Connect with us

REGIÕES

BRAGANÇA: TRIBUNAL CONDENA MÉDICA E ULS DO NORDESTE

O Tribunal atribuiu uma indemnização de 309 mil euros no caso de um parto realizado há 15 anos na maternidade de Mirandela, no distrito de Bragança, em que a criança nasceu com paralisia cerebral.

Datas:

em

O Tribunal atribuiu uma indemnização de 309 mil euros no caso de um parto realizado há 15 anos na maternidade de Mirandela, no distrito de Bragança, em que a criança nasceu com paralisia cerebral.

Os pais pediam uma indemnização nunca inferior a 778 mil euros, mas o tribunal fixou o valor em 309 mil acrescido de juros de moral a pagar pela Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, a obstetra que fez o parto e a companhia de seguras da médica, conforme a sentença divulgada esta quinta-feira pela imprensa.

Contactada pela Lusa, a ULS do Nordeste não comenta a decisão de que ainda pode recorrer para o Tribunal Central Administrativo. O pai da criança, Mário Damasceno, considerou, em declarações à Lusa que “foi resposta alguma justiça, mas nada paga ter um filho 15 anos numa cama”.

O caso remonta a Fevereiro de 2003, quando o Gonçalo nasceu na maternidade de Mirandela, entretanto encerrada, com paralisia cerebral e uma incapacidade de 95%, depois de um parto que se prolongou por várias horas até à chegada da médica que estava de serviço e que se ausentou. A obstetra veio a ser condenada, em 2010,a três anos de prisão com pena suspensa e, dois anos depois, os pais da criança pediram uma indemnização no Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela.

A SENTENÇA:

A sentença foi proferida a 20 de Fevereiro e, além da indemnização de 309 mil euros por danos morais e patrimoniais obriga também os réus a pagaram despesas para adaptação da casa à condição do Gonçalo, obras que ainda não foram realizadas. A sentença obriga a pagar solidariamente a ULS do Nordeste, a obstetra e a companhia de seguros da médica, sendo que esta última só está obrigada até ao máximo de 125 mil euros, o valor do prémio contratado.

O pedido de indemnização foi feito em nome dos pais e do filho, mas o tribunal entendeu haver danos a reparar apenas em relação ao filho e não aos pais.

Mário Damasceno espera que “agora não demore muito mais tempo”, já que esta decisão do tribunal Administrativo de Mirandela só é passível de mais um recurso para o Central.

O pai disse à Lusa que, depois dos vários desfechos judiciais, aguarda também pela decisão da Ordem dos Médicos em relação à conduta disciplinar da obstetra.

Mário Damasceno apontou que a indemnização irá permitir dar melhores condições ao filho, nomeadamente permanências mais prolongadas numa instituição da zona do Porto dedicada a casos como o do Gonçalo, e onde atualmente só pode ficar os 90 dias por ano comparticipados pelo Estado.

Este processo arrasta-se nos tribunais há vários anos. A primeira queixa apresentada pelos pais foi arquivada pelo Ministério Público por falta de provas.

O processo foi reaberto depois de a Inspeção-geral da Saúde ter punido a médica com 90 dias de suspensão por se ter ausentado da maternidade.

Os pais da criança apresentaram nova queixa no Tribunal de Mirandela, mas o juiz que conduziu a instrução entendeu não haver matéria para levar a médica e a enfermeira que assistiram o parto a julgamento.

O Tribunal da Relação do Porto contrariou a decisão anterior, mandando que a médica fosse julgada pelo crime de recusa de médico, pelo qual foi condenada a três anos de prisão com a pena suspensa, em 2010.

Em 2012, os pais avançaram com o pedido de indemnização que foi agora julgado parcialmente procedente pelo Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela.

PUBLICIDADE
OUVIR A RÁDIO REGIONAL AQUI
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE O SEU COMANTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado.

PUBLICIDADE LINHA CANCRO

OUVIR RÁDIO

OUVIR MÚSICA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESPORTOPublicado há 4 horas

SETÚBAL: O PORTO VENCEU … MAS NÃO CONVENCEU (VÍDEO)

O FC Porto saiu vitorioso da visita à casa do Vitória de Setúbal. Aboubakar e Sérgio Oliveira fixaram o resultado...

DESPORTOPublicado há 1 dia

NOITE DE “XEQUE-MATE” TRANSMONTANO NO XADREZ DO BESSA (vídeo)

GD Chaves faz "xeque-mate" ao Boavista no xadrez do Bessa. Com esta derrota o Boavista soma apenas 4 pontos em...

REGIÕESPublicado há 1 dia

GAIA: TRABALHADORES DA ESCOLA INÊS DE CASTRO EM GREVE

Os assistentes operacionais da Escola Secundária Inês de Castro, concelho de Vila Nova de Gaia, fizeram esta sexta-feira uma hora...

SOCIEDADEPublicado há 1 dia

ENFERMEIROS “AMEAÇAM” COM MAIS MAIS SEIS DIAS DE GREVE

Os sindicatos dos enfermeiros dão ao Governo até 04 de outubro para responder às suas reivindicações ou avançarão para mais...

SOCIEDADEPublicado há 1 dia

PROFESSORES ENTREGAM PRÉ-AVISO DE GREVE PARA OUTUBRO

Dez estruturas sindicais de professores entregaram hoje um pré-aviso de greve para a primeira semana de outubro, para exigir que...

SOCIEDADEPublicado há 2 dias

TRABALHADORES DA IBERSOL EM GREVE POR MELHORES SALÁRIOS

Cerca de meia centena de trabalhadores da Ibersol manifestaram-se hoje frente à sede do grupo, no Porto, contra a precariedade...

DESPORTOPublicado há 2 dias

SPORTING VENCEU QARABAG NO ARRANQUE LA LIGA EUROPA

O Sporting recebeu e venceu, esta quinta-feira, o Qarabag por 2-0 em partida da primeira jornada do grupo E da...

REGIÕESPublicado há 2 dias

TAXISTAS CONTINUAM CONCENTRADOS CONTRA A NOVA LEI

As associações que representam o setor do táxi consideraram hoje, numa comunicação aos profissionais que se encontram nos Restauradores, em...

JUSTIÇAPublicado há 2 dias

LUCÍLIA GAGO É A NOVA PROCURADORA-GERAL DA REPÚBLICA

Lucília Gago é a nova procuradora-geral da República.

SOCIEDADEPublicado há 2 dias

MARCELO DESPEDE-SE DA VIDA DE PROFESSOR

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, despediu-se hoje da "fascinante aventura" do ensino como professor universitário de direito,...

PUBLICIDADE LINHA CANCRO

AS MAIS LIDAS