Connect with us

DESPORTO

FEZ-SE HISTÓRIA NO JAMOR E O AVES LEVA A TAÇA

O Desportivo das Aves tornou-se hoje o 13.º clube a conquistar a Taça de Portugal em futebol, ao vencer o Sporting por 2-1, na final da 78.ª edição da prova, disputada no Estádio do Jamor, em Oeiras.

Data:

em

O Desportivo das Aves tornou-se hoje o 13.º clube a conquistar a Taça de Portugal em futebol, ao vencer o Sporting por 2-1, na final da 78.ª edição da prova, disputada no Estádio do Jamor, em Oeiras.

O avançado Alexandre Guedes, de 24 anos, foi o ‘herói’ dos comandados de José Mota, ao ‘bisar’, aos 16 e 72 minutos, enquanto o suplente colombiano Montero marcou o golo do conjunto de Jorge Jesus, aos 85.

O Desportivo das Aves, que nunca tinha vencido o Sporting, sucede no palmarés da prova ao Benfica, enquanto os ‘leões’ somaram o 12.º desaire, em 28 finais, numa semana em que só treinaram uma vez, após as agressões a jogadores, em Alcochete.

O Desportivo das Aves selou hoje o 14.º triunfo de um ‘pequeno’ face a um ‘grande’ numa final da Taça de Portugal em futebol, em 51 tentativas, ao vencer o Sporting (2-1), no jogo decisivo da edição 78.

A formação da Vila das Aves, a primeira estreante a vencer a prova desde o Estrela da Amadora, em 1989/90, sucedeu a Boavista (quatro triunfos), Belenenses, Académica e Vitória de Setúbal (dois) e Leixões, Vitória de Guimarães e Sporting de Braga (um).

O Boavista perdeu uma vez com o Benfica (2-5 em 1992/93, na final de Paulo Futre, que ‘bisou’), mas venceu duas (2-1 em 1974/75, com tentos de João Alves e Mané, e 3-2 em 1996/97, com dois golos de Sanchez e um de Nuno Gomes).

Face a Sporting e FC Porto, o Boavista jogou uma final com cada, vencendo os ‘leões’ em 1978/79, num segundo jogo, graças a um tento solitário de Júlio, e os ‘dragões’ em 1991/92, por 2-1, com tentos de Marlon Brandão e Ricky.

Por seu lado, o Belenenses ganhou ao Sporting em 1959/60, por 2-1, com tentos de António Carvalho e Matateu, e superou o Benfica em 1988/89, com um triunfo por 2-1, selado por Chico Faria e Juanico.

O conjunto do Restelo está, porém, em desvantagem face aos seus dois conterrâneos, pois perdeu duas finais com as ‘águias’ e três face aos ‘leões’.

Quanto ao Vitória de Setúbal, ganhou duas de quatro finais com o Benfica, por 3-1 em 1964/65 e, mais recentemente, 2-1 em 2004/05, mas tem um balanço negativo face aos ‘grandes’, pois perdeu duas com o Sporting e outros tantas com o FC Porto.

No que respeita a triunfos de ‘pequenos’ face a ‘grandes’, a Académica foi a primeira equipa a consegui-lo: 4-3 ao Benfica na final da primeira edição, acabando por repetir o feito há seis anos, batendo o Sporting, por 1-0.

A ‘briosa’ ainda jogou mais duas finais com o clube da Luz, tendo perdido por 5-1 em 1950/51 e por 2-1 em 1968/69, num embate que ficou marcado por intensas manifestações estudantis.

O Leixões foi outros dos emblemas a superar os ‘grandes’, conseguindo vencer o FC Porto por 2-0 em 1960/61, em pleno Estádio das Antas, com golos de Osvaldo Silva e Manuel Oliveira. Em 2001/02, perdeu por 1-0 com o Sporting.

Mais recentemente, o Vitória de Guimarães, então orientado por Rui Vitória, seguiu estas ‘pisadas’ e venceu o Benfica, em 2012/13, com golos de Soudani e Ricardo Pereira, que anularam o tento inaugural de Gaitán, agravando um final de época penoso para os ‘encarnados’, comandados por Jorge Jesus.

Os vitorianos, que na época passada foram derrotados pelas ‘águias’, por 2-1, apenas alcançaram o sucesso à quarta tentativa, depois de terem perdido 0-4 com o Sporting em 1962/63 e 0-1 e 2-6 com o FC Porto, em 1987/88 e 2010/11, respetivamente.

A última formação a superiorizar-se a um ‘grande’ tinha sido o Sporting de Braga. Em 2016, os ‘arsenalistas’ venceram o FC Porto no desempate por grandes penalidades, após o 2-2 registado no final do prolongamento, resultado que lhes permitiu arrecadar o segundo troféu da prova rainha, repetindo o triunfo de 1965/66, frente ao Vitória de Setúbal.

