NACIONAL

CORONAVÍRUS: GOVERNO PODE REQUISITAR FÁBRICAS, OFICINAS E OUTRAS INSTALAÇÕES

O Governo pode requisitar temporariamente indústrias, fábricas, oficinas, centros de saúde ou outras instalações para garantir a saúde pública no contexto da pandemia de Covid-19, segundo um decreto governamental hoje divulgado.

Como “garantia de saúde pública”, a ministra da saúde pode emitir ordens e instruções necessárias para assegurar “o fornecimento de bens e o funcionamento de serviços nos centros de produção afetados pela escassez de produtos necessários à proteção da saúde pública”, refere o decreto do Governo já assinado pelo Presidente da República.

Também pode determinar “requisição temporária de indústrias, fábricas, oficinas, campos ou instalações de qualquer natureza, incluindo centros de saúde, serviços e estabelecimentos de saúde particulares”, estabelece o decreto do Governo que conretiza as medidas do estado de emergência devido à pandemia de Covid-19.

O decreto que regulamenta o estado de emergência no âmbito do combate à pandemia da Covid-19 foi hoje divulgado, depois de aprovado em Conselho de Ministros, e entrará em vigor às 00:00 de domingo.

VEJA AINDA:

COVID-19: MÉDICOS DE SAÚDE PÚBLICA ‘PREOCUPADOS’ COM A MORTALIDADE EM PORTUGAL

Lusa

CRISE: RECUPERAÇÃO DA ECONOMIA SERÁ MAIS LENTA EM PORTUGAL

Lusa

AVEIRO: UNIVERSIDADE ULTRAPASSA OS 500 CASOS DE COVID-19

Lusa

COVID-19: MARCELO ADMITE QUE PERÍODO DE CONFINAMENTO DURE ATÉ MARÇO

Lusa

PRESIDENCIAIS: VOTO VAI SER RECOLHIDO EM LARES, MAS IDOSOS TÊM DE SE INSCREVER NA PLATAFORMA DO VOTO ANTECIPADO

Lusa

COVID-19: PARLAMENTO NA MADEIRA COM NOVAS MEDIDAS DE COMBATE À PANDEMIA

Lusa