REGIÕES

BRAGANÇA: SOBE PARA SEIS O NÚMERO DE MORTES NOS LARES DA MISERICÓRDIA

O número de óbitos nos lares da Santa Casa da Misericórdia de Bragança subiu para seis com a morte de mais uma idosa de 94 anos que testou positivo no surto de coronavírus, informou hoje a instituição.

Esta é a segunda morte registada na Misericórdia de Bragança no dia de hoje, em que foram conhecidos os resultados finais dos cerca de 700 testes realizados a utentes e trabalhadores das diferentes respostas sociais, sem mais nenhum caso positivo entre os utentes.

De acordo com José Fernandes, porta-voz e membro da direção o surto ficou circunscrito aos três lares onde se registou um total de 132 casos de infeção, a maioria entre os idosos, concretamente 102, seis dos quais morreram, e 30 trabalhadores.

Os óbitos registados até agora dizem todos respeitos a mulheres com idades entre os 78 e os 95 anos.

Entre os utentes que testaram positivo há oito que estão internados no hospital de Bragança.

Os utentes que deram negativo para infeção pelo novo coronavírus vão ser testados novamente, a começar pelo 21 que foram transferidos para um hotel da cidade, segundo a instituição.

Para ajudar a colmatar a falta de recursos humanos devido às quarentenas e isolamento profilático de alguns funcionários, permanecem na instituição a brigada de intervenção rápida e uma equipa de quatro médicos e três enfermeiros disponibiliza pela Unidade Local de saúde (ULS) do Nordeste.

A Misericórdia de Bragança é a maior instituição social e um dos maiores empregadores do Nordeste Transmontano e é também aquela onde ocorreu o maior surto de infeção pelo novo coronavírus na região, desde o início da pandemia.

O distrito de Bragança regista um total de mais de 900 casos de infeção confirmados e 36 mortes associadas à covid-19, desde março.

VEJA AINDA:

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

APLICAÇÃO STAYAWAY COVID ALVO DE PROVIDÊNCIA CAUTELAR

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

INVESTIGADORES ALERTAM: A IMUNIDADE DE GRUPO É UMA ESTRATÉGIA PERIGOSA

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes