Connect with us

INTERNACIONAL

INGLATERRA: CADÁVERES DE SEM-ABRIGO ENCONTRADOS NO LIXO

Com a chegada do Inverno, os responsáveis pela limpeza urbana do Reino Unido desenvolveram procedimentos de modo a evitar que os sem-abrigo sejam atirados para os camiões de recolha de detritos sem que ninguém dê por isso.

RÁDIO REGIONAL

Data:

em

Com a chegada do Inverno, os responsáveis pela limpeza urbana do Reino Unido desenvolveram procedimentos de modo a evitar que os sem-abrigo sejam atirados para os camiões de recolha de detritos sem que ninguém dê por isso.

Os funcionários responsáveis pela limpeza urbana na Grã-Bretanha estão já acostumados a estarem atentos a gatos e outros animais que se acomodam dentro dos depósitos de lixo. No entanto, os lixeiros encontram cada vez mais cadáveres de sem-abrigo e mendigos a dormirem nestes locais.

Com a chegada do Inverno, o problema agrava-se. Ao The Times, um funcionário responsável pela limpeza de Westminster, um bairro londrino, afirmou que a sua maior preocupação são as pessoas que pernoitam nestes locais. “Seria terrível se, sem ninguém se aperceber, estas pessoas fossem atiradas para o compressor do camião do lixo”, disse.

A verdade é que acidentes deste tipo se têm multiplicado. Em Rochester, na Inglaterra, um sem-abrigo ficou com a bacia e a perna fraturadas após ter sido comprimido num camião de recolha de detritos. O indivíduo acabou por falecer no hospital, devido às complicações graves causadas pelo acidente.

O francês Le Monde detalhe que com a chegada do Inverno e a falta de abrigos para populações vulneráveis há maior medo de um aumento destes fenómenos, dado que já se tornaram quase banais. De acordo com o jornal, uma associação reportou 11 pessoas mortas por terem dormido em contentores de lixo, entre 2010 e 2016. Só em 2016, cerca de 135 sem-abrigo foram encontrados a dormir nestes locais.

A preocupação crescente com este fenómeno faz com que o Reino Unido comece a tomar algumas medidas. No sul de Londres, por exemplo, foram colocados vários cartazes junto a depósitos de lixo pedindo atenção redobrada aos funcionários responsáveis pela recolha.

Os funcionários de limpeza pública denunciam que é bastante comum encontrar sem-abrigos, toxicodependentes e pessoas embriagadas em contentores de lixo. “O verdadeiro perigo é quando alguns deles adormecem profundamente e não ouvem o camião“, conta um dos lixeiros.

Agora, o procedimento dos funcionários britânicos inclui um novo protocolo: movimentar as camadas de detritos que se encontram na superfície de modo a tentar acordar eventuais pessoas que adormecem nestes locais.

A baixa taxa de desemprego e a aparência próspera de Londres disfarçam esta problemática, segundo o Le Monde. Para o jornal, a crise financeira de 2008, os preços altos e a austeridade dos governos conservadores a partir de 2010 obrigaram muitas pessoas a viver na rua.

Cerca de um quinto da população do Reino Unido, quase 14 milhões de pessoas, fazem parte deste grupo

RFI | ZAP









LINHA CANCRO
MUSIC BOX
WEB-SUMMIT

AS MAIS LIDAS