Ligue-se a nós

NACIONAL

CLIENTE DENÚNCIA LOJAS ZARA

Uma adolescente catalã está a causar dores de cabeça à Zara. Anna Riera já conseguiu que duas manequins anoréticas fossem retiradas da montra de uma loja e agora quer obrigar Amancio Ortega, o dono de todo o império Inditex, a incluir roupas com tamanhos maiores nas suas lojas. Vê mais aqui. Partilha com os teus amigos !

Online há

em

CLIENTE DENUNCIA ZARA

Uma adolescente catalã está a causar dores de cabeça à Zara. Anna Riera já conseguiu que duas manequins anoréticas fossem retiradas da montra de uma loja e agora quer obrigar Amancio Ortega, o dono de todo o império Inditex, a incluir roupas com tamanhos maiores nas suas lojas.

Departamento de Marketing da Inditex: Não queremos mais manequins anoréticas“. Esta é uma das mensagens com que a jovem de 18 anos, Anna Riera, entupiu as caixas de correio de todo o império de Amancio Ortega. A jovem da localidade espanhola de Matapedera está a organizar uma série de diligências através do portal Changes.org, insistindo que a empresa tem de adaptar a sua roupa a quem usa tamanhos maiores.

A primeira exigência é que em todas as lojas do grupo Inditex (Zara, Massimo Dutti, Pull&Bear, Stradivarius, etc) sejam eliminados os manequins anoréticos com que Anna se deparou numa loja em Terrassa, na Catalunha. A segunda é que todos as roupas passem a ter números grandes. A iniciativa ganhou um tal mediatismo que, segundo confessou a jovem ao diário espanhol La Vanguardia, a surpreendeu: “Mas estou muito orgulhosa por poder ajudar quem se sentiu afectado por estas práticas“.

Duas cruzadas que, para Anna Riera, se sintetizam numa simples declaração de intenções: “Gostava que os mais novos também tomassem consciência de como estas práticas nos afetam, além de fazer ver que não haver tamanhos para todos é discriminatório“.

Para já, e depois de angariar cem mil assinaturas, os manequins da montra da loja de Terrassa foram retirados. Agora falta o resto. “Se queres mudar algo deves começar por algo pequeno“, sublinha Anna, que, ao contrário do que se possa pensar, não tem qualquer problema com o corpo.

Sei que ir comprar roupa é um suplício para muitas amigas“, explica-se Anna, “e não vejo que haja algum sentido em que nos definam pelo peso que temos“.

Na sua última petição, Anna, que estuda psicologia, convidou ainda o patrão da Zara, e as suas mais de duas mil lojas em todo o mundo, a refletir sobre o assunto: “Deviam desenhar roupa para pessoas, não para estereótipos“.

Publicidade

HELPO, EU CONSIGNO EU CONSIGO, IRS 2024
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

NACIONAL

PORTUGAL VAI SUSPENDER VENDA DE 111 MEDICAMENTOS GENÉRICOS

Portugal vai ter de suspender a venda e cancelar autorizações de 111 medicamentos genéricos testados pelo laboratório Synapse Labs, na Índia, após uma recomendação hoje feita nesse sentido pela Comissão Europeia aos Estados-membros da União Europeia (UE).

Online há

em

Portugal vai ter de suspender a venda e cancelar autorizações de 111 medicamentos genéricos testados pelo laboratório Synapse Labs, na Índia, após uma recomendação hoje feita nesse sentido pela Comissão Europeia aos Estados-membros da União Europeia (UE).

A lista, para Portugal, inclui 111 medicamentos de farmacêuticas como a Generis e a Sandoz, que terão se ser retirados ou cuja comercialização não deverá ser autorizada, tendo a decisão sido tomada pelo executivo comunitário após uma recomendação da Agência Europeia dos Medicamentos (EMA, na sigla inglesa).

Em causa está, segundo um comunicado do executivo comunitário, uma avaliação da EMA aos genéricos da Synapse, na sequência de um pedido da agência espanhola de medicamentos, que concluiu não haver dados ou estes serem insuficientes para “demonstrar a bioequivalência”, que acontece quando dois medicamentos libertam a mesma substância ativa no organismo ao mesmo ritmo e na mesma medida em condições semelhantes.

Bruxelas reforça que a EMA “estabeleceu que os testes efetuados pela Synapse Labs a estes medicamentos genéricos não cumpriam os requisitos rigorosos da UE para demonstrar que são equivalentes aos medicamentos de referência”.

Em acordo com os 27 Estados-membros, sublinha o comunicado, as autorizações nacionais de introdução no mercado serão suspensas até que os fabricantes possam fornecer dados válidos e fiáveis para demonstrar a equivalência, ou seja, “fornecer dados que demonstrem que os medicamentos genéricos libertam no organismo a mesma quantidade de substância ativa que os medicamentos de referência”.

A Lusa já questionou a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) para obter mais informações, mas ainda não obteve resposta.

LER MAIS

NACIONAL

SAÚDE: ELEVADA CONCENTRAÇÃO DE PÓLEN NA ATMOSFERA EM TODO O PAÍS

Todas as regiões de Portugal continental vão estar com concentrações elevadas de pólen na atmosfera, a partir de sexta-feira, segundo o boletim polínico, divulgado hoje pela Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC).

Online há

em

Todas as regiões de Portugal continental vão estar com concentrações elevadas de pólen na atmosfera, a partir de sexta-feira, segundo o boletim polínico, divulgado hoje pela Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC).

Para os arquipélagos dos Açores e da Madeira, as previsões da SPAIC apontam para concentrações baixas, com destaque dos pólenes das árvores cipreste, pinheiro, eucalipto e também das ervas gramíneas, tanchagem, urtiga e urticáceas (inclui a parietária).

As previsões até 30 de maio indicam concentrações de pólen no ar num nível elevado em Vila-Real (região de Trás-Os-Montes e Alto Douro), Porto (Entre Douro e Minho), Coimbra (Beira Litoral), Castelo Branco (Beira Interior), Lisboa (Lisboa e Setúbal), Évora (Alentejo) e em Faro (Algarve).

Na atmosfera irão predominar os grãos de pólen das árvores oliveira, pinheiro, bétula, castanheiro, sobreiro e carvalhos e das ervas gramíneas, tanchagem, quenopódio, azeda, urtiga e urticáceas (inclui a parietária).

Quando as concentrações polínicas estão elevadas, a SPAIC recomenda que se evite as atividades ao ar livre e aconselha a manterem-se fechadas as janelas do carro sempre que se viajar, para reduzir o contacto com os pólenes. Os motociclistas deverão usar capacete integral.

Em casa, a sociedade aconselha a que se mantenham igualmente fechadas as janelas quando as concentrações dos pólenes forem elevadas.

A SPAIC considera ainda que a medicação será a forma mais eficaz de combater os sintomas de alergia, aconselhando a consulta de um médico especialista de imunoalergologia para o diagnóstico correto e prescrição da medicação mais adequada e alerta que a prevenção “poderá passar pela realização de vacinas antialérgicas”.

O boletim polínico divulga todas as semanas os níveis de pólenes existentes na atmosfera, recolhidos através da leitura de postos em várias regiões do país.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS