Connect with us

MAGAZINE

PORQUE OS FURACÕES SÃO “BATIZADOS” COM NOME DE MULHER?

Sempre que se fala em “furacões” vulgarmente questionamos a razão pelo qual, a maioria dos furacões, são baptizados com nome de mulher?

Datas:

em

Enquanto os Estados Unidos da América se preparam para enfrentar o furacão “Florence”, O furação “Helene”, mantém a trajetória de aproximação aos Açores, devendo atingir o arquipélago no sábado como tempestade tropical.

Florence e Helene são mais uns entre os nomes maioritariamente femininos que é comum os cientistas usarem para designarem os furacões. E a explicação, segundo Koji Kuroiwa, chefe do programa de ciclones tropicais da Organização Meteorológica Mundial, é bem simples. Vem desde a Segunda Guerra Mundial, altura em que o exército norte-americano começou a batizar as tempestades com nomes de pessoas.

“Eles preferiam escolher nomes das suas namoradas, esposas ou mães. Naquela época, a maioria dos nomes era de mulheres”, explicou Koji Kuroiwa à BBC. Este critério tornou-se regra em 1953 e os furacões só viriam a ter nomes masculinos em 1970, para acabar com a desigualdade de género.

Qual é o critério para dar nomes aos furacões?

Os ciclones tropicais não têm nome de políticos nem são uma homenagem a pessoas mortas, como afirmam alguns dos mitos. Têm nomes humanos em vez de números ou termos técnicos apenas para fazer com que seja mais fácil alertar as populações e todos esses nomes fazem parte de uma lista, criada em 1953 pelo Centro Nacional de Furacões dos EUA.

Atualmente esta lista, organizada por ordem alfabética, é atualizada pela Organização Meteorológica Mundial e pela ONU. E cada região tem uma lista diferente. Enquanto no Atlântico estamos mais familiarizados com nomes como Franklin, Harvey, Jose e Katia, no leste do Pacífico são mais comuns nomes como Adrian, Beatriz e Dora.

Cada lista é renovada de seis em seis anos. O que significa que, em 2023, podem voltar a aparecer furacões com os nomes Harvey e Irma. Os nomes apenas não voltam a ser utilizados se o furacão deixar um rasto de tragédia, como foi o caso do Katrina que em 2005 matou duas mil pessoas em Nova Orleães, nos EUA.

Os furacões com nome de mulher matam mais?

Um estudo da Universidade de Illinois, nos EUA, concluiu em 2014 que os furacões com nomes femininos costumam ser mais mortais do que aqueles que têm nomes masculinos. Algo que, de acordo com os cientistas, acontece porque os furacões com nomes femininos não costumam ser encarados com tanta seriedade.

Para chegarem a esta conclusão, os investigadores analisaram os dados dos furacões que atingiram os EUA entre 1950 e 2012, excluindo o Katrina por ter causado um número de vítimas mortais elevado e que foge à regra. Enquanto os furacões com nomes masculinos causam uma média de 15 mortes, aqueles que têm nomes femininos provocam uma média de 42.

DELAS

PUBLICIDADE
OUVIR A RÁDIO REGIONAL AQUI
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE O SEU COMANTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado.

PUBLICIDADE MUSICBOX
WEB-SUMMIT

OUVIR RÁDIO

OUVIR MÚSICA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESPORTOPublicado há 3 horas

TONDELA VENCE SETÚBAL E “EMPURRA” O BRAGA PARA A FINAL FOUR

O Tondela venceu hoje no terreno do Vitória de Setúbal, por 2-1, e ainda pode chegar à 'final four' da...

INTERNACIONALPublicado há 5 horas

PAPA PEDE ATENÇÃO AO “GRITO DOS POBRES SUFOCADOS PELOS RICOS”

O papa Francisco exortou hoje a que se ouça o grito dos pobres, "cada dia mais forte, mas também menos...

SOCIEDADEPublicado há 5 horas

MARCELO APELA AO CIVISMO NAS ESTRADAS PORTUGUESAS

O Presidente da República fez hoje um apelo cívico aos portugueses para se combater a sinistralidade rodoviária no país e...

DESPORTOPublicado há 5 horas

MOTO2: MIGUEL OLIVEIRA VENCE NO GP DE VALÊNCIA

O português Miguel Oliveira despediu-se hoje da Moto2 com uma vitória no Grande Prémio de Valência, a terceira da temporada,...

DESPORTOPublicado há 19 horas

EMPATE NA ITÁLIA QUALIFICA PORTUGAL PARA A “FINAL FOUR”

Portugal e Itália empataram (0-0) em San Siro, em partida a contar para a Liga das Nações. Com este resultado,...

DESPORTOPublicado há 2 dias

PORTUGAL VAI RECEBER 5 COMPETIÇÕES MUNDIAIS DE MOTOCICLISMO

Portugal vai acolher cinco provas de campeonatos do mundo de motociclismo em 2019, anunciou hoje a Federação de Motociclismo de...

DESPORTOPublicado há 2 dias

FERNANDO SANTOS CONFIANTE NA VITÓRIA PORTUGUESA

O selecionador Fernando Santos afirmou hoje que Portugal quer já resolver frente à Itália o apuramento para a fase final...

JUSTIÇAPublicado há 2 dias

PAULO GONÇALVES DIZ QUE “APENAS” QUER COLABORAR COM A JUSTIÇA

O ex-assessor jurídico da SAD do Benfica Paulo Gonçalves disse hoje estar "apenas preocupado em colaborar com a justiça", à...

JUSTIÇAPublicado há 2 dias

JUSTIÇA ACUSA BRUNO DE CONHECER E INCENTIVAR À VIOLÊNCIA

O Ministério Público (MP) acusa o ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho de ter conhecido e incentivado o ataque à...

REGIÕESPublicado há 2 dias

AUTARQUIA DE MACEDO DE CAVALEIROS EXIGE CUMPRIMENTO DA LEI DA RÁDIO

Em causa está uma "avença" que a Autarquia diz ser ilegal por colocar em risco a independência do operador de...

PUBLICIDADE LINHA CANCRO
WEB-SUMMIT

AS MAIS LIDAS