REGIÕES

VALPAÇOS: AUTARCA RECLAMA RESERVATÓRIO DE ÁGUA PARA COMBATE A INCÊNDIOS

O presidente da Câmara de Valpaços disse ter ficado provada a falta de um reservatório de água no concelho, depois de constatada a escassez de pontos de água no combate ao incêndio que deflagra desde sexta-feira no município.

“Sabemos das dificuldades que há no concelho de Valpaços, tanto assim, que tenho vindo a reivindicar um pequeno reservatório de água que serviria para o setor agrícola, mas também para proteger as populações”, afirmou Amílcar Almeida.

O presidente da autarquia do distrito de Vila Real falava aos jornalistas na freguesia de Ervões, onde está instalado o centro móvel de operações.

Dada a necessidade de um reservatório de água, o autarca declarou que, “brevemente”, irá submeter o projeto a uma candidatura, devendo ficar localizado entre os concelhos de Valpaços e Vila Pouca de Aguiar, ambos no distrito de Vila Real.

No combate às chamas ficou “bem vincado” a falta deste reservatório, considerou Amílcar Almeida, frisando que os meios demoravam muito tempo entre o ir e regressar do abastecimento.

“Esse fator atrasou o combate e permitiu a progressão do fogo”, considerou.

Os meios aéreos foram abastecer ao concelho de Montalegre, a cerca de 43 quilómetros de Valpaços, o que atrasou o combate ao fogo, adiantou, referindo que os prejuízos são “muito avultados” no setor primário.

Dizendo haver grandes plantações de soutos, olivais e vinhas na região, o autarca fala em destruição de hectares de culturas e garantiu o levantamento dos danos nos próximos dias.

“O cenário é muito triste”, afirmou, elogiando o trabalho dos operacionais no terreno.

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o fogo estava, pelas 01:30, a ser combatido por 404 bombeiros apoiados por 124 viaturas.

Durante a tarde de sexta-feira, o combate às chamas envolveu seis meios aéreos.

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes