Ligue-se a nós

REGIÕES

LEIRIA: MINISTÉRIO PÚBLICO ARQUIVA INQUÉRITO DA QUEDA DE AVIÃO QUE CAUSOU DOIS MORTOS

O Ministério Público de Leiria anunciou esta sexta-feira que arquivou o inquérito em que se investigaram as circunstâncias em que ocorreu a queda de uma avioneta, em junho de 2019, que provocou dois mortos.

Online há

em

O Ministério Público de Leiria anunciou esta sexta-feira que arquivou o inquérito em que se investigaram as circunstâncias em que ocorreu a queda de uma avioneta, em junho de 2019, que provocou dois mortos.

Numa nota da Procuradoria da República da Comarca de Leiria, o Ministério Público (MP) refere que proferiu despacho de arquivamento no inquérito em que se investigaram as circunstâncias da queda de uma aeronave, no dia 9 de junho de 2019, da qual resultou a morte dos dois ocupantes. Os factos ocorreram junto ao Aeródromo José Ferrinho, na Gândara dos Olivais, Leiria, informa ainda o MP.

A investigação, que contou com a intervenção do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários, concluiu que a falta de controlo da aeronave pelos pilotos (seus únicos ocupantes), ao realizarem uma manobra não aprovada, a baixa altitude, terá sido a causa provável da queda da mesma. Por ausência de indícios suficientes da intervenção de terceiros nos factos que causaram a morte dos dois ocupantes da aeronave, o MP determinou o arquivamento do inquérito, acrescenta a nota.

O acidente ocorreu pela 16h48, referiu na altura à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria, ao acrescentar que as vítimas da queda da avioneta foram dois homens, de 67 e 41 anos. A queda da avioneta provocou um incêndio que se propagou à floresta, que mobilizou nove veículos e 23 operacionais entre bombeiros e elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP).

REGIÕES

MOGADOURO: HOMEM MORRE APÓS CAIR NUM POÇO EM PEREDO DE BEMPOSTA

Um homem de 68 anos foi hoje encontrado sem vida dentro de um poço na localidade de Peredo de Bemposta, no concelho de Mogadouro, distrito de Bragança, disse à Lusa fonte da GNR.

Online há

em

Um homem de 68 anos foi hoje encontrado sem vida dentro de um poço na localidade de Peredo de Bemposta, no concelho de Mogadouro, distrito de Bragança, disse à Lusa fonte da GNR.

“Fomos acionados para a situação de um homem caído dentro de um poço, situado numa horta, na localidade de Peredo de Bemposta, no concelho de Mogadouro. Estamos a investigar a ocorrência e todos os cenários estão em aberto”, explicou a mesma fonte.

O poço é habitualmente usado para rega da uma pequena propriedade agrícola.

O corpo foi transportado para o Centro de Saúde de Mogadouro.

Para o local acorreram duas ambulâncias do Instituto Nacional de Emergência Médica(INEM), uma estacionada no quartel dos bombeiros de Mogadouro e outra de Suporte Imediato de Vida (SIV), estacionada no centro de saúde local.

A estes meios juntaram-se militares da GNR.

LER MAIS

REGIÕES

COIMBRA: AUTARQUIA APOIA A EMPREGABILIDADE E EMPREENDEDORISMO JOVEM

A Câmara Municipal de Coimbra formalizou esta quarta-feira a adesão ao Pacto Local para a Empregabilidade e Empreendedorismo Jovem, ação que pretende reduzir o desemprego nesta faixa etária e promover a fixação dos jovens nos territórios.

Online há

em

A Câmara Municipal de Coimbra formalizou esta quarta-feira a adesão ao Pacto Local para a Empregabilidade e Empreendedorismo Jovem, ação que pretende reduzir o desemprego nesta faixa etária e promover a fixação dos jovens nos territórios.

Este pacto, promovido pela Associação para o Desenvolvimento da Participação Cidadã Dypall Network junta, em rede, “municípios que se comprometem a oferecer aos jovens mais e melhores oportunidades para o futuro, criando condições para o seu desenvolvimento pessoal, social e profissional”, afirma a Câmara, em nota enviada esta quarta-feira à agência Lusa.

“A adesão ao Pacto Local para a Empregabilidade e Empreendedorismo Jovem tem como objetivo promover a fixação dos jovens nos territórios, adequar a qualificação dos jovens às necessidades locais, reduzir o desemprego jovem, facilitar o acesso a informação, reforçar a cooperação dos municípios e capacitar técnicos municipais”, esclarece a autarquia.

De acordo com a mesma nota da Câmara, no quadro dos compromissos fixados consta a disponibilização periódica de informações sobre oportunidades e medidas de apoio à empregabilidade e ao empreendedorismo jovem, garantindo que essas iniciativas sejam acessíveis e adaptadas às realidades locais, além da promoção da participação dos jovens e dos técnicos em atividades que fomentem a aquisição de competências relevantes para o mercado de trabalho atual.

O Município vai desenvolver e aplicar metodologias de apoio à empregabilidade e ao empreendedorismo jovem, numa abordagem que vá ao encontro das necessidades dos jovens de Coimbra, assim como definir internamente e com os vários parceiros locais as várias fases do Pacto, complementa.

“Está, ainda, prevista a introdução anual de ações e medidas identificadas na(s) metodologia(s) de apoio ao emprego e empreendedorismo jovem adotadas e que visem atingir os compromissos e metas definidos no Orçamento e Grandes Opções do Plano”.

A cooperação com parceiros locais, regionais e nacionais, bem como com outros municípios signatários do Pacto Local para a Empregabilidade e Empreendedorismo Jovem, também faz parte das ações previstas.

A participação de Coimbra nesta rede foi aprovada em reunião do executivo municipal no dia 13 de maio.

“A adesão ao Pacto Local para a Empregabilidade e Empreendedorismo Jovem por parte do Município de Coimbra não obriga a qualquer retribuição financeira”, sublinha a autarquia.

LER MAIS

MAIS LIDAS