunto azul e branco sublinha que “segue invicto e isolado no comando da classificação, com quatro pontos de vantagem sobre o Sporting”, uma vantagem que até já poderia ser superior.

“Na verdade, até poderiam ser cinco se ontem, em Alvalade, não tivesse sido anulado um golo limpo ao Sporting de Braga quando o jogo estava empatado a zero, se tivesse sido assinalada uma falta clara de Doumbia no lance que dá origem ao penálti que permite o 2-2 final, ou se a excessiva agressividade dos jogadores do Sporting tivesse sido punida como mandam as regras”, lamenta.

Mas o FC Porto não se fica por aqui e aponta o dedo à Sport TV, dizendo ser “histórico” que tenha “sempre de vencer não só o adversário no campo, mas também mais alguns que, do lado de fora, tentam atrapalhar o seu caminho”.

“Desta vez foi a Sport TV que não quis que o período de recuperação da equipa tivesse mais umas horas, recusando a proposta para que o jogo se disputasse às 16h00 de ontem. O que terá levado o canal a ter um comportamento tão antiFC Porto não sabemos, até porque já foi há quase dois anos que foi assinado o contrato com a Altice, que apresentou a proposta mais alta. Tempo mais do que suficiente para Joaquim Oliveira digerir o tema. Azar deles, com mais ou menos descanso, Sérgio Conceição e a equipa continuam sem vacilar”, remata.

VEJA AINDA:

LIGA EUROPA: WOLVERHAMPTON E BASILEIA APURADOS PARA OS ‘QUARTOS’

Lusa

NUNO MANTA SANTOS RESCINDE E ABANDONA COMANDO TÉCNICO DO DESPORTIVO DAS AVES

Lusa

FC PORTO ARRANCA EM 24 DE AGOSTO PARA A ÉPOCA 2020/21

Lusa

LIGA EUROPA: MANCHESTER UNITED E INTER MILÃO SEGUEM PARA OS QUARTOS DE FINAL

Lusa

VITÓRIA DE SETÚBAL ACUSA LIGA DE ‘VIOLAR PRINCÍPIO DA IGUALDADE’ E IGNORAR PANDEMIA

Lusa

PEDRO PROENÇA QUER QUE A ÉPOCA 2020/21 COMECE COM ADEPTOS NAS BANCADAS

Lusa