Connect with us

ARTE & CULTURA

HERNÂNI CARVALHO LANÇA “O ÍNDICE DA MALDADE” NO PORTO

Hernâni Carvalho trouxe para Portugal a “escala da maldade” de Michael Stone, numa realidade mais Portuguesa. A apresentação foi hoje no Porto, e a Rádio Regional esteve lá.

Notícia publicada há

em

A FNAC do NorteShopping foi pequena para tantos fãs, admiradores, profissionais da justiça e cidadãos mais ou menos anónimos que quiseram testemunhar o lançamento do livro “O Índice da Maldade” da autoria de Hernâni Carvalho. A apresentação ficou a cargo do Prof. Doutor Rui de Albuquerque, que abriu a sessão com um profundo e inquietante pensamento, que citamos:

” Todos nos conhecemos, mas poucos nos reconhecemos …” de: Hernâni Carvalho

Foi este o mote que abriu uma sessão, necessariamente curta e suficientemente longa para transportar os presentes por uma viagem pelo estranho mundo da “maldade”, que segundo o autor, citamos: “…a maldade é uma característica exclusiva dos humanos …”.

No livro “O Índice da Maldade“, o autor Hernâni Carvalho convida os leitores a uma abordagem – técnica e simples o quanto baste – que transporta o leitor para uma atenta “escala da maldade” do reputado Prof. Micheal Stone da Universidade de Columbia nos EUA – New York; que classifica – por enquanto – com 22 níveis para a “maldade humana”; do mais simples homicida em legítima defesa até ao nível 22 como o horrível “estripador de Lisboa”.

Nestes 22 níveis, Hernâni Carvalho apresenta exemplos e explicações do enquadramento técnico para cada um dos níveis, acompanhado de exemplos de crimes muito conhecidos em Portugal, como os crimes do “Manuel Palito”, “Rei Ghob”, “Tó Jó”, o “Monstro de Beja”, o “Cabo Costa”, o “Violador de Telheiras, Renato Seabra (homicida de Carlos Castro nos EUA em 2011) e terminando com o pináculo do crime, o “Estripador de Lisboa”.

Neste “O Índice de Maldade” encontramos aproximadamente 200 páginas de uma leitura suficientemente técnica e ao mesmo tempo simples para os leitores entenderem dos meandros da “maldade”, aos limites (se é que os há) passando por um leitura atenda sobre o perfil da “maldade”, que por vezes – e infelizmente mais comum do que parece – vive mesmo ao lado.

A Rádio Regional esteve lá, e falou com Hernâni Carvalho, que simples e sintético nos resume “O Índice da Maldade“, que pode ouvir aqui:

A Ana Salgado foi o rosto e a palavra em representação da editora Guerra e Paz (parceira do Clube do Livro da SIC), que à conversa com a Rádio Regional falou da origem desta iniciativa, e do sucesso de vendas que este livro já representa; que pode ouvir aqui:

No final, Ana Salgado foi ainda confrontada com a pior das perguntas; “Hernâni Carvalho é o Micheal Stone Português ?“, e a resposta pode ouvir aqui:

A sessão de autógrafos foi longa, as fotografias foram muitas, os abraços e “beijinhos” em abundância como mandam as regras da hospitalidade nortenha. Já nas caixas, “O Índice da Maldade” era o tema de conversa, e ao mesmo tempo a batuta do diapasão das registadoras que com “pis” e mais “pis” marcavam o poder da curiosidade para uma leitura deste intrigante, misterioso e extraordinário – e diríamos também necessário –  “O Índice da Maldade”.

Sobre o Autor: Hernâni Carvalho é um conhecido Professor Universitário, doutorado pela Universidade da Extremadura (Espanha), Pós-Graduado em Neuropsicologia, Psicologia Forense, é também jornalista-auditor da Defesa Nacional, e também um rosto conhecido da SIC, como comentador da actualidade criminal e ao final da tarde com o programa diário “Linha Aberta”. Passou pela TVI, RTP, Correio da Manhã, Independente e entre outras referências e notável currículo também foi jornalista de guerra na Bósnia, Honduras, Timor, Gana, Argélia, Paquistão e Afeganistão.

Link: FNAC

Link: WOOK

AG/PR/VF

 

OUVIR A RÁDIO REGIONAL AQUI
COMENTÁRIOS AQUI

DEIXAR O MEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado.

AS MAIS LIDAS