RÁDIO REGIONAL
salt likit
REGIÕES

MONTALEGRE: INVESTIGAÇÃO ARQUEOLÓGICA CONFIRMA ACAMPAMENTO MILITAR ROMANO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Uma equipa de arqueólogos confirmou a existência de um acampamento militar romano com cerca de três hectares em Tourém, concelho de Montalegre, após a investigação no terreno que decorreu em maio, disse hoje o município.

O lugar de Vegide, inserido na zona transfronteiriça do Alto da Raia, entre Montalegre (Vila Real) e Ourense, foi alvo de uma campanha arqueológica durante o mês de maio com o objetivo de validar a hipótese de se tratar de um acampamento militar romano, a qual foi agora confirmada.

“Em primeiro lugar conseguimos validar a nossa hipótese inicial, isto é, estarmos perante um acampamento militar romano. Conseguimos documentar e caracterizar arqueologicamente a estrutura defensiva do recinto militar romano, composto por um fosso externo em ‘v’, escavado no substrato geológico e um talude interno construído com a terra retirada do fosso”, explicou o arqueólogo João Fonte, citado num comunicado divulgado pela Câmara de Montalegre.

Trata-se de um recinto fortificado de cerca de três hectares de superfície localizado entre Tourém (Montalegre, Portugal) e Calvos de Randín (Ourense, Espanha).

O investigador da Universidade de Exeter (Inglaterra) acrescentou que, através da prospeção geofísica, documentou-se uma “série de estruturas no interior do recinto, nomeadamente estruturas de combustão”.

“A escavação de uma destas estruturas permitiu-nos recolher algumas sementes carbonizadas que depois datamos através de radiocarbono. Com isto, conseguimos perceber que este recinto militar romano foi ocupado entre finais do século I a.C. e inícios do I d.C”, referiu.

Mas, foi também possível confirmar que houve ali “uma ocupação pré-histórica à qual se sobrepôs uma romana”.

“Observamos algumas estruturas em negativo, alguma cerâmica que, possivelmente, corresponde a um período anterior, talvez do Bronze Final ou da Primeira Idade do Ferro, embora ainda tenhamos que calibrar melhor a cronologia destes contextos”, referiu.

João Fonte salientou que se está “perante um sítio único com contextos e estruturas excecionais” e que “seria bom ampliar a área de escavação e prospeção”.

Para o vice-presidente da Câmara de Montalegre, David Teixeira, a descoberta demonstra que “desde o século I a.C. que os romanos andam por aqui” e que este foi “sempre um território apetecível”.

“O concelho tem que olhar para estes vestígios como uma linha de promoção no sentido de trazer estudiosos, salientou o autarca do distrito de Vila Real.

O achado arqueológico poderá contribuir para um melhor conhecimento dos processos de conquista e assimilação do território por parte de Roma, que começou por volta do século II antes de Cristo.

O sítio do Alto da Raia foi identificado através da tecnologia LiDAR, que faz uma espécie de varrimento laser aéreo e detetou um talude de terra e um fosso externo.

Estes dados foram fornecidos pelo Instituto Geográfico Nacional (IGN) através do Plano Nacional de Ortofotografia Aérea (Espanha) que, na última década, permitiu a deteção de inúmeros sítios arqueológicos.

Depois, a campanha arqueológica decorreu em maio e foi realizada pelo grupo de investigação romanarmy.eu, com a colaboração da empresa Era-Arqueologia.

A intervenção foi financiada pela Comissão Europeia, através do projeto Finisterrae, e conta com o apoio do município de Montalegre, Junta de Freguesia de Tourém, Ecomuseu do Barroso e o concelho galego de Calvos de Randín.

O projeto Finisterrae pretende investigar o impacto da primeira romanização no território situado entre o Sul da Galiza e o Norte de Portugal.

Romanarmy.eu é um coletivo científico que investiga a presença militar romana no Noroeste da Península Ibérica, sendo formado por investigadores de distintas universidades e centros de investigação europeus, diferentes disciplinas e especialistas em várias épocas históricas.

VEJA AINDA:

PORTO: TESTES COVID-19 FINANCIADOS PELA AUTARQUIA FORAM TOTALMENTE UTILIZADOS

Lusa

BRAGANÇA: IGREJA SECULAR ARREMATADA POR CERCA DE 218 MIL EUROS EM LEILÃO ‘ONLINE’

Lusa

AÇORES: MARINHA RESGATA HOMEM COM DIFICULDADES RESPIRATÓRIAS EM NAVIO

Lusa

LEIRIA: GNR DETÉM HOMEM SUSPEITO DE AMEAÇAS DE MORTE À MULHER

Lusa

PORTO: CHEFE DE SERVIÇO DE FINANÇAS JULGADO POR CORRUPÇÃO

Lusa

GUARDA: AUTARQUIA COM PREJUÍZO DE 2,5 ME EM PERDAS DE ÁGUA E EM FATURAS POR PAGAR

Lusa
Yatak Odası Takımı Run 3 free games unblocked

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout Elektronik Sigara cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme
salt likit
free hacks