NACIONAL

FRAUDES NO BLACK FRIDAY

FRAUDES NA BLACK FRIDAY

Existem suspeitas de fraude nas campanhas “BLACK FRIDAY”. Após receber várias queixas e denúncias por parte de inúmeros consumidores, a DECO analisou 1.862 produtos de algumas lojas portuguesas e detectou a manipulação de preços.

Afinal o barato sai mesmo caro. Entre 16 e 27 de novembro, a DECO analisou os preços praticados em diversos estabelecimentos comerciais e constatou que existiu fraude e manipulação de preços.

Basicamente aquilo que se sucedeu foi o seguinte: na véspera da Black Friday, que se realizou a 27 de Novembro, as lojas aumentaram 10% os preços dos seus produtos. Ou seja, o desconto nunca chegou a ser real. E seria muito mais barato para o cliente comprar antes desta época.

Dos 1.862 produtos anunciados na Black Friday e analisados pela DECO, 1 em cada 20 violou a Lei dos Saldos e das Promoções e a Lei das Práticas Comerciais Desleais.

Um dos casos mais flagrantes detetados pela DECO foi na Worten. O preço do televisor LG 55UF770V aumentou mais de 60% na véspera da Black Friday, o que se traduziu num aumento de 340,20 euros.

O mesmo se verificou com o smartphone Samsung Galaxy S4 i9595 4G (de 16 GB) que aumentou 100 euros no dia 24 de novembro e na Black Friday o desconto foi de, apenas, 80,98 euros.

Também na Rádio Popular se verificou algo semelhante com o preço de um outro televisor  – LG 32LF5610 – que no dia 18 de novembro aumentou 80 euros e na Black Friday o desconto foi de 40 euros.

De acordo com dados apresentados 17pela Sociedade Interbancária de Serviços (SIBS), os portugueses gastaram mais de 700 milhões de euros na semana da Black Friday.

As diversas denúncias já foi comunicadas à ASAE e à Direção-Geral do Consumidor para que as empresas em causa sejam sancionadas. As coimas podem chegar aos 45 mil euros.

VEJA AINDA:

CRIME: FRAUDE FINANCEIRA ONLINE DISPARA 60% DESDE O ÍNICIO DA PANDEMIA

Lusa

FISCO ALERTA PARA MENSAGENS FALSAS SOBRE REEMBOLSOS QUE ESTÃO A SER ENVIADAS

Lusa

INEM DENUNCIA CHAMADAS FRAUDULENTAS EM SEU NOME

Lusa

10% DOS PORTUGUESES RECEBEM EMAILS FRAUDULENTOS

Lusa

BLACK FRIDAY: ASAE RECEBEU QUEIXAS DE IRREGULARIDADES

Lusa

BPN: OLIVEIRA E COSTA CONDENADO ‘OUTRAVEZ’ – AGORA POR FRAUDE FISCAL

Lusa