INTERNACIONAL

GOOGLE MULTADA EM 6 MILHÕES EUROS

GOOGLE MULTADA EM 6 MILHÕES EUROS

As autoridades da concorrência russas condenaram hoje a multinacional norte-americana Google a uma multa de 438 milhões de rublos (seis milhões de euros) por abuso de posição dominante com o seu sistema para ‘smartphone’ Android.

“Temos a certeza que a execução desta pena vai favorecer o desenvolvimento da concorrência no mercado de software para telemóveis na Rússia, o que terá um efeito positivo para os clientes”, comentou em comunicado Elena Zaïeva, responsável do serviço federal anti-monopólio russo (FAS).

O diferendo arrasta-se desde Setembro de 2015, quando as autoridades russas acusaram o grupo norte-americano de impedir os utilizadores de telefones que funcionam com sistema Android de acederem aos serviços concorrentes.

Mas, na altura não foi anunciado o valor da multa e as negociações continuaram para se alcançar um acordo entre as duas partes, o que obrigaria a que a Google reconhecesse a sua culpa.

O grupo norte-americano rejeitou sempre as acusações das autoridades russas e disse que os utilizadores eram livres de recorrer ou não aos seus serviços.

Agora, a Google vai “analisar de perto” a decisão das autoridades russas antes de decidir o que fazer, indicou a agência France Presse citando uma declaração da empresa.

VEJA AINDA:

COVID-19: ALEMANHA VAI NEGOCIAR BILATERALMENTE EVENTUAL COMPRA DE VACINA RUSSA

Lusa

COVID-19: RÚSSIA PRONTA A FORNECER VACINA A 50 MILHÕES DE EUROPEUS A PARTIR DE JUNHO

Lusa

PEDRÓGÃO GRANDE: EX-VAREADOR DIZ QUE HÁ UM ‘PROBLEMA GRAVE’ COM A GOOGLE

Lusa

COVID-19: RÚSSIA PRODUZ MAIS DE 15 MIL DOSES DA VACINA CONTRA O NOVO CORONAVÍRUS

Lusa

COVID-19: PORTUGAL TEM ‘DÚVIDAS’ QUANTO À ANUNCIADA VACINA RUSSA

Lusa

VACINA RUSSA CHAMA-SE ‘SPUTNIK V’ E FOI JÁ PEDIDA POR 20 PAÍSES

Lusa