De resto, os bracarenses tinham perdido um ano antes (2014/15), diante do Sporting – precisamente no desempate por penáltis – o mesmo acontecendo em 1981/82 (0-4). Somam outros dois desaires em finais com o FC Porto, em 1976/77 (0-1) e 1997/98 (1-3).

Hoje, no Jamor, coube ao Desportivo das Aves ‘escrever’ o 14.º triunfo de um ‘pequeno’ face a um ‘grande’, ao bater o Sporting por 2-1, graças a um ‘bis’ de Alexandre Guedes, que faturou aos 16 e 72 minutos. O colombiano Montero ainda reduziu, aos 85.


JOGO AO MINUTO:

90′ + 8 Final da partida no Jamor! Triunfo inédito do CD Aves que conquista a sua primeira Taça de Portugal, depois de vencer por 2-1 o Sporting CP.
90′ + 7 O Sporting CP pressiona até ao fim, com Rui Patrício na frente também!
90′ + 6 Insistência de Baldé, é Bruno Fernandes quem desarma o jogador do CD Aves.
90′ + 4 Acredita o Sporting CP! Lance confuso na grande área, com a defesa avense a afastar como pode.
90′ + 2 Canto para o Sporting CP, lance com Ristovski na área, mas Tiago Martins deixa seguir.
90′ + 1 CD Aves: Entra Jorge Fellipe e sai Nildo Petrolina.
90′ Sete minutos de compensação.
90′ CD Aves: Cartão amarelo para Nildo Petrolina.
90′ Prossegue a partida.
89′ Jogo interrompido para assistir Quim.
88′ Perigoso! Cabeceamento de Bas Dost, que aproveita o desvio num adversário, mas a bola sai ao lado.
87′ Corta Mathieu! Passe em profundidade para Nildo, este cruza para Guedes sozinho na área, valeu o central francês a chegar primeiro e a tirar para canto.
85′ Sporting CP: Golo de Montero! Montero ganha a bola ao central do CD Aves Diego Galo, remate à meia-volta do colombiano que relança o jogo. Renasce a esperança da equipa de Jorge Jesus!
82′ Desentendimento entre Baldé e Acuña, com Tiago Martins a exibir o amarelo a ambos.
82′ CD Aves: Baldé recebe cartão amarelo.
82′ Sporting CP: M. Acuña recebe cartão amarelo.
79′ Bas Dost! Boa acção de Bruno Fernandes a rematar cruzado, Quim desvia mas deixa a bola à mercê do holandês que, totalmente sozinho, atira incrivelmente à barra.
77′ Guedes outra vez a aparecer com perigo na área leonina, desvio providencial para canto.
75′ CD Aves: Entra Baldé e sai Amilton.
72′ CD Aves: Golo de Alexandre Guedes! Amilton rouba a bola a Gelson Martins, passe para Guedes na frente, o avançado avense tira Coates da frente e bate Rui Patrício pela segunda vez.
71′ CD Aves: Entra Claudio Falcão e sai Braga.
70′ Encaixa Quim! Novo livre de Bruno Fernandes, a bola bate no relvado na frente do guardião, mas Quim segura.
68′ CD Aves: Vitor Gomes recebe cartão amarelo.
63′ Sporting CP: Entra J. Misic e sai Fábio Coentrão.
61′ Agora foi Bruno Fernandes! Livre para o médio leonino bater, a bola sai muito perto do alvo.
60′ Tiro de Vítor Gomes a apostar no remate de meia-distância, Rui Patrício estava a controlar, mas a bola não passa longe.
60′ CD Aves: Ponck recebe cartão amarelo.
58′ Mathieu a cobrar um livre favorável à equipa de Jorge Jesus. O francês atira diretamente à baliza do CD Aves e obriga Quim a tirar por cima, para canto.
55′ Cabeceamento de Guedes, fácil para Rui Patrício segurar.
54′ Cruza Rodrigo, mas Coates a limpar. Jogo partido nesta altura.
53′ Remate de Ristovski, contra o corpo de Nelson Lenho.
52′ Bas Dost! Cruzamento de Montero, o holandês aparece sozinho no segundo poste, mas a bola sai muito alta e por cima.
52′ Amilton a cruzar com perigo, valeu o corte da defensiva leonina.
50′ Jogada bem trabalhada pelo CD Aves! Guedes abre para Amilton, este tenta devolver ao companheiro de equipa, mas Coates corta para canto.
48′ Novo sinal de Montero, novamente remate rasteiro, mas a bola sai perigosa ao lado. Ganha o canto o colombiano.
