NACIONAL

CRISE: 14 JORNAIS PEDIRAM CANCELAMENTO DO REGISTO – ERC

Mais de uma dezena de títulos pediram cancelamento de registo à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) e 18 passaram apenas a versão digital, desde janeiro, disse hoje à Lusa fonte oficial do regulador.

Questionada pela Lusa sobre quantos órgãos de comunicação social tinham pedido o seu cancelamento desde o início do ano, fonte oficial do regulador dos media disse serem 14.

“Desde 01 de janeiro de 2020 e até à presente data foram solicitados à ERC 14 cancelamentos de registos de publicações periódicas por não estarem a editar”, acrescentou a mesma fonte.

Sobre quantos é que informaram que passariam só a ser publicados em versão digital, o regulador adiantou que foram “18 alterações de suporte para apenas ‘online'”.

Em 24 de abril, no final de uma audiência com o chefe de Estado, Marcelo Rebelo Sousa, o presidente da Associação de Imprensa de Inspiração Cristã (AIC), Paulo Ribeiro, referiu que muitos “jornais migraram só para o digital”, tendo em conta a drástica queda da publicidade, na sequência do impacto da pandemia de covid-19 no setor.

Questionado na altura sobre quantos, o responsável disse serem “à volta de 30 jornais que deixaram de imprimir”, de fazer a edição impressa.

VEJA AINDA:

CRISE: RESTAURANTES QUEREM IVA A 6% PARA ‘SALVAÇÃO’ DO SETOR

Lusa

CRISE: VENDAS A RETALHO SUBIRAM NA UNIÃO EUROPEIA MAS CAÍRAM EM PORTUGAL

Lusa

CRISE: SUBSÍDIOS DE DESEMPREGO ‘DISPAROU’ 39% EM AGOSTO

Lusa

CRISE: ‘LAY-OFF’ TRADICIONAL DUPLICOU EM AGOSTO PARA MÁXIMO DE 15 ANOS

Lusa

TONDELA: 12 EMPRESAS ANUNCIAM INVESTIMENTOS DE 95 MILHÕES DE EUROS

Lusa

AÇORES: EMPRESÁRIOS QUEREM LAY-OFF SIMPLIFICADO NO TURISMO

Lusa