A INDÚSTRIA GRÁFICA “QUEIXA-SE” DO PREÇO DO PAPEL E DA ENERGIA

A APIGRAF – Associação Portuguesa das Indústrias Gráficas e do Papel está preocupada com os preços da energia e das matérias-primas, alertando que estes deverão levar a uma subida dos preços praticados, avançou o presidente da entidade à Lusa.

“Temos que refletir [o aumento do preço do papel] no que produzirmos”, salientou Lopes de Castro. Por isso, a APIGRAF prevê mesmo um aumento da faturação este ano, face aos cerca de dois mil milhões de euros de volume de negócios das empresas do setor no ano passado, com a subida inevitável de preços.

O dirigente associativo salientou que houve alterações na indústria do papel que levaram a uma maior escassez nesta matéria, incluindo encerramento de fábricas e outras mudanças no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.