RÁDIO REGIONAL
DESPORTO

PORTO VENCE FAMALICÃO (3-0) E PARTILHA LIDERANÇA COM O BENFICA (VÍDEO)

PORTO VENCE FAMALICÃO 30 E PARTILHA LIDERANÇA COM O BENFICA VÍDEOnbsp| RÁDIO REGIONAL

O FC Porto juntou-se hoje ao Benfica na liderança da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer por 3-0 na receção ao Famalicão, anterior comandante, em jogo da oitava jornada da prova.

Os golos marcados pelo colombiano Luis Díaz, aos 45 minutos, o brasileiro Soares, aos 73, e Fábio Silva, aos 88, permitiram ao vice-campeão nacional impor a primeira derrota ao Famalicão no campeonato, o deixa o Boavista como a única equipa ainda invicta.

O FC Porto alcançou a sétima vitória seguida na I Liga, depois da derrota sofrida na ronda inaugural com o Gil Vicente (2-1), e juntou-se no topo da classificação ao Benfica, que se impôs hoje em Tondela, por 1-0, ambos com dois pontos de vantagem sobre o Famalicão.


A CRÓNICA DO JOGO POR BRUNO MARQUES:

FC Porto e FC Famalicão defrontam-se na oitava jornada da Primeira Liga no Estádio do Dragão, os dragões vêm de um triunfo na última jornada em Vila do Conde por uma bola a zero sobre o Rio Ave, já o Famalicão venceu no seu reduto o Belenenses SAD por 3-1.

Vinte anos depois o Famalicão regressou à invicta para jogar contra o FC Porto, o último encontro entre estes dois emblemas foi em 2016 na cidade de Famalicão onde a equipa da casa venceu o FC Porto por 1-0 num jogo a contar para a Taça da Liga.

ONZE INICIAL FC PORTO:

Marchesín, Wilson Manafá, Iván Marcano, Pepe, Chancel Mbemba, Danilo Pereira, Matheus Uribe, Otávio, Corona, Luis Díaz, Soares. SUPLENTES: Diogo Costa, Alex Telles, Bruno Costa, Loum, Nakajima, Zé Luís, Fábio Silva.
Treinador: Sérgio Conceição

ONZE INICIAL FC FAMALICÃO:

Rafael Defendi, Lionn, Patrick William, Nehuén Pérez, Alex Centelles, Guga, Pedro Gonçalves, Gustavo Assunção, Rúben Lameiras, Fábio Martins, Anderson. SUPLENTES: Vítor Caetano, Walterson, Nico Schiappacasse, Riccieli, Diogo Gonçalves, Toni Martínez, Uros Racic.
Treinador: João Pedro Sousa

Árbitro: Fábio Veríssimo (AF Leiria)

Os portistas entraram a todo o gás neste encontro contra o líder do campeonato, sinal disso ainda dentro do primeiro minuto Pepe à saída do meio campo azul e branco fez um passe para o corredor direito na direção de Corona, este cruzou para a área e Soares nas alturas efetuou  um cabeceamento para defesa de Defendi.

A equipa de Sérgio Conceição desde cedo exerceu pressão alta em toda a largura, aos quatro minutos após um mau passe do central William, Corona ganhou a bola em zona central, correu até à área do Famalicão, a defensiva cortou o lance, na insistência Luis Díaz soltou para Uribe e o médio portista desferiu um potente remate para grande defesa de Defendi para canto.

Poucos minutos depois mais um lance de perigo protagonizado por Danilo Pereira, tudo começou no corredor direito onde Corona combinou com Otávio, este fez um passe para perto da área do Famalicão onde o médio Danilo apareceu e rematou à vontade com a bola a passar um pouco acima da baliza de Defendi.

Jogo estava em sentido único com o conjunto azul e branco determinado em chegar rapidamente à vantagem.

Aos catorze minutos Matheus Uribe teve mais uma oportunidade para inaugurar o marcador, mais um lance criado a partir do corredor direito com Corona a combinar com Soares, o brasileiro a penetrar na área com a bola dominada fez um passe de calcanhar para Luis Díaz, o colombiano ganhou a bola num ressalto sobre Fábio Martins e vindo de trás Uribe rematou de primeira para mais uma grande intervenção de Defendi pela linha de fundo.

Na sequência do pontapé de canto Corona cruzou no lado direito do ataque portista para a área e Soares saltou mais alto do que a defesa minhota e cabeceou para mais uma grande defesa de Defendi junto à linha de golo.

Aos dezanove minutos os famalicenses deram o primeiro sinal de perigo com Fábio Martins a ser o maestro da jogada, conduziu a bola pelo centro do terreno, fintou Otávio e rematou para Marchesín que defendeu pela linha final.

Mais uma oportunidade já dentro dos últimos dez minutos para os dragões, Otávio junto à linha de fundo mais uma vez pelo corredor direito a ultrapassar Pedro Gonçalves, entrou na área e fez um passe rasteiro para Soares rematar, valeu Lionn que cortou na altura certa a evitar o primeiro no Dragão.

Novamente Soares à passagem do minuto quarenta e dois num lance semelhante ao anterior a ter oportunidade de marcar, Manafá no corredor esquerdo ultrapassou o central Pérez, cruzou para Soares dentro da área e desta vez foi Patrick William que apareceu na “hora H” a tirar o “pão da boca” ao avançado brasileiro.

Num dos últimos lances da primeira parte os portistas chegaram mesmo à vantagem por Luis Díaz, tudo começou num mau passe do central famalicense Patrick William à saída da sua área, Soares interceptou a bola, passou para Luis Díaz, o internacional colombiano combinou com Corona recebeu de volta o passe do mexicano e rematou para o fundo das redes do Famalicão.

Sem mais nada a registar durante o primeiro tempo, em resumo o FC Porto assumiu desde o apito inicial o jogo, pressionando alto em toda a largura, remetendo o Famalicão à sua zona defensiva, a equipa de João Pedro Sousa só por intermédio de Fábio Martins criou uma clara oportunidade de golo durante o primeiro tempo negado por Marchesín, os dragões focaram o seu jogo maioritariamente pelo corredor direito, criaram variadíssimas situações de perigo, onde o guardião do Famalicão este em destaque ao defender quase todos os remates na direção da sua baliza, exceção feita ao remate de Luis Díaz que deu a vantagem ao FC Porto, certamente que os cerca de 48 mil adeptos presentes no Dragão gostaram da primeira parte.

Na segunda parte o FC Porto continuou à procura do segundo golo, logo aos quarenta e oito minutos Corona teve tudo para aumentar a contagem, depois de um cruzamento de Manafá pelo corredor esquerdo para a área, Uribe recebeu a bola e desmarcou o mexicano que à vontade rematou ao lado da baliza de Defendi, Corona estava livre de marcação mas o remate saiu torto.

O jogo foi mais faltoso comparativamente à primeira parte, nesta altura Fábio Veríssimo já tinha exibido o cartão amarelo ao central Patrick William.

Perto do primeiro quarto de hora da segunda parte duas oportunidades de rajada para os azuis e brancos, primeiro por Corona após um cruzamento da esquerda efetuado por Luis Díaz apareceu na zona de penalty, rematou de primeira com a bola a sair junto ao poste direito da baliza de Defendi, e depois de imediato na jogada seguinte foi a inversão de papéis, Corona cruzou do lado direito do ataque portista para a área dos minhotos e Luis Díaz cabeceou por cima.

João Pedro Sousa fez dupla alteração no seu conjunto, entraram Nico Schiappacasse e Uros Racic para as saídas de Anderson e Guga.

Minuto setenta e dois os portistas marcaram o segundo golo por Soares, o avançado brasileiro a ganhar a bola no meio campo após um mau passe do lateral Lionn, correu solto de marcação em direção à área do Famalicão rematou contra o central Pérez a bola sobrou novamente para o avançado portista, contornou Defendi e empurrou a bola para o fundo da rede.

O técnico do Famalicão esgotou as alterações com a entrada de Diogo Gonçalves para o lugar de Pedro Gonçalves, Sérgio Conceição também mexeu no seu onze com duas alterações a dez minutos dos noventa, saíram Manafá e Luis Díaz, entraram Alex Telles e Nakajima.

A quatro minutos dos noventa Fábio Silva entrou para substituir Soares e ainda acabaria por marcar o terceiro dos dragões três minutos após ter entrado estreando-se assim a marcar na primeira liga.

Em resumo o FC Porto venceu de forma tranquila o Famalicão por 3-0 num jogo de sentido único dominado pelos portistas que fizeram dezanove remates contra cinco e obtiveram praticamente 60% de posse de bola.

Com este resultado o FC Porto assume a liderança da liga a par do Benfica que também venceu nesta jornada o Tondela por 1-0, já o Famalicão deixa a liderança e passa para terceiro na tabela classificativa.


VEJA AQUI O RESUMO DO JOGO:

VEJA AINDA:

BENFICA SOFRE PRIMEIRA DERROTA NA ‘CHAMPIONS’ AO SER GOLEADO PELO BAYERN DE MUNIQUE

Lusa

FC PORTO BATE AC MILAN E ESTREIA-SE A VENCER NA LIGA DOS CAMPEÕES

Lusa

SPORTING ESTREIA-SE A VENCER NA LIGA DOS CAMPEÕES NO ESTÁDIO DO BESIKTAS

Lusa

JORGE JESUS: ‘UM BENFICA PERFEITO PODE DISCUTIR O JOGO COM O BAYERN’

Lusa

FIFA REÚNE-SE COM SELECIONADORES PARA DISCUTIR CALENDÁRIO E MUNDIAL DE DOIS EM DOIS ANOS

Lusa

BENFICA BATE TROFENSE NO PROLONGAMENTO E SEGUE EM FRENTE NA TAÇA DE PORTUGAL

Lusa