MATOSINHOS: LANÇADA A PLATAFORMA DE MONITORIZAÇÃO DE COLÓNIAS DE GATOS

A Câmara Municipal de Matosinhos, no Porto, lançou uma plataforma informática de gestão e monitorização de colónias de gatos de rua, anunciou hoje.

Dizendo que a plataforma do Programa CED (Capturar – Esterilizar – Devolver) é “única” no país, a autarquia explica, em comunicado, que além de facilitar o registo das colónias, permite o acesso à informação, a partilha de dados em tempo real, a atualização automática dos animais registados e fazer o ponto de situação em que se encontra cada colónia.

Para acederem a este novo instrumento, as quatro associações de defesa animal com trabalho nesta área – Associação Animais de Rua, Causas de Caudas, MIACIS – Proteção Integração Animal e Midas – com as quais a câmara tem protocolos de cooperação, vão receber formação.

O programa CED incide no controlo de colónias de gatos e na redução da população felina existente, nomeadamente os espécimes que sejam portadores de doenças transmissíveis, refere.

“Os restantes são devolvidos à rua após esterilização, garantindo, deste modo, o equilíbrio ecológico das áreas de origem, nomeadamente o controlo de roedores”, sustentou.

Na nota, a câmara revela que, até setembro, foram intervencionadas 57 colónias de gatos e esterilizados 372 animais (162 machos e 210 fêmeas).

Além desses, 397 animais aguardam a intervenção no âmbito deste programa.

Os gatos capturados são esterilizados, desparasitados, vacinados e registados e as colónias intervencionadas são supervisionadas pelas médicas veterinárias municipais.

A câmara dedicou esta semana aos animais, dado na sexta-feira assinalar-se o Dia do Animal, e, aproveitando a ocasião, a presidente, Luísa Salgueiro, anunciou à Lusa um investimento de 1,5 milhões de euros em espaços e equipamentos para animais.

Entre os projetos estão a construção de parques caninos, parques de matilhas e a remodelação do Centro de Recolha Oficial de Animais de Matosinhos (CROAM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.