RÁDIO REGIONAL
INTERNACIONAL

RUSSOS BLOQUEIAM ACESSO A WEBSITE DO CANAL DE TELEVISÃO EURONEWS

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O regulador dos meios de comunicação social russo bloqueou esta segunda-feira o acesso ao website do canal francês Euronews, um novo meio de comunicação social proibido na Federação Russa, avançam as agências de notícias locais.

O regulador Roskomnadzor bloqueou o website do canal euronews.com e a sua versão russa ru.euronews.com a pedido do Ministério Público, avançam as agências de noticias citadas pela Agence France Presse (AFP).

A razão para o bloqueio não foi especificada mas, desde a invasão à Ucrânia, o governo russo tem reforçado consideravelmente o seu controlo sobre as notícias transmitidas na Internet, uma das últimas áreas de livre expressão no país.

Muitos meios de comunicação social russos e estrangeiros, incluindo a BBC, foram proibidos de aceder à internet e as redes sociais americanas Facebook e Instagram foram esta segunda-feira declarados “extremistas” por um tribunal de Moscovo, segundo a AFP, que recorda que o acesso ao Twitter também tem sido restringido.

Na semana passada, Roskomnadzor acusou o gigante americano Google e o seu serviço de vídeo YouTube de atividades “terroristas”, sendo este considerado o primeiro passo para um possível bloqueio.

Entretanto, desde o início do mês, as autoridades passaram a prever dois novos crimes: um por divulgar informações “desacreditando” o exército russo e outro por divulgar informações “falsas” sobre as tropas russas.

Esta última infração implica penas até 15 anos de prisão e é particularmente preocupante para os opositores e meios de comunicação independentes, que receiam ser processados por reportagens realizadas sobre a guerra que começou a 24 de fevereiro.

VEJA AINDA:

UCRÂNIA: PORTUGAL VAI RECONSTRUIR ESCOLAS NA REGIÃO DE JITOMIR

Lusa

UCRÂNIA: PELO MENOS 343 CRIANÇAS MORRERAM NA SEQUÊNCIA DA INVASÃO RUSSA

Lusa

PUTIN RESPONDE À NATO E SOBRE A UCRÂNIA ASSEGURA QUE ‘NADA MUDOU’ – GUERRA

Lusa

RÁDIO: ‘DISTRIBUIÇÃO ASSIMÉTRICA’ NAS VÁRIAS REGIÕES DO PAÍS, DIZ A ERC

Lusa

KIEV SAÚDA ‘POSIÇÃO LÚCIDA’ DA NATO SOBRE A RÚSSIA

Lusa

UCRÂNIA PODE CONTAR COM APOIO DA NATO ‘O TEMPO QUE FOR NECESSÁRIO’ – STOLTENBERG

Lusa