Ligue-se a nós

REGIÕES

FURACÃO LESLIE: UM ANO APÓS 61 DESALOJADOS E 120 MILHÕES DE PREJUÍZOS (VÍDEO)

Foi há mais ou menos um ano que o furacão Leslie passou por Portugal: ventos nunca antes registados e danos avaliados em 120 milhões de euros. A Figueira da Foz foi uma das localidades mais afetadas.

Online há

em

O furacão Leslie em Portugal, há um ano, que atingiu grande parte da região Centro, sobretudo o distrito de Coimbra, provocou 27 feridos ligeiros, 61 desalojados e prejuízos de cerca de 120 milhões de euros.

A passagem do Leslie, que chegou a Portugal como tempestade tropical, na noite de 13 para 14 de outubro de 2018, afetou, com diferentes graus de gravidade, muitas centenas de habitações, provocando 57 desalojados no distrito de Coimbra, três no de Viseu e um no de Leiria – correspondentes aos territórios mais atingidos e dos quais também faz parte o de Aveiro.

O vento, com uma rajada de 176 quilómetros por hora, o valor mais elevado observado em Portugal (na zona da Figueira da Foz), foi o fenómeno que causou maior número de ocorrências, de acordo com a Proteção Civil, que contabilizou um total de quase dois milhares e meio de ocorrências (perto de metade das quais relacionadas com queda de árvores e cerca de um quinto com queda de estruturas), mobilizando cerca de oito mil operacionais, apoiados por mais de dois mil meios terrestres.

Figueira da Foz, no litoral do distrito de Coimbra, foi o município mais penalizado pela tempestade, que ali danificou centenas de habitações, empresas, clubes e associações e os portos comercial e de pesca, com prejuízos estimados num valor global de 38 milhões de euros. A Serra da Boa Viagem, ainda no concelho da Figueira da Foz, foi fortemente fustigada pelo vento, que derrubou cerca de 3.500 árvores, muitas centenárias, a maior parte das quais no núcleo central deste espaço natural.

Montemor-o-Velho, no Baixo Mondego, com danos calculados em cerca de 20 milhões de euros – quase metade dos quais relacionados com a agricultura, com forte presença na região –, Coimbra (perto nove milhões de euros), Soure (mais de seis milhões de euros), Cantanhede (quase cinco milhões de euros), Condeixa-a-Nova (cerca de quatro milhões de euros) e Mira (136 mil euros) são outros dos municípios do distrito de Coimbra lesados pelos fortes ventos e chuvas da Leslie.

No distrito de Leiria, Marinha Grande, cujos prejuízos, com especial incidência na Praia da Vieira, rondam os cinco milhões de euros, Pombal, com danos equivalentes a mais de três milhões de euros, e Leiria (mais de dois milhões de euros) foram os concelhos mais atingidos, enquanto em Aveiro, o município da Mealhada foi um dos mais afetados – só a Mata do Buçaco sofreu perdas avaliadas em cerca de meio milhão de euros.

Além daqueles, outros municípios foram igualmente atravessados pela Leslie, mas com proporções inferiores, mas também causando danos, essencialmente no setor agrícola, para o qual o Governo abriu uma linha de apoio, a fundo perdido, de 15 milhões de euros, e duas linhas de crédito no valor global de cinco milhões de euros.

São os casos de Águeda, Albergaria-a-Velha, Anadia, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Ovar, Sever do Vouga e Vagos, no distrito de Aveiro, Arganil, Góis, Lousã, Miranda do Corvo, Oliveira do Hospital, Penacova, Penela, Tábua e Vila Nova de Poiares (Coimbra), Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Porto de Mós (Leiria) e Carregal do Sal, Mangualde, Mortágua, Nelas, Oliveira de Frades, Penalva do Castelo, Santa Comba Dão, São Pedro do Sul, Sátão, Tondela, Viseu e Vouzela (Viseu).

Na área florestal, as autoridades registaram 12,7 milhões de euros de prejuízos em cerca de 3.500 hectares de 14 matas nacionais e perímetros florestais do litoral Centro, afetando oito municípios. A tempestade lesou, igualmente, produtores de resina, destruindo entre 200 mil a 250 mil bicas localizadas em pinhais principalmente da faixa litoral compreendida entre Figueira da Foz e Leiria, de acordo com a associação do setor.

A Leslie originou a participação de 28 mil sinistros às companhias seguradoras, que, segundo a Associação Portuguesa de Seguros, atingem um custo estimado em mais de 60 milhões de euros, isto é, cerca de metade do valor global dos prejuízos provocados diretamente pela tempestade.

VEJA AQUI O VÍDEO:

[KGVID]https://radioregional.pt/wp-content/uploads/2019/10/furacao-leslie-um-ano-apos-61-desalojados-e-120-milhoes-de-prejuizos.mp4[/KGVID]

REGIÕES

ABRANTES: INVESTIMENTO DE 19 MILHÕES PARA NOVA CENTRAL FOTOVOLTAICA

A Hyperion Renewables vai investir cerca de 19 milhões de euros na instalação de uma central fotovoltaica em Abrantes (Santarém), equipamento que terá uma capacidade instalada de 18 Megawatts (MW) e produzirá mais de 50 GWh/ano.

Online há

em

A Hyperion Renewables vai investir cerca de 19 milhões de euros na instalação de uma central fotovoltaica em Abrantes (Santarém), equipamento que terá uma capacidade instalada de 18 Megawatts (MW) e produzirá mais de 50 GWh/ano.

Em comunicado, a Hyperion, empresa portuguesa ligada ao desenvolvimento de projetos de energias renováveis, indica ter iniciado a “construção da nova central fotovoltaica de Abrantes”, num projeto que “vai produzir o equivalente ao consumo médio anual de 15.000 habitações” e “promover o envolvimento comunitário”.

A central, que ficará instalada em 53 hectares de terreno na aldeia de Arreciadas, na União de Freguesias de São Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo, vai ser composta por 35 mil painéis solares.

Num comunicado divulgado hoje, a empresa indica que as obras iniciaram-se em março, com a limpeza e vedação do terreno, estando previsto que a central fotovoltaica possa entrar em operação no início de 2025.

Segundo os promotores, “o município de Abrantes terá direito a compensações a serem pagas pelo Estado Português, através do Fundo Ambiental, num valor total de mais de 270 mil euros, valor calculado em função da produção da energia” a partir da central, que terá o seu ponto de injeção à rede na subestação de Olho de Boi, em Alferrarede.

A Hyperion, com sede em Lisboa, indica ainda que “pretende promover iniciativas de envolvimento das comunidades locais”, tendo “proposto um conjunto de possíveis propostas”.

“Em colaboração com o município, decidir-se-á quais as iniciativas que terão maior impacto positivo junto das comunidades e que irão para a frente”, refere a empresa.

A Hyperion Renewables, fundada em 2006, indica ainda na nota que tem investimentos em Espanha e projetos para a Roménia, estando a construir 17 parques fotovoltaicos na zona Centro do país, num investimento global de 105 milhões de euros, que vai gerar uma capacidade de produção de 150 MW de energia fotovoltaica em Portugal.

LER MAIS

REGIÕES

VILA NOVA DE GAIA: SUSPEITAS DE MAUS TRATOS EM LAR DE IDOSOS “ILEGAL”

Um lar de idosos, sem licença de utilização, em Vila Nova de Gaia, foi hoje alvo de buscas, sendo suspeito de crimes de maus-tratos contra idosos, revelou o Ministério Público (MP).

Online há

em

Um lar de idosos, sem licença de utilização, em Vila Nova de Gaia, foi hoje alvo de buscas, sendo suspeito de crimes de maus-tratos contra idosos, revelou o Ministério Público (MP).

Na nota publicada no ‘site’ do MP, lê-se que foram feitas “buscas numa residência de acolhimento de idosos, sem licença de utilização, localizada na zona de Vila Nova de Gaia, tendo o acesso a um ‘anexo’ sido negado às inspetoras da Unidade de Fiscalização Norte da Segurança Social”.

“O processo teve origem em denúncia anónima e os factos são suscetíveis de constituir crimes de maus tratos contra idosos”, adianta a publicação.

Acrescenta o MP que estas buscas são realizadas pela PSP, com a participação de médicos do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses e de elementos do Instituto da Segurança Social.

O inquérito é dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal e está sujeito a segredo de justiça, conclui a publicação.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS