NACIONAL

NÃO ACELERE, A GNR LANÇOU A OPERAÇÃO ‘VIAJAR SEM PRESSAS’

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar a partir de hoje e até segunda-feira a fiscalização rodoviária no âmbito da Operação “Viajar Sem Pressa”, que vai incidir sobretudo no controlo da velocidade, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a GNR informa que o objetivo é promover comportamentos mais seguros por parte dos condutores e diminuir a sinistralidade rodoviária grave, bem como aumentar o sentimento de segurança dos utentes da via.

De acordo com a GNR, o “excesso de velocidade continua a constituir uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave, seja pela diminuição do tempo de reação do condutor para fazer face a um imprevisto, ou pelo agravamento das suas consequências, em resultado da maior violência do embate”.

Dados da GNR indicam que cerca de 72% dos acidentes ocorreram em colisões, 23% por despiste e 5% por atropelamento.

Embora a sinistralidade tenha ocorrido em maior número dentro das localidades (em sensivelmente 52% dos acidentes), foi fora das localidades que se registaram os acidentes de maior gravidade, alerta a guarda.

“Importa salientar que quando a velocidade duplica, a distância de travagem quadruplica, e em caso de acidente, a probabilidade de resultarem vítimas mortais ou feridos graves aumenta 8 a 16 vezes”, destaca a GNR.

Esta operação decorre paralelamente com a campanha da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária “Abranda o ritmo. Respeita os limites de velocidade”, integrada no Plano Nacional de Fiscalização, que tem como objetivo alertar os condutores para o risco de condução em excesso de velocidade.

VEJA AINDA:

CARTA DE CONDUÇÃO ‘NA HORA’ PODERÁ ARRANCAR AINDA ESTE ANO

Lusa

SETE MORTOS NAS ESTRADAS DE PORTUGAL CONTINENTAL NO PERÍODO DA PASSAGEM DE ANO

Lusa

ESTRADAS NA SERRA DA ESTRELA FECHADAS DEVIDO À NEVE

Lusa

NATAL: QUATRO MORTES NAS ESTRADAS PORTUGUESAS (BALANÇO PROVISÓRIO)

Lusa

GNR E PSP LANÇAM TERÇA-FEIRA CAMPANHA DE ALERTA PARA EVITAR ATROPELAMENTOS

Lusa

VILA REAL: SETE DETIDOS NUMA OPERAÇÃO DA GNR DE COMBATE AO TRÁFICO

Lusa