Connect with us

LOUCURAS

ITÁLIA: HÁ UMA PRAIA ASSUMIDAMENTE FASCISTA

Uma praia com inspiração fascista, perto de Veneza, em Itália, está a deixar o país em alvoroço. A controvérsia já chegou ao Parlamento. A divulgação da existência desta praia com inspiração nazi e fascista e com um altifalante a emitir, regularmente, discursos políticos, alarmou e indignou os italianos.

RÁDIO REGIONAL

Data:

em

Uma praia com inspiração fascista, perto de Veneza, em Itália, está a deixar o país em alvoroço. A controvérsia já chegou ao Parlamento. A divulgação da existência desta praia com inspiração nazi e fascista e com um altifalante a emitir, regularmente, discursos políticos, alarmou e indignou os italianos.

A praia, situada num espaço balnear privado baptizado como “Punta Cana”, em Chioggia, perto de Veneza, está aberta ao público sob pagamento e tem cartazes com inscrições como “zona e regime anti-democrático” e “entrada proibida – câmara de gás”, além de estar repleta de imagens de Mussolini.

À entrada surgem os dizeres “Regras: ordem, polícia, disciplina”, reportando para os lemas do regime fascista.

O director do espaço, Gianni Scarpa, confessou ao jornal italiano La Reppublica que detesta “pessoas sujas” e a “democracia”. Ele emite, habitualmente, discursos políticos com ideologias fascistas, através de um altifalante, para todos os veraneantes da praia.

Depois de a notícia ter sido divulgada, a polícia italiana já visitou o local, com a Câmara de Veneza a ordenar a retirada de todas as referências ao fascismo.

O caso também já chegou ao Parlamento, onde foi apresentado um projecto-lei que visa apertar as normas contra a promoção do fascismo em Itália.

A Lei italiana já prevê que acções nazis ou fascistas e declarações que incitem à violência e à discriminação podem ser punidas com pena de prisão.

Mas a proposta do Partido Democrático italiano quer ir mais longe, no sentido de criminalizar qualquer propaganda que glorifique os regimes de Mussolini ou de Hitler com penas de prisão até dois anos.

O movimento populista Cinco Estrelas já veio condenar a ideia, definindo-a como atentatória da liberdade de expressão. E os partidos de direita, incluindo a Liga do Norte, consideram que se trata de criminalizar a liberdade de opinião.

Algumas organizações italianas pediram entretanto, aos turistas para boicotarem a praia e apelaram às autoridades que retirem ao director do espaço balnear a sua licença para a gerir.

VEJA AQUI O VÍDEO:

ZAP









LINHA CANCRO
MUSIC BOX
WEB-SUMMIT

AS MAIS LIDAS