Ligue-se a nós

DESPORTO

FERNANDO SANTOS: ‘NINGUÉM TEM DÚVIDAS QUE RONALDO É IMPORTANTE’

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, assegurou hoje que o avançado Cristiano Ronaldo “continua a ser importante” para Portugal, que conta com seis novidades para os dois últimos encontros do Grupo A2 da Liga das Nações.

Online há

em

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, assegurou hoje que o avançado Cristiano Ronaldo “continua a ser importante” para Portugal, que conta com seis novidades para os dois últimos encontros do Grupo A2 da Liga das Nações.

O ‘capitão’ da equipa das ‘quinas’, que tem sido suplente utilizado nos ingleses do Manchester United, pelo qual ainda não marcou qualquer golo na presente época, continua a merecer a confiança de Fernando Santos.

“Logo vai ser titular no jogo com o Sheriff [para a Liga Europa]. Tenho tido a atenção com ele, e com todos, se jogam ou não jogam, o que está a acontecer. Penso que aqui ninguém tem dúvidas de que [o Cristiano Ronaldo] continua a ser muito importante para seleção”, justificou o selecionador luso, após anunciar o lote de 26 convocados.

Portugal vai defrontar a República Checa, em Praga, no dia 24 de setembro, concluindo a fase de qualificação da Liga das Nações no dia 27, diante da Espanha, em Braga, com a chamada do central Tiago Djaló a destacar-se.

O técnico explicou que a escolha está relacionada com a indisponibilidade de João Cancelo para o primeiro jogo com os checos, devido a castigo.

“O Djaló não é uma novidade, já esteve aqui connosco. É um jogador titularíssimo [no Lille] e tem uma característica importante para este jogo também, por causa da questão do Cancelo. Ia ficar só com um jogador [Diogo Dalot] para a lateral direita [contra os checos]. Tendo grande qualidade, tem essa possibilidade de jogar várias posições, que nesta convocatória é muito importante”, argumentou.

Além de Djaló, Fernando Santos efetuou outras cinco alterações, fazendo regressar os defesas Rúben Dias, o médio João Mário e os avançados Pedro Neto, João Félix e Rafa, em detrimento de David Carmo, Domingos Duarte, João Moutinho, Otávio, que foi dado como inapto, André Silva e Gonçalo Guedes.

Elaborar uma lista com os 26 melhores foi “verdadeiramente difícil”, segundo o selecionador, que enumerou vários nomes que poderiam constar no lote, casos de “Florentino, Pedro Gonçalves, Francisco Trincão, António Silva e Vitinha [do Sporting de Braga]”.

A pouco mais de dois meses do Mundial no Qatar (20 de novembro a 18 de dezembo], Fernando Santos disse que essa é “uma questão que vem depois”, mas deixou claro que está “atento” e que vai “tentar ser justo” na convocatória.

“Não vou responder a questões do Mundial porque isto é para a Liga das Nações. A questão do Mundial vem depois. Há muitos que mostram que têm capacidade, que podem chegar à seleção, e nós estamos todos atentos. Quem vai dizer quem vai ao Mundial depois sou eu, mas depende muitos dos jogadores também. O mês de outubro vai ser muito decisivo para isso”, finalizou.

Após concluídas quatro jornadas, os lusos estão no segundo posto do Grupo A2, com sete pontos, depois de terem superado a Suíça (4-0) e a República Checa (2-0), em Lisboa, empatado em Sevilha, com a Espanha (1-1), e perdido em Genebra, perante os helvéticos (1-0).

A Espanha é quem lidera a ‘poule’, com oito pontos, enquanto a República Checa é terceira, com quatro, e a Suíça a última, com três.

A formação das ‘quinas’, vencedora da primeira edição da Liga das Nações, em 2019, precisa de vencer o agrupamento para chegar à ‘final four’ da terceira edição, sendo que a segunda foi conquistada pela França, numa final com a Espanha, em 2021.

Os quatro vencedores dos grupos da Liga A qualificam-se para a fase final, que inclui meias-finais, final e partida de atribuição do terceiro lugar. A ‘final four’ da terceira edição da prova será realizada em junho de 2023.

DESPORTO

FC PORTO: PINTO DA COSTA “DEIXA” OS DRAGÕES COM 45 TÍTULOS EM 27 ÉPOCAS

Pinto da Costa comemorou hoje o 45.º e derradeiro troféu em 27 temporadas como presidente da FC Porto SAD, ao encerrar 2023/24 com a Taça de Portugal, primeira conquista futebolística de André Villas-Boas à frente do clube.

Online há

em

Pinto da Costa comemorou hoje o 45.º e derradeiro troféu em 27 temporadas como presidente da FC Porto SAD, ao encerrar 2023/24 com a Taça de Portugal, primeira conquista futebolística de André Villas-Boas à frente do clube.

No Estádio Nacional, em Oeiras, os ‘dragões’ bateram com reviravolta o recém-campeão nacional Sporting (2-1, após prolongamento) na final da 84.ª edição da prova e venceram o troféu pela 20.ª vez, e quarta em sete temporadas sob orientação de Sérgio Conceição.

