Connect with us

LOUCURAS

MISTÉRIO: O MORTO VIVO !

Uma notícia com tanto de piada como de macabro. É um mistério. Homem visto a passear um mês depois de ter morrido e … cremado ! É de loucos ! Caso aconteceu em Ciudad Juárez, no México, e faz lembrar aquele filme: “Loucuras no México”. Vê aqui a história completa! Partilha com os teus amigos.

Data:

em

MISTÉRIO ! O MORTO VIVO !

Aos 74 anos, Miguel Ángel Gomar Luna foi dado como morto e cremado. Cerca de um mês depois foi visto a deambular na rua. Família está feliz com ‘renascimento’ mas questiona-se: de quem era o corpo que foi cremado?

Com um passado ligado ao alcoolismo e já reformado da carreira que fez como embalsamador, Miguel Luna saiu de uma clínica de reabilitação no dia de natal, a 25 de dezembro de 2015. Não avisou nem a família nem os funcionários da clínica.

A 31 de dezembro, o corpo de um homem não identificado foi encontrado num refúgio para sem-abrigo. Mais tarde, a 12 de janeiro, a família foi contactada para identificar o cadáver.

Ao jornal local el Diaro, a família do homem ‘renascido’ afirma que terão identificado o corpo sem estarem muito convencidos. Nunca foram feitos testes de ADN e, poucos dias depois, decorreram as cerimónias fúnebres, com o corpo a ser cremado.

O momento seria de simples luto mas, cerca de um mês depois, no passado dia 24 de fevereiro, o mesmo Miguel Luna foi encontrado nas ruas da cidade de Juárez a deambular. Sem conseguir explicar bem o caso, Miguel Luna estava bem de saúde, evidenciando apenas algumas mazelas, resultado de uma queda que terá sido provocada pela bebida, dá conta o La Vanguardia. Há, no entanto, muito ainda por responder.

“Graças a Deus que o meu pai está connosco. O que queremos saber é quem é a pessoa que cremámos e cujas cinzas temos aqui na sala”, desabafou a filha ao jornal local.

Entretanto, ao mesmo El Diario, a Fiscalía General del Estado, a autoridade local que recolheu o corpo e informou a família, nega qualquer erro na entrega do corpo, num artigo em que partilham as imagens comparadas entre o corpo identificado e Miguel Luna.

AS MAIS LIDAS