Connect with us

REGIÕES

INCÊNDIOS DE MONCHIQUE ACALMAM COM REGISTO DE 36 FERIDOS

A situação do incêndio de Monchique e Silves está hoje mais calma, não existindo frentes ativas, mas alguns “pontos quentes”, de acordo com o Proteção Civil, que alerta para a possibilidade de reativações durante a tarde.

Datas:

em

A situação do incêndio de Monchique e Silves está hoje mais calma, não existindo frentes ativas, mas alguns “pontos quentes”, de acordo com o Proteção Civil, que alerta para a possibilidade de reativações durante a tarde.

A 2.ª comandante operacional nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar, informou, num ‘briefing’ em Monchique, no distrito de Faro, que os “pontos quentes” são a Fóia (concelho de Monchique) e a zona entre São Marcos da Serra, São Bartolomeu de Messines e Silves (concelho de Silves).

O número de feridos subiu para 36, um dos quais grave, sendo que 19 são bombeiros, adiantou Patrícia Gaspar.

“Neste momento temos, não diria frentes ativas, mas pontos quentes em pequenas áreas onde ainda temos efetivamente chamas”, sublinhou, acrescentando que logo ao início da manhã os meios aéreos não tiveram condições para operar, por não terem teto, devido à nebulosidade.

Patrícia Gaspar adiantou, contudo, que perto das 10:00 foram acionados dois meios aéreos de vigilância para monitorizar as áreas críticas e dois aviões médios anfíbios de combate.

Um helicóptero de reconhecimento está a percorrer todo o perímetro do incêndio a uma altitude mais baixa, permitindo visualizar a disposição das forças e um avião que voa a uma altitude superior e que tem capacidade para fazer vídeos.

“Acionámos também um meio de vigilância que vai transmitir em direto imagens para o posto de comando e que nos permite ver melhor onde são estes pontos quentes”, esclareceu.

A estratégia de combate adotada pela Proteção Civil tem também incidido na abertura de aceiros, com recurso a máquinas de rasto, que têm estado a fazer um “trabalho fundamental”, referiu Patrícia Gaspar.

Estão também no terreno pelotões das Força Armadas a ocupar posições em áreas de consolidação do incêndio, permitindo já realizar algumas operações de rescaldo e vigilância.

Na quarta-feira, sobretudo durante a tarde, o incêndio alastrou de forma significativa ao concelho de Silves, mas Patrícia Gaspar não conseguiu precisar o número de reativações que deram origem ao crescimento do fogo.

Ao todo, desde o início da operação, já foram deslocadas um total de 299 pessoas, que estão distribuídas por centros de apoio em Portimão, Monchique, Marmelete (concelho de Monchique) Silves e São Bartolomeu de Messines (concelho de Silves).

Há ainda registo de nove acamados que se encontram dispersos por unidades de saúde daquela zona do barlavento algarvio.

LUSA

PUBLICIDADE
OUVIR A RÁDIO REGIONAL AQUI
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE O SEU COMANTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado.

PUBLICIDADE MUSICBOX

OUVIR RÁDIO

OUVIR MÚSICA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SOCIEDADEPublicado há 5 horas

FURACÃO LESLIE: IPMA CONFIRMA VENTOS DE 180 A 190 KM/H

A passagem da tempestade tropical Leslie nas zonas mais afetadas de Portugal terá causado ventos de 180 a 190 quilómetros/hora,...

REGIÕESPublicado há 6 horas

LISBOA: GREVE NO METRO SEM SERVIÇOS MÍNIMOS

O tribunal arbitral decidiu não decretar serviços mínimos para a circulação de composições durante a greve parcial que os trabalhadores...

REGIÕESPublicado há 8 horas

FURACÃO LESLIE: COLHEITA DE MILHO NO BAIXO MONDEGO EM RISCO

Cerca de 50% da colheita dos nove mil hectares de campos de milho no Baixo Mondego está em risco devido...

ECONOMIA & FINANÇASPublicado há 12 horas

VEM AI MAIS UM “IMPOSTO” CHAMADO: TAXA DE PROTEÇÃO CIVIL

O Governo pretende criar uma contribuição municipal de proteção civil a suportar pelos proprietários de prédios urbanos e rústicos, de...

REGIÕESPublicado há 1 dia

MACEDO DE CAVALEIROS REFORÇA APOIO AOS BOMBEIROS

A Câmara de Macedo de Cavaleiros vai reforçar em 35 mil o apoio financeiro aos bombeiros voluntários do concelho, prevendo...

REGIÕESPublicado há 1 dia

FURACÃO LESLIE: PREJUÍZOS DE 1,5 MILHÕES EM CONDEIXA-A-NOVA

A tempestade Leslie, que atingiu, sobretudo, a região Centro, provocou estragos superiores a 1,5 milhões de euros nos equipamentos municipais...

JUSTIÇAPublicado há 1 dia

JOÃO RENDEIRO CONDENADO A 5 ANOS DE PRISÃO

O antigo presidente Banco Privado Português (BPP) João Rendeiro foi hoje condenado a cinco anos de prisão com pena suspensa...

REGIÕESPublicado há 2 dias

FURACÃO LESLIE: ALUNOS NA FIGUEIRA DA FOZ SEM AULAS

O vereador da Educação da Figueira da Foz, Nuno Gonçalves, disse hoje à agência Lusa que na segunda-feira não haverá...

SOCIEDADEPublicado há 2 dias

FURACÃO LESLIE “DESLIGA” 50 MIL CLIENTES MEO

A Altice Portugal disse hoje que cerca de 50 mil clientes da rede fixa estão com serviços afetados, na sequência...

REGIÕESPublicado há 2 dias

FURACÃO LESLIE DERRUBA ESTAÇÃO EMISSORA DE RÁDIO

Também a comunicação social foi vítima do Furacão Leslie. Na Região Centro a tempestade derrubou a estação emissora da Rádio...

PUBLICIDADE LINHA CANCRO

AS MAIS LIDAS