NACIONAL

ACIDENTES: EM 2019 MENOS MORTOS E MAIS FERIDOS GRAVES NAS ESTRADAS

O número de mortos nas estradas diminuiu 7% no ano passado em relação a 2018, totalizando 472, mas os acidentes rodoviários e os feridos graves aumentaram, revelou hoje a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Os dados provisórios da sinistralidade e fiscalização rodoviária de 2019 dizem respeito a Portugal Continental e às vítimas mortais cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.

Em conferência de imprensa para apresentação do balanço provisório, o presidente da ANSR, Rui Ribeiro, avançou que em 2019 foram registadas 472 vítimas mortais, menos 36 do que em 2018 (menos 7%), e “em linha com o valor registado em 2015”.

Segundo a ANSR, 2.288 pessoas ficaram gravemente feridas no ano passado, mais 147 do que em 2018 (mais 3%), registando-se também um aumento de 2% (mais 2.664) do número de acidentes rodoviários, num total de 135.063.

Os dados indicam que, tanto os acidentes como os feridos graves, estão a aumentar desde 2014.

De acordo com a ANSR, os feridos ligeiros também aumentaram 3% (mais 1.569) em 2019, quando se registaram 42.925.

VEJA AINDA:

LEIRIA: CHOQUE DE COMBOIO COM AUTOMÓVEL PROVOCA UM MORTO

Lusa

SOURE: DESCARRILAMENTO DE ALFA PENDULAR FAZ DOIS MORTOS E SETE FERIDOS

Lusa

COVID-19: OMS PEDE CAUTELA NO REGRESSO DAS VIAGENS E DIZ QUE NÃO HÁ ‘RISCO ZERO’

Lusa

OMS RELEMBRA AOS JOVENS QUE ‘NÃO SÃO INVENCÍVEIS’ E PODEM MORRER COM O COVID-19

Lusa

COIMBRA: DESQUALIFICAÇÃO DA URGÊNCIA DOS COVÕES CONFIGURA DESOBEDIÊNCIA – ORDEM DOS MÉDICOS

Lusa

ÉVORA: UNIVERSIDADE ESTUDA IMPACTO DO COVID-19 NA ALIMENTAÇÃO

Lusa