Connect with us

MAGAZINE

ENXAQUECA ? VEJA COMO LIDAR COM AS EXAQUECAS

As enxaquecas afectam sobretudo as mulheres, e neste Dia Europeu da Enxaqueca relembramos aqui como lidar com esta patologia.

RÁDIO REGIONAL

Data:

em

Esta quarta-feira, dia 12 de setembro, assinala-se o Dia Europeu da Enxaqueca, maleita que afeta sobretudo as mulheres. Segundo um estudo publicado este ano no Atlas da Saúde, o problema pode reduzir a nossa produtividade em 50% e ainda roubar uma semana de trabalho por mês.

Mais: estima-se ainda que a enxaqueca custe, por ano, 27 mil milhões de euros à Europa e 20 mil milhões de dólares aos Estados Unidos. Isto incluindo “custos indiretos” tais como a perda de produtividade.

O estudo internacional analisou 11 mil pessoas de 31 países, numa amostra constituída tanto por homens como por mulheres, sendo que as mulheres têm mais possibilidade de padecer da doença devido a questões hormonais.

Que sintomas podem estar associados à enxaqueca e quais as consequências?

A enxaqueca é uma doença neurológica que pode ter crises de gravidade variável e sintomas que incluem: dor de cabeça, náuseas, vómitos e sensibilidade à luz.

Os dados acabaram mesmo por revelar que a enxaqueca reduz a produtividade no trabalho para metade e que, em média, 60% dos entrevistados referiu já ter faltado a quase uma semana de trabalho (4 a 6 dias) devido às dores.

“A enxaqueca é frequentemente subvalorizada como sendo apenas uma dor de cabeça. Estes resultados trazem uma nova perspetiva sobre uma doença invisível, ainda que debilitante”, afirmou Elena Ruiz de la Torre, que dirigiu o estudo.

O que fazer para melhorar a nossa vida?
Segundo o centro de cefaleias do Hospital da Luz, a enxaqueca é uma doença crónica e incurável e é um problema que tem um grande impacto na qualidade de vida de quem dela sofre. Mas, muitas das vezes, as pessoas que sofrem de enxaquecas não procuram cuidados médicos, desconhecendo que existem tratamentos eficazes para diminuir os seus sintomas.

Procurar um médico pode, de facto, melhorar a sua qualidade de vida de uma forma muito significativa. Sabia que existem vários tipos de dores de cabeça, leia-se, enxaquecas? Cada qual tem que ser tratada de acordo com a sua condição. Procure um médico caso as suas ‘dores de cabeça’ se tornem muito frequentes e agudas.

Num dia em que a enxaqueca está então no centro das atenções, decidimos relembrar as várias razões pelas quais as mulheres tendem a ter dores de cabeça (e que não têm que ser necessariamente enxaquecas crónicas). Percorra a galeria de imagens e fique a par das várias razões.

DELAS









LINHA CANCRO
MUSIC BOX
WEB-SUMMIT

AS MAIS LIDAS