RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

PAREDES: HOMEM DETIDO PELO COMÉRCIO DE AVES PROTEGIDAS EM LORDELO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Um homem de 40 anos foi detido na segunda-feira em Lordelo, Paredes, e 170 aves de espécies protegidas foram apreendidas no âmbito de uma investigação do crime de danos contra a natureza, informou hoje em comunicado a GNR.

A detenção esteve a cargo do Núcleo de Investigação de Crimes e Contraordenações Ambientais (NICCOA) do Porto, tendo o homem sido constituído arguido pelo crime de comércio de aves protegidas, explicou a Guarda.

O homem acusado de capturar e comercializar aves protegidas tinha em sua casa “70 tentilhões, 53 lugres, 20 pintassilgos, oito dom-fafes, seis pintarroxos, quatro travessos, três pardais, três cerezinos, duas rolas bravas, dois verdilhões, uma ferreirinha e um gaio”, descreve o comunicado.

No decorrer da ação foram ainda apreendidas dez gaiolas, acrescenta.

As aves apreendidas foram entregues no Centro de Recuperação de Fauna do Parque Biológico de Vila Nova de Gaia, onde irão ser sujeitas a exames médico-veterinários, para efeitos de recuperação e posterior libertação ao seu habitat natural, continua a GNR.

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Paços de Ferreira, lê-se ainda no comunicado.

A GNR relembra que quem capturar, destruir ou eliminar exemplares de espécies protegidas da fauna ou da flora selvagens, com recurso à utilização de meios e processos não autorizados, incorre num crime de danos contra a natureza e é punido com pena de prisão até cinco anos.

VEJA AINDA:

VISEU: JUDICIÁRIA DETEVE UM HOMEM SUSPEITO DE SEQUESTRAR UMA MULHER

Lusa

VALE DE CAMBRA: 40 ALDEIAS SEM MÉDICO DE FAMÍLIA HÁ UM MÊS

Lusa

GUARDA: AUTARQUIA ALERTA AGRICULTURES PARA ‘TEMPOS DIFÍCEIS’ DEVIDO À SECA

Lusa

PORTO: HOSPITAL DE SÃO JOÃO VACINA GRATUITAMENTE MULHERES COM RISCO DE CANCRO

Lusa

VIANA DO CASTELO: COMBOIO PASSA POR CIMA DE SEM-ABRIGO QUE ‘ESCAPA’ ILESA

Lusa

PORTO: JOVEM DE 18 ANOS ESFAQUEOU UM HOMEM POR CAUSA DO ‘BARULHO’

Lusa