INTERNACIONAL

YOUTUBE FECHA CANAL DA COREIA DO NORTE

O YouTube fechou o canal de propaganda da Coreia do Norte no seu site, enquanto os Estados Unidos procuravam sanções mais fortes contra Pyongyang após os seus recentes testes nucleares e de mísseis.

O encerramento do Uriminzokkiri, que costumava publicar vídeos exaltando os programas nucleares e de mísseis da Coreia do Norte ou elogiando o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, foi confirmado neste sábado.

“Esta conta foi fechada por violar as regras da comunidade do YouTube”, informava a plataforma de vídeos.

O YouTube não explicou o motivo exato para fechar a conta, nem por quanto tempo vai continuar fechada.

Investigadores académicos recorrem a vídeos oficiais do canal, em que são exibidos lançamentos de mísseis ou Kim Jong-Un visitando fábricas, para tentar entender os progressos do país nos seus programas de armamentos.

“O acompanhamento e a reconstrução digital de acontecimentos será mais complicada agora que a conta foi eliminada”, declarou o analista de imagens de satélite baseado em Washington Scott Lafoy ao site NK News.

O canal cumpria um papel de propaganda para a Coreia do Norte. As redes sociais do Uriminzokkiri, no entanto, continuavam ativas este sábado.

Esta não é a primeira vez que o YouTube toma ações contra a propaganda norte-coreana. Em novembro de 2016, a plataforma de vídeos fechou o canal Korean Central TV1, propriedade do Estado norte-coreano. Outros canais, como Chosun TV, NK Propaganda e KCTV Stream, também foram fechados, segundo o NK News.

VEJA AINDA:

ISABEL DO SANTOS E MARIDO FORAM ALVO DE RELATÓRIOS SOBRE ATIVIDADES SUSPEITAS EM 2013 NOS EUA

Lusa

PROGRAMA ALIMENTAR MUNDIAL ALERTA QUE A FOME ATINGIU O MAIOR NÚMERO DE SEMPRE

Lusa

FIFA ESTIMA PREJUÍZOS DE 12 MIL MILHÕES E LANÇA APOIOS ÀS FEDERAÇÕES

Lusa

RUI VITÓRIA: AL NASSR VENCEU A ‘LIGA DOS CAMPEÕES’ ASIÁTICA

Lusa

ORGANIZAÇÕES PEDEM À ONU QUE INVESTIGUE VIOLAÇÕES DOS DIREITOS HUMANOS NA CHINA

Lusa

PAQUISTÃO PROÍBE TINDER E MAIS QUATRO APLICAÇÕES DE ENCONTROS POR CONTEÚDO IMORAL

Lusa