RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

COIMBRA: NOVO BLOCO OPERATÓRIO DO IPO FICARÁ CONCLUÍDO ATÉ FINAL DO ANO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O novo bloco operatório do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra, orçado em 1,83 milhões de euros, deverá estar concluído até ao final do ano, anunciou hoje a unidade hospitalar.

O designado Bloco Operatório Periférico inclui duas salas operatórias, uma unidade de cuidados pós-anestésicos, uma sala de indução anestésica, uma zona de desinfeção, uma sala de desinfeção, vestiários, uma sala de arrumos e outra para o pessoal, parque de camas, transfer e um posto administrativo.

Segundo o IPO de Coimbra, a obra teve início na segunda-feira e representa o “lançamento da primeira pedra” da ampliação e requalificação do Edifício de Cirurgia, cujos trabalhos foram adjudicados por 27,92 milhões de euros e estão previstos para o segundo trimestre de 2021.

A instalação do Bloco Operatório Periférico visa acolher parte substancial da atividade cirúrgica durante o período da obra de ampliação e requalificação do Edifício de Cirurgia, explica a unidade hospitalar em comunicado.

“Isto porque, o atual Edifício de Cirurgia – onde atualmente funciona o bloco operatório – só poderá ser desativado depois de existir uma alternativa que garanta a continuidade da atividade cirúrgica”, salienta a nota.

Para o IPO de Coimbra, “são estes investimentos que fortalecem a confiança dos doentes e dos colaboradores, num Hospital que aposta na inovação, na modernidade e na segurança”.

O Conselho de Administração salienta ainda que se trata de “um investimento imprescindível e estruturante para o IPO de Coimbra e para a região Centro, reforçando a confiança dos doentes e profissionais num Serviço Nacional de Saúde moderno, sustentável e seguro”.

O início da construção do novo bloco operatório foi assinalado na manhã de hoje com uma cerimónia simbólica, em que participaram o secretário de Estado da Saúde, António Sales, e a presidente da Administração regional de Saúde do Centro, Rosa Reis Marques, entre outras entidades.

VEJA AINDA:

VISEU: JUDICIÁRIA DETEVE UM HOMEM SUSPEITO DE SEQUESTRAR UMA MULHER

Lusa

ESTUDO: VÍRUS MONKEYPOX TERÁ ORIGEM ÚNICA E JÁ TEM MAIS DE 50 MUTAÇÕES

Lusa

VALE DE CAMBRA: 40 ALDEIAS SEM MÉDICO DE FAMÍLIA HÁ UM MÊS

Lusa

GUARDA: AUTARQUIA ALERTA AGRICULTURES PARA ‘TEMPOS DIFÍCEIS’ DEVIDO À SECA

Lusa

PORTO: HOSPITAL DE SÃO JOÃO VACINA GRATUITAMENTE MULHERES COM RISCO DE CANCRO

Lusa

VIANA DO CASTELO: COMBOIO PASSA POR CIMA DE SEM-ABRIGO QUE ‘ESCAPA’ ILESA

Lusa