RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

UNIVERSIDADE LANÇA PROJECTO PARA DINAMIZAR O TEMPO LIVRE DE IDOSOS

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O Instituto de Educação da Universidade do Minho (UMinho) criou a “Rede Aproximar”, para ajudar ‘online’ a otimizar os tempos livres dos idosos, estimulando as suas capacidades físicas e intelectuais e a interação social, anunciou hoje aquela academia.

Em comunicado, a UMinho sublinha que a iniciativa, disponível em facebook.com/projeto.rede.aproximar, pretende contribuir para o bem-estar biopsicossocial e espiritual da população idosa em Portugal, “cuja situação de isolamento e solidão se agravou com a pandemia” de covid-19.

A equipa de trabalho mobiliza o Centro de Investigação em Educação, o Núcleo de Estudantes de Educação e o mestrado em Educação – área de especialização em Educação de Adultos e Intervenção Comunitária.

A intervenção socioeducativa e comunitária prevista inclui quatro campos: estimulação cognitiva, estimulação motora, educação ao longo da vida e cultura, arte e tradição.

Há, por exemplo, dicas para evitar o stress e a ansiedade ou para prevenir quedas, mas também se descobre canções para relaxar, se completa provérbios ou sopas de letras, se testa a destreza de movimentos e se faz uma visita virtual a um museu ou monumento.

Ao fim de semana, há um desafio ligado à temática dos dias anteriores.

“Estamos a trabalhar a partir dos contextos da experiência de vida dos idosos, atendendo às características dos seus comportamentos e atitudes e procurando ir ao encontro dos seus interesses, necessidades, motivações e expectativas”, contextualiza Maria Conceição Antunes, coordenadora do projeto e professora do Instituto de Educação, citada no comunicado.

O projeto procura contemplar as vertentes consideradas essenciais a um envelhecimento bem-sucedido.

Maria Conceição Antunes frisa que aquela população “precisa muito de ser ouvida, de diálogo, de descobrir ou redescobrir as suas capacidades e de encontrar novos objetivos que permitam ressignificar o sentido da vida”.

Sublinha que as atividades propostas na “Rede Aproximar” implicam que o idoso seja um “ator” direto e não um espetador passivo.

“A pessoa idosa não vai olhar para elas como mera espetadora da TV, pois são ferramentas que apelam ao seu envolvimento e participação, que cada um seja ator e até o protagonista neste processo de co-construção de novas aprendizagens, de manutenção e teste de capacidades motoras e mentais e de estabelecimento de novas relações interpessoais”, explica.

Está em curso a divulgação da iniciativa junto de estruturas residenciais para idosos, centros de dia, centros de convívio e oficinas seniores, para sensibilizar estas instituições a envolverem os seus técnicos e utentes nas atividades propostas, a partilharem conteúdos da “Rede Aproximar” e a promoverem a infoinclusão.

Em simultâneo, a equipa do projeto prepara estratégias para sensibilizar familiares de idosos sós.

“O isolamento social e a solidão a que uma avó está sujeita pode diminuir com uma simples videochamada do neto a ajudar no procedimento de como ela pode seguir a ‘Rede Aproximar’”, diz Maria Conceição Antunes, admitindo que a infoexclusão dos idosos constitui uma “barreira complexa” no caminho do projeto.

Este projeto nasceu após um apelo da Reitoria da UMinho para a sua comunidade criar plataformas de apoio à sociedade perante a covid-19.

“Pensámos nos idosos, que têm várias frentes de fragilidade e cujo isolamento e solidão são muito desconhecidos e que pioraram no período da pandemia, pois os próprios familiares deixaram de visitá-los na sua casa ou no lar”, remata a responsável do projeto.

De acordo com o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde DGS), Portugal contabiliza 1.089 mortos associados à covid-19 em 26.182 casos confirmados de infeção.

Portugal entrou domingo em situação de calamidade, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

VEJA AINDA:

COVID-19: UNIVERSIDADE DE COIMBRA AVALIA REAÇÕES EMOCIONAIS DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Lusa

CINCO DISTRITOS EM ALERTA AMARELO DEVIDO À CHUVA, NEVE E AGITAÇÃO MARÍTIMA

Lusa

PORTO: FEIRA DO CERCO VAI ENCERRAR DEFINITIVAMENTE

Lusa

AÇORES: MAU TEMPO CAUSOU PREJUÍZOS DE QUATRO MILHÕES NA REDE VIÁRIA

Lusa

VILA NOVA DE GAIA: FESTEJOS ALUSIVOS AO NATAL E ANO NOVO CANCELADOS

Lusa

AVEIRO: EX-BANCÁRIO JULGADO POR SE APROPRIAR DO DINHEIRO DE CLIENTES DO BANCO

Lusa

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme
salt likit