RÁDIO REGIONAL | PORTUGAL
seslendirme santral anons santral seslendirme

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Shell Shockers Unblocked Atari Breakout Play Snake Friv Canlı Maç Sonuçları iqoskits.com Düğün Paketleri
NACIONAL

COVID-19: INFARMED AFASTA NECESSIDADE DE TERCEIRA DOSE DE VACINA

nbsp| RÁDIO REGIONAL | PORTUGAL

O regulador nacional do medicamento afastou hoje a necessidade de reforço da vacinação contra a covid-19 com uma eventual terceira dose, no dia em que Espanha anunciou que vai avançar com a medida.

Num esclarecimento sobre a terceira dose e novos contratos de vacinas para a covid-19, o Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde refere que “a informação disponível até à data não permite concluir sobre a necessidade, e momento, de realização de reforço vacinal, prevendo-se, portanto, o esquema vacinal aprovado na Autorização de Introdução no Mercado atribuída pela Agência Europeia de Medicamentos”.

Em Portugal são administradas vacinas de unidose (Janssen) e de duas doses intervaladas (Pfizer/BioNTech, Moderna e AstraZeneca).

Espanha confirmou hoje, através da ministra da Saúde, Carolina Darias, que será administrada no país uma terceira dose, tendo sido assinados contratos com as farmacêuticas com esse fim, embora esteja por decidir quando tal sucederá.

No esclarecimento, o Infarmed ressalva, no entanto, que, em conjunto com a Direção-Geral da Saúde, está “a acompanhar os dados técnico-científicos à medida que estes se encontram disponíveis, nomeadamente visando a ponderação, no Plano de Vacinação contra a Covid-19, da eventual necessidade de doses adicionais ao esquema aprovado para algumas populações mais vulneráveis”.

O regulador acrescenta que, para “acautelar uma possível terceira dose”, bem como “o desenvolvimento de vacinas adaptadas a novas variantes” do novo coronavírus, Portugal tem “dois contratos estipulados, cujo volume de vacinas ultrapassa os 14 milhões, com os laboratórios BioNTech/Pfizer e Moderna”.

Adicionalmente, para 2023, o país contratualizou com o consórcio BioNTech/Pfizer mais de 10 milhões de vacinas.

O Infarmed salienta que, “a acrescentar aos referidos volumes, poderão ainda chegar a Portugal mais vacinas, no âmbito de futuros contratos, com algumas das vacinas ainda em avaliação” pelo regulador europeu.

VEJA AINDA:

COVID-19: ‘TASK FORCE’ APELA A DOENTES RECUPERADOS PARA SE VACINAREM

Lusa

COVID-19: GOVERNO ACABA COM RECOMENDAÇÃO DO TELETRABALHO

Lusa

COVID-19: USO DE MÁSCARAS NOS RECREIOS DAS ESCOLAS DEIXA DE SER OBRIGATÓRIO – GOVERNO

Lusa

COVID-19: CERTIFICADO DIGITAL DEIXA DE SER EXIGIDO EM RESTAURANTES E HOTÉIS

Lusa

COVID-19: HOSPITAIS DAS FORÇAS ARMADAS ACOLHERAM 1092 DOENTES

Lusa

TASK FORCE APELA A UTENTES SEM SEGUNDA DOSE DE VACINA PARA USAREM MODALIDADE ‘CASA ABERTA’

Lusa