47′ Montero atira fraco e rasteiro, sem perigo para Quim.
47′ Cruzamento de Bruno Fernandes, Diego Galo corta.
46′ Arranca o segundo tempo.
46′ Sporting CP: Entra Montero e sai William.
46′ Parece que vai entrar Fredy Montero para a segunda parte.
46′ Regressam as equipas ao relvado.
49′ + 4 Tiago Martins assinala o tempo de descanso.
48′ + 3 Mathieu tentava conseguir espaço para o cruzamento, mas acaba por atirar para fora. Pontapé de baliza para o CD Aves.
46′ + 1 Bruno Fernandes a tentar o remate de meia-distância, saiu ao lado. Valeu a intenção.
45′ Três minutos de compensação.
45′ Remate de Rodrigo a tentar surpreender Rui Patrício, mas sai à figura e o guarda-redes leonino segura.
44′ Cabeceamento de Bas Dost, mas a bola não sai na direcção desejada.
43′ CD Aves: Cartão amarelo para Amilton.
42′ Livre batido, Vítor Gomes desvia de cabeça. A bola sobra para Ponck, mas o remate sai torto e para fora.
42′ O CD Aves conquista um livre, Rodrigo para bater.
38′ Remate de meia-distância de Nildo, fácil para Rui Patrício.
38′ Coentrão a levar a melhor sobre Amilton, mas Ponck na área a afastar a bola da zona de perigo.
35′ Cruzamento de Gelson, a passar por Bas Dost. Fábio Coentrão ainda insiste, mas acaba por ser desarmado.
34′ Remate de primeira de Braga à entrada da área, sai forte, mas por cima e sem perigo para a baliza leonina.
28′ Nildo aparece com perigo a cabecear à baliza sportinguista, Rui Patrício segurou mas já estava assinalada a falta ofensiva sobre Ristovski.
23′ Livre lateral a favorecer o Sporting CP, a bola chega a Gelson que atira à baliza, mas a bola sai por cima.
16′ CD Aves: Golo de Alexandre Guedes! Cruzamento de Braga para o segundo poste, Alexandre Guedes aparece solto e, quase já sem ângulo, consegue meter a bola entre a baliza e Rui Patrício. Está feito o primeiro da tarde!
14′ Outra vez Quim! Toque de calcanhar de Coates a meter em Gelson, este aparece na cara de Quim, mas o guarda-redes avense a fazer a mancha e a evitar o golo.
13′ Combinação de Nildo com Nelson Lenho, este tenta o cruzamento, mas é interceptado.
10′ Defende Quim! Cruzamento largo de Bruno Fernandes que chega a Gelson no segundo poste, o jogador do Sporting CP tenta meter a bola entre o ferro e o guarda-redes, valeu a defesa do guardião avense.
7′ Coates a servir Gelson, mas sai muito puxado o passe e o jovem leonino não chega a tempo de evitar o pontapé de baliza.
4′ Bomba de Rodrigo! Remate de longe do jogador do CD Aves, a obrigar Rui Patrício a defender a dois tempos.
3′ Bom trabalho de Nildo, a aproveitar a desatenção de Ristovski que é obrigado a cortar para canto.
2′ Dois cantos consecutivos para os “leões”, para já a não levar perigo à baliza de Quim.
1′ Arranca a partida no Jamor, posse de bola para o Sporting CP!
0′ Animação nas bancadas enquanto as equipas entram em campo.
0′ CD Aves (Suplentes): Facchini, Baldé, Falcão, Elhouni, Fellipe, Fariña e Derley.
0′ CD Aves (Onze inicial): Quim, Nelson Lenho, Diego Falo, Ponck, Rodrigo, Nildo Petrolina, Vítor Gomes, Braga, Tissone, Amilton e Alexandre Guedes.
0′ Sporting CP (Suplentes): Salin, Rúben Ribeiro, Misic, Fredy Montero, Lumor, Petrovic e Wendel.
0′ Sporting CP (Onze inicial): Rui Patrício, Ristovski, Coates, Mathieu, Fábio Coentrão, William Carvalho, Battaglia, Acuña, Bruno Fernandes, Gelson e Bas Dost.
0′ Como assistentes, o árbitro internacional terá André Campos e Pedro Mota, enquanto Bruno Paixão será o quarto árbitro. O VAR é Artur Soares Dias e o AVAR Rui Licínio.
0′ Tiago Martins foi o árbitro nomeado pelo Conselho de Arbitragem da FPF para dirigir a final da Taça de Portugal, entre o CD Aves e o Sporting CP.








LINHA CANCRO
MUSIC BOX
WEB-SUMMIT

AS MAIS LIDAS