O FC Porto voltou a acumular três êxitos seguidos na Taça de Portugal, tal como já havia feito entre 2008/09 e 2010/11, num ciclo em que os dois primeiros foram arrebatados por Jesualdo Ferreira e o último chegou sob orientação do então treinador André Villas-Boas.

Antes, esse registo apenas tinha sido logrado em dose dupla pelo Benfica, que se impôs entre 1984/85 e 1986/87 e de 1948/49 a 1952/53 – a edição de 1949/50 não foi realizada.

No palmarés da Taça de Portugal, o FC Porto reforçou o estatuto de segundo clube mais laureado, ao juntar 20 cetros, seis abaixo do recordista Benfica e três acima do Sporting.

André Villas-Boas atingiu o primeiro troféu no futebol desde a sua tomada de posse como 34.º presidente do FC Porto, em 07 de maio, 10 dias depois de ter batido Pinto da Costa, líder há 42 anos e 15 mandatos, no ato eleitoral com maior afluência da história do clube.

À imagem de outros jogos disputados depois do sufrágio, os dois dirigentes sentaram-se quase lado a lado na tribunal presidencial do Jamor e abraçaram-se logo após o final da partida, tendo levantado juntos o único troféu vencido pelo terceiro colocado da I Liga em 2023/24, pouco menos de 48 horas antes de efetivarem a transição de poderes na SAD.

André Villas-Boas, de 46 anos, vai passar a assumir funções a partir de terça-feira, dia no qual Pinto da Costa, de 86 anos, termina oficialmente um percurso de 27 épocas à frente daquela sociedade, que é responsável pela gestão do futebol profissional ‘azul e branco’.

Desde 30 de julho de 1997, data da fundação da FC Porto SAD, o dirigente mais antigo e titulado do futebol mundial somou 41 troféus em provas internas e quatro além-fronteiras.

Os ‘azuis e brancos’ acumularam 14 campeonatos, 12 Taças de Portugal, 14 Supertaças Cândido de Oliveira e uma Taça da Liga, bem como uma Liga dos Campeões, uma Taça Intercontinental, uma Taça UEFA e uma Liga Europa, na altura treinados por Villas-Boas.

O FC Porto passou a ostentar 85 cetros no futebol, os mesmos do Benfica, que, em igual período, arrebatou 24 troféus – incluindo oito edições da I Liga e três Taças de Portugal -, enquanto o Sporting alcançou 19 dos atuais 55, com quatro campeonatos e cinco Taças.

Pinto da Costa assumiu a presidência da SAD ‘azul e branca’ há 27 anos, mas já liderava os destinos do clube desde a primeira vez em que foi eleito, em 17 de abril de 1982, data a partir da qual testemunhou a obtenção de 69 cetros em pouco mais de quatro décadas.

Antes dos 45 conquistados sob a esfera da SAD, o clube tinha acrescentado ao palmarés nove títulos de campeão nacional, quatro Taças de Portugal, oito Supertaças, uma Taça dos Clubes Campeões Europeus, uma Taça Intercontinental e uma Supertaça Europeia.

Pinto da Costa revitalizou em diversos domínios o FC Porto, cujos primeiros 89 anos de existência ocasionaram apenas a conquista de 16 troféus no futebol – sete campeonatos, quatro Taças de Portugal, uma Supertaça e quatro edições do extinto Campeonato de Portugal -, antes de reconfigurar a correlação de forças com os rivais Benfica e Sporting.

A título exemplificativo, os ‘dragões’ ostentam agora tantas vitórias (16) na prova ‘rainha’ desde abril de 1982 como ‘águias’ (nove) e ‘leões’ (sete) juntos, sendo essa supremacia visível ainda na I Liga (23 contra 19) e na Supertaça Cândido de Oliveira (22 contra 17).

LER MAIS

DESPORTO

TAÇA DE PORTUGAL: PORTO VENCE SPORTING NA DESPEDIDA DE PINTO DA COSTA (VÍDEO)

O FC Porto conquistou hoje a sua 20.ª Taça de Portugal em futebol, terceira consecutiva, ao bater na final o Sporting por 2-1, após prolongamento, em jogo disputado no Estádio Nacional, no Jamor.

Online há

em

O FC Porto conquistou hoje a sua 20.ª Taça de Portugal em futebol, terceira consecutiva, ao bater na final o Sporting por 2-1, após prolongamento, em jogo disputado no Estádio Nacional, no Jamor.

O Sporting adiantou-se no marcador aos 20 minutos, através do defesa-central St. Juste, mas o FC Porto respondeu cinco minutos depois, por Ivanilson, resultado que se manteve até ao final dos 90 minutos regulamentares, mesmo depois de os ‘leões’ terem sofrido um revés ainda na primeira parte, quando ficaram reduzidos a 10, por expulsão de St. Juste com vermelho direto, aos 29.

Já no prolongamento, Taremi adiantou os portistas, aos 100 minutos, na conversão de uma grande penalidade cometida pelo guarda-redes ‘leonino’ Diogo Pinto sobre Evanilson.

Os ‘dragões’ destacaram-se assim no segundo posto do palmarés, com 20 troféus, menos seis do que o Benfica, que lidera com 26, enquanto o Sporting é terceiro no ranking, com 17.

Fonte: Vídeo RTP

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS