Connect with us

SOCIEDADE

PROFESSORES: “SEM AVALIAÇÕES NÃO HÁ FÉRIAS”

O Ministério da Educação enviou hoje orientações às escolas para que concluam as avaliações finais dos alunos “impreterivelmente até 26 de julho”, pedindo aos diretores escolares que apenas autorizem férias aos professores depois de entregarem as notas.

Data:

em

O Ministério da Educação enviou hoje orientações às escolas para que concluam as avaliações finais dos alunos “impreterivelmente até 26 de julho”, pedindo aos diretores escolares que apenas autorizem férias aos professores depois de entregarem as notas.

Num email enviado hoje aos diretores escolares pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), a que a Lusa teve acesso, os serviços do Ministério da Educação (ME) determinam a realização de todas as reuniões de avaliação em falta até 26 de julho, e que os diretores “apenas podem manter a autorização para o gozo de férias já marcadas” quando os professores já “tenham entregado todos os elementos de avaliação para os conselhos de turma” e “seja assegurado quórum deliberativo de um terço em cada uma das reuniões por realizar”.

O mínimo de um terço dos professores para viabilizar a realização do conselho de turma é justificado pela tutela com aplicação do Código do Procedimento Administrativo, afirmando que “os conselhos de turma são órgãos administrativos, ainda que de caráter temporário, pelo que lhes é diretamente aplicável o Código do Procedimento Administrativo”.

Ao equiparar as reuniões de avaliação a reuniões administrativas, o ME entende que se aplica a norma que prevê que a partir da segunda reunião baste a presença de um terço dos professores para estar reunido um quórum deliberativo.

“Estas orientações visam salvaguardar a necessidade imperiosa de assegurar o direito à avaliação dos alunos, o livre exercício das férias em tempo útil por parte dos docentes e as condições para a preparação do ano letivo”, conclui o email da DGEstE, que diz estar a responder a um “elevado número de pedidos de esclarecimento de diretores”.

A secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, explicou à Lusa que a nota hoje enviada às escolas é “uma nota sobre a gestão das férias dos docentes e não sobre greve”, não sendo aplicável aos professores que se encontram a realizar uma paralisação.

“Os professores que fazem greve, à partida não podem ir de férias, porque a greve é uma suspensão da relação laboral. Agora têm é que manifestar a sua adesão à greve, obviamente. O reporte que temos das escolas é que o que se está a passar e a dificuldade que está a haver na realização dos conselhos de turma prende-se com o exercício do direito a férias e é por isso que agora fizemos essa nota. Os professores que estão em greve, até pela suspensão do vínculo laboral, não podem pela natureza das coisas ir de férias”.

Num cenário hipotético em que numa turma ainda sem notas atribuídas todos os professores estejam em greve, Alexandra Leitão disse que nesse caso não haveria lugar ao conselho de turma, não se aplicando nenhum dos termos das orientações hoje emitidas, incluindo o prazo de 26 de julho para conclusão das avaliações, mas disse também que os dados que tem das escolas lhe permitem acreditar que essa situação não vai acontecer.

LUSA

. MUSICBOX
WEB-SUMMIT

OUVIR RÁDIO

OUVIR MÚSICA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESPORTOPublicado há 4 horas

FC PORTO VENCE NOS AÇORES E REVALIDA LIDERANÇA (vídeo)

O FC Porto soma a décima terceira vitória consecutiva. Em Ponta Delgada o porto venceu por 1-2 após estar temporariamente...

SOCIEDADEPublicado há 5 horas

HELICÓPTERO DO INEM DESPENHOU-SE EM VALONGO

Um helicóptero do INEM com quatro pessoas a bordo, sediado em Macedo de Cavaleiros estará “desaparecido”, depois das comunicações com...

REGIÕESPublicado há 7 horas

MINISTRA DA CULTURA: FOZ CÔA ‘PRECISA’ DE NOVOS PÚBLICOS

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, defendeu hoje em Vila Nova de Foz Côa que é preciso atrair novos públicos...

SOCIEDADEPublicado há 8 horas

PROFESSORES MANIFESTAM-SE CONTRA A SEGURANÇA SOCIAL

Cerca de 30 professores contratados com horários incompletos, que se dizem lesados pelos descontos para a Segurança Social, manifestaram-se hoje...

DESPORTOPublicado há 9 horas

CHAVES: NOVO TREINADOR E VELHAS DERROTAS (vídeo)

Na estreia do novo treinador Tiago Fernandes, o Chaves sofreu em casa uma nova derrota: Chaves 1 - Moreirense 2.

DESPORTOPublicado há 9 horas

VEJA AQUI OS GOLOS: CHAVES 1 – MOREIRENSE 2

Veja aqui todos os golos do Chaves 1 - Moreirense 2 (vídeo).

REGIÕESPublicado há 1 dia

CARRIS VAI INVESTIGAR O ACIDENTE DO ELÉCTRICO

A empresa rodoviária Carris vai abrir um inquérito detalhado para apurar quais as razões que levaram ao descarrilamento de um...

REGIÕESPublicado há 1 dia

LISBOA: ELÉCTRICO DESCARRILOU E PROVOCOU 28 FERIDOS LIGEIROS

As autoridades conseguiram já desencarcerar todas as vítimas do descarrilamento do elétrico da carreira 28, em Lisboa, que provocou 28...

DESPORTOPublicado há 1 dia

SANTA CLARA ACREDITA NA VITÓRIA FRENTE AO FC PORTO

O treinador do Santa Clara admitiu hoje que quer manter "identidade" da equipa para vencer o líder FC Porto este...

REGIÕESPublicado há 1 dia

AUTARQUIA DE GAIA ANUNCIA NOVA LIGAÇÃO FLUVIAL AO PORTO

Dois autocarros anfíbios, cada um orçado em um milhão de euros, vão fazer a ligação entre Crestuma e o cais...

.
LINHA CANCRO
WEB-SUMMIT
US TOP 20

AS MAIS LIDAS