Ligue-se a nós

REGIÕES

VILA REAL: CDU ALERTA PARA OS ATROPELOS AOS DIREITOS DOS TRABALHADORES

A candidatura da CDU à Câmara de Vila Real, encabeçada por Alexandre Coelho, fez esta terça-feira campanha na zona industrial para alertar para os atropelos aos “direitos dos trabalhadores” que se intensificaram com a “desculpa da pandemia”.

Online há

em

A candidatura da CDU à Câmara de Vila Real, encabeçada por Alexandre Coelho, fez esta terça-feira campanha na zona industrial para alertar para os atropelos aos “direitos dos trabalhadores” que se intensificaram com a “desculpa da pandemia”.

“A CDU está onde sempre esteve, junto dos trabalhadores”, afirmou à agência Lusa o candidatado à presidência da Câmara de Vila Real pela coligação PCP/PEV.

A ação de campanha passou pela fábrica da Continental Advanced Antenna Portugal, instalada na zona industrial de Vila Real, que produz antenas para veículos e é uma das maiores empregadoras privadas do distrito transmontano.

A CDU aproveitou a hora de mudança de turno para distribuir o manifesto eleitoral pelos trabalhadores.

“Queremos trazer para a primeira linha aquilo com que sempre nos batemos. Com a desculpa da pandemia, grandes empresas fizeram o atropelo dos contratos de trabalho, empresas que entraram em lay-off e obrigaram trabalhadores a meterem férias”, afirmou, sem concretizar nomes de empresas.

Alexandre Coelho apontou as suas críticas “aos grandes capitais que lucram à custa do trabalhador” e deu ainda como exemplo situações em que funcionários que “não querem meter férias e tem de ir trabalhar num outro dia à escolha” da entidade patronal.

“Em dias que melhor dê jeito à empresa, no horário que melhor dê jeito à empresa e têm que vir cumprir o seu horário e tudo isso é um atropelo tremendo à democracia””, sustentou.

E afirmou ainda que a pandemia de Covid-19 “não é desculpa para haver atropelos dos direitos dos trabalhadores” e “muito menos dos seus contratos, dos lugares de trabalho e das suas funções”.

“Estamos sempre junto dos trabalhadores e é assim que iremos estar independentemente dos resultados do 26. Podem contar que a CDU continuará a lutar pelos trabalhadores”, salientou.

A zona industrial é servida pelos transportes públicos urbanos, mas, segundo o candidato, o mesmo não acontece com o Parque de Ciência e Tecnologia — Regia Douro Park, onde estão instaladas várias empresas e também o centro de vacinação contra a covid-19.

“Esse centro de vacinação é benéfico para a população, agora, não no local e nas condições em que está. O que quero dizer é que as pessoas sem transporte privado para virem tomar a sua vacina têm que pedir boleia ou vir de táxi”, afirmou.

Isto porque, acrescentou, os autocarros não passam no Regia.

“Mais grave são os trabalhadores que não podem aceitar contratos de trabalho por esse mesmo motivo. São pessoas que não têm transporte pessoal e sabem que, principalmente ao fim de semana, estão impedidos de trabalhar por turnos e de virem para cá”, salientou.

Por isso, a CDU defende a “retificação das linhas de transportes públicos no concelho e os horários também” que “não se coadunam com as necessidades da população”.

Os candidatos à presidência da Câmara de Vila Real nas eleições autárquicas de domingo são Rui Santos, atual presidente que se recandidata pelo PS, Luís Tão (PSD/CDS-PP/Aliança), Luís Santos (BE), Alexandre Coelho (CDU) e Sérgio Ramos (Chega).

REGIÕES

POLÍCIA MARÍTIMA E ACT FISCALIZARAM BARCOS ENTRE MATOSINHOS E PÓVOA DE VARZIM

Treze embarcações de pesca costeira foram fiscalizadas hoje numa ação de fiscalização conjunta da Polícia Marítima e Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), entre a Póvoa de Varzim e Matosinhos, anunciou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Online há

em

Treze embarcações de pesca costeira foram fiscalizadas hoje numa ação de fiscalização conjunta da Polícia Marítima e Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), entre a Póvoa de Varzim e Matosinhos, anunciou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Na ação, que teve ainda a colaboração da Unidade de Controlo Costeiro e de Fronteiras (UCCF) da GNR, cujo objetivo principal era “fiscalizar as condições exigidas aos marítimos para o exercício da atividade a bordo das embarcações, (…) foram elaborados onze autos de notícia pela Polícia Marítima”, assinala o comunicado.

Segundo a AMN, os processos foram levantados “devido ao embarque de marítimos sem constar no rol de tripulação, assim como a infrações com a lotação mínima de segurança e falta de habilitação legal, especialmente por não marítimos, para o exercício da atividade da pesca”.

“Foi ainda relevante a verificação das condições de trabalho a bordo, tendo sido efetuadas inúmeras notificações por parte dos elementos da ACT, relacionadas com procedimentos documentais por regularizar. Foi também efetuada a verificação do cumprimento jurídico de entrada e permanência de estrangeiros no território nacional, por parte da UCCF, não tendo sido identificadas quaisquer irregularidades”, prossegue a nota de imprensa.

LER MAIS

REGIÕES

LOURES: AUTARQUIA QUER CONSTRUIR 152 CASAS A PREÇOS CONTROLADOS ATÉ 2026

A Câmara Municipal de Loures pretende construir 152 habitações a preços controlados até 2026 na freguesia de Camarate, num investimento de 22 milhões de euros, disse esta segunda-feira à agência Lusa a vice-presidente da autarquia.

Online há

em

A Câmara Municipal de Loures pretende construir 152 habitações a preços controlados até 2026 na freguesia de Camarate, num investimento de 22 milhões de euros, disse esta segunda-feira à agência Lusa a vice-presidente da autarquia.

É um dos conjuntos habitacionais que nós, neste momento, temos a candidatura submetida ao IHRU [Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana] e que aguardamos a sua aprovação”, explicou à agência Lusa a vice-presidente e também vereadora com o pelouro da Habitação na Câmara Municipal de Loures, Sónia Paixão (PS).

A autarca referiu que a construção deste conjunto habitacional, financiada ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), ficará situada na proximidade da via rodoviária Eixo Norte/Sul, sendo constituído por oito blocos, com quatro pisos, num total de 16 edifícios e 152 habitações.

Em termos de tipologias, o projeto prevê a construção de 56 T1, 45 T2, 48 T3 e quatro T4. Relativamente a prazos, Sónia Paixão estimou que o início das obras ainda ocorra durante este ano e a conclusão em 2026, num investimento previsto de 22 milhões de euros.

Nós, num conjunto global de candidaturas que apresentamos ao IHRU, apontamos para a construção de mais de 420 novos fogos, para além da reabilitação que anda na ordem dos 1.011 fogos. É o nosso objetivo na concretização da Estratégia Local de Habitação”, sublinhou.

Ainda em matéria de habitação, a autarca afirmou que o município de Loures “está a utilizar todas as ferramentas disponíveis para aumentar a oferta pública”, mas que também está comprometido em prevenir a construção de mais núcleos precários.

“Não podemos de maneira nenhuma compactuar com situações de ilegalidade. Nos núcleos em que sabemos que ainda existem núcleos de construção de grande fragilidade temos feito um acompanhamento e uma monitorização dos mesmos, para que não cresçam”, apontou.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO
A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
FAMALICÃO X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X VIZELA




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
AROUCA X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X BENFICA




RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% INSPIRATION


WEBRADIO 100% DANCE

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL
NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS