Ligue-se a nós

DESPORTO

BENFICA: OITO ANOS DEPOIS O “CASO DOS VAUCHERS” A ÁRBITROS FOI ARQUIVADO

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) decidiu arquivar o processo dos vouchers, que englobava a Benfica SAD, entre os arguidos, oito anos depois de Bruno de Carvalho, então presidente do Sporting, denunciar o caso.

Online há

em

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) decidiu arquivar o processo dos vouchers, que englobava a Benfica SAD, entre os arguidos, oito anos depois de Bruno de Carvalho, então presidente do Sporting, denunciar o caso.

“O princípio constitucional da legalidade, também consagrado no artigo 1.º do Código do Processo Penal (CPP), prevê que não há crime nem pena sem lei. Perante o princípio da não aplicação retroativa da lei penal, será forçoso concluir que não é possível imputar a quem quer que seja o crime de oferta ou recebimento indevido de vantagem no desporto, não se deduzindo, assim, acusação por este crime e determinando-se o arquivamento do processo”, refere o despacho da decisão do DCIAP, ao qual a agência Lusa teve acesso.

O caso dos vouchers decorreu de declarações protagonizadas pelo então presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, em 5 de outubro de 2015, num programa televisivo da TVI, sobre ofertas efetuadas pelo Benfica aos elementos das equipas de arbitragem em todos os jogos, que poderiam atingir um valor global por temporada a rondar os 250.000 euros.

“Assim sendo, nos presentes autos não se logrou recolher indícios suficientes relativos à prática dos crimes de corrupção passiva e ativa, ao que acresce que não se vislumbram outras diligências probatórias úteis e com relevância para a descoberta da verdade que conduzam a outro resultado”, frisa o DCIAP.

O processo tinha como arguidos a Benfica SAD, para além de Rui Costa e de Luís Filipe Vieira, atual e anterior presidentes do clube, respetivamente, dos então administradores Domingos Soares de Oliveira e José Eduardo Moniz e do antigo assessor jurídico Paulo Gonçalves.

Publicidade

Em junho de 2018, o Benfica anunciou que o Comité de Apelo da UEFA tinha rejeitado o recurso apresentado pelo Sporting, confirmando as decisões anteriormente tomadas de forma gradual, no âmbito da justiça desportiva, por parte da Comissão de Instrutores (CI) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e ainda do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD).

Publicidade
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

DESPORTO

SC BRAGA: JOÃO MARQUES É NOVO REFORÇO POR 3,5 MILHÕES

João Marques, do Estoril Praia, vai ser jogador do Sporting de Braga a partir da próxima temporada por 3,5 milhões de euros, revelou hoje o clube minhoto, quarto classificado da I Liga de futebol.

Online há

em

João Marques, do Estoril Praia, vai ser jogador do Sporting de Braga a partir da próxima temporada por 3,5 milhões de euros, revelou hoje o clube minhoto, quarto classificado da I Liga de futebol.

A esse valor, por 100 por cento do passe, poderá acrescer um milhão de euros mediante objetivos individuais, sendo que os estorilistas reservam ainda 10 por cento da mais-valia de uma futura transferência do jogador.

João Marques, que cumpre 22 anos dentro de poucos dias, permanecerá no Estoril Praia até ao final da presente época, integrando o plantel dos ‘arsenalistas’ no arranque da próxima temporada (2024/25).

Internacional sub-21 por Portugal, o médio ofensivo assina um contrato válido por cinco épocas (até 2029), tendo sido fixada uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros.

Formado no Sporting, Barreirense, Vitória de Setúbal e Estoril Praia, João Marques soma 28 jogos esta época, seis golos e cinco assistências.

Publicidade
LER MAIS

DESPORTO

SL BENFICA: PETAR MUSA DEIXA PORTUGAL E SEGUE PARA O FC DALLAS (EUA)

O avançado internacional croata Petar Musa está de saída do Benfica, depois de época e meia ao serviço das ‘águias’, para reforçar a equipa de futebol dos norte-americanos do FC Dallas, informaram hoje os dois clubes.

Online há

em

O avançado internacional croata Petar Musa está de saída do Benfica, depois de época e meia ao serviço das ‘águias’, para reforçar a equipa de futebol dos norte-americanos do FC Dallas, informaram hoje os dois clubes.

“O Sport Lisboa e Benfica informa que chegou a acordo com o FC Dallas, dos Estados Unidos, para a transferência a título definitivo do futebolista Musa”, referem os ‘encarnados’ no seu site oficial.

Apesar de nenhum dos clubes revelar os valores envolvidos no negócio, a comunicação social portuguesa e internacional adianta que a saída de Petar Musa, de 25 anos, deverá render ao Benfica uma verba na ordem dos 10 milhões de euros (ME), mais três em variáveis, sendo que o emblema da Liga norte-americana (MLS) refere que se trata de “uma transferência recorde”.

Através da sua página oficial na Internet, o FC Dallas informou ainda que o ponta de lança croata assinou contrato até 2027, com a possiblidade de prolongar o vínculo por mais um ano.

O futebolista croata, que pelo Benfica venceu a I Liga (2022/23) e a Supertaça (2023), chegou à Luz na última época, proveniente do Boavista, num negócio que terá custado 6,5 ME, segundo o relatório e contas dos ‘encarnados’.

Publicidade

Sem nunca se afirmar verdadeiramente como primeira opção, Musa participou em 41 jogos na época de estreia pelas ‘águias’, apenas cinco dos quais a titular, e marcou 12 golos e fez quatro assistências.

Já esta temporada, igualmente muitas vezes a sair do banco, o avançado participou em 25 jogos (nove como titular), marcou seis golos e fez duas assistências.

Com a contratação, neste mercado de janeiro, do avançado brasileiro Marcos Leonardo (ex-Santos), num plantel que conta ainda com Arthur Cabral e Casper Tengstedt, o croata perdeu ainda mais espaço.

Além de Marcos Leonardo, o Benfica reforçou o plantel com o lateral espanhol Álvaro Carreras e os extremos argentinos Benjamín Rollheiser e Gianluca Prestianni.

Além de Musa, saíram os defesas João Victor, contratado pelo Vasco da Gama, e David Jurásek, cedido ao Hoffenheim, o médio Chiquinho saiu para o Olympiacos e o extremo Gonçalo Guedes, que estava cedido pelo Wolverhampton, rumou ao Villarreal.

Publicidade
LER MAIS

MAIS LIDAS