RÁDIO REGIONAL
DESPORTO

FC PORTO SOMA 50 JOGOS SEM PERDER NA PRIMEIRA LIGA

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O FC Porto somou hoje o 50.º jogo consecutivo sem perder na I Liga portuguesa de futebol, num registo que vem da época passada, e manteve-se na corrida ao recorde nacional, ao empatar 2-2 na receção ao Sporting.

Depois do desaire no reduto do Paços de Ferreira, por 3-2, na sexta jornada da I Liga 2020/21, em 30 de outubro de 2020, os comandados de Sérgio Conceição somam 40 triunfos e 10 empates, em 50 jogos, com 116 golos marcados e 36 sofridos.

Desta forma, os ‘dragões’ estão a apenas cinco encontros de igualar o seu melhor registo de sempre, os 55 sem perder entre 2009/10 e 2011/12, e a seis do recorde do campeonato, os 56 do Benfica entre 1976/77 e 1978/79.

Em 2011/12, o FC Porto, comandado por Vítor Pereira, esteve muito perto de destronar os ‘encarnados’, mas, depois de 55 jogos sem perder (47 vitórias e oito empates), ‘tombou’ no reduto do Gil Vicente, batido por 3-1.

Em 29 de janeiro de 2012, em Barcelos, na ronda 17 da I Liga 2011/12, Cláudio, aos 15 e 45+1 minutos, o segundo de penálti, e André Cunha, aos 52, derrotaram o FC Porto, que reduziu aos 77, por Silvestre Varela, agora ‘líder’ da equipa B.

“Há que dizer que foi uma arbitragem vergonhosa. Se quiserem encomendar já faixas, podem fazê-lo. Se querem levar uma equipa ao colo que a levem”, clamou, no final do encontro, o técnico portista, que, então, ficou a cinco pontos do líder Benfica.

Os portistas falharam o recorde em Barcelos, mas acabaram campeões em 2011/12, seis pontos à frente dos ‘encarnados’, que ultrapassaram à 21.ª ronda, com um triunfo por 3-2 na Luz, selado com um golo em fora de jogo de Maicon.

O conjunto da Luz não acabou campeão, mas manteve o recorde de jogos consecutivos sem perder, com 44 vitórias e 12 empates entre 24 de outubro de 1976 (sexta jornada de 1976/77) e 28 de agosto de 1978 (primeira ronda de 1978/79).

Num percurso que incluiu um campeonato completo sem desaires (21 vitórias e nove empates), em 1977/78, que só valeu o segundo lugar, o Benfica viu o registo terminar à segunda ronda de 1978/79, com uma derrota por 1-0 nas Antas.

Um golo de José Alberto Costa, aos 57 minutos, selou o desaire dos ‘encarnados’, após 56 embates de invencibilidade.

Os ‘dragões’ não conseguiram igualar esse registo em 2011/12, mas agora voltam a estar perto, precisando de pontuar nos próximos seis encontros, depois de recuperar hoje de 0-2 para 2-2 na receção ao Sporting, na 22.ª jornada da I Liga 2021/22.

Para, em primeira instância, igualar os seus 55 jogos seguidos sem perder, o FC Porto terá de ‘passar’ Moreirense (23.ª ronda, fora), Gil Vicente (24.ª, em casa), Paços de Ferreira (25.ª, fora), Tondela (26.ª, em casa) e Boavista (27.ª, fora).

À 28.ª ronda, os ‘azuis e brancos’ terão, então, a possibilidade de replicar o recorde do Benfica, na receção ao Santa Clara, e de o bater à 29.ª, na deslocação ao reduto do Vitória de Guimarães. Seria o 57.º sem desaires.

VEJA AINDA:

GD CHAVES: DEFESA EDU BORGES REGRESSA AO EMBLEMA TRANSMONTANO

Lusa

GD CHAVES: STEVEN VITÓRIA DEIXA MOREIRENSE E REFORÇA ‘VALENTES TRANSMONTANOS’

Lusa

GD CHAVES: HÉLDER MORIM TROCA O LEIXÕES PELOS ‘VALENTES TRANSMONTANOS’

Lusa

CASO EMAILS: FRANCISCO J MARQUES, JÚLIO MAGALHÃES E DIOGO FARIA VÃO A JULGAMENTO

Lusa

VARZIM APONTA DEDO AO LEIXÕES E QUER VAGA NA SEGUNDA LIGA

Lusa

LEIXÕES: ATLETAS DENUNCIAM DÍVIDAS QUE PODEM EXCLUIR O CLUBE DAS PROVAS PROFISSIONAIS

Vítor Fernandes