INTERNACIONAL

HOJE À NOITE HAVERÁ “CHUVA DE ESTRELAS”

Em Portugal, o fenómeno poderá ser observado a partir das 23 horas de domingo 12-08-2017, momento em que a constelação de Perseus surge acima do horizonte.

As Perseidas são uma chuva de estrelas causadas pela passagem da Terra, na sua órbita à volta do Sol, perto da zona de detritos deixados pelo cometa Swift-Tuttle. A chuva de meteoros das Perseidas atingirá o seu pico na noite de domingo, a partir das 21h, e prolonga-se até às 8h de segunda-feira.

Segundo explica o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), a Terra passa pela zona dos detritos do cometa e estes “atingem a atmosfera e desintegram-se, provocando rápidos rastos luminosos”, fenómeno que ocorre todos os anos no mês de agosto. De acordo com o Observatório, será possível observar cerca de 110 meteoros por hora num céu escuro.

O Público explica que o nome Perseidas se deve ao facto de esta chuva de estrelas atingir o seu ponto radiante precisamente na constelação de Persus. Quem estiver a olhar para o céu, poderá ainda observar os planetas Marte, Saturno e Júpiter.

Mas este ano há um fator favorável para observação deste autêntico espetáculo luminoso: a fase de Lua Nova começa no sábado, dia 11 de agosto, permitindo um céu muito mais escuro, proporcionando um pano de fundo capaz de realçar os rastos luminosos produzidos pelos meteoros.

A quem quiser assistir a esta chuva de estrelas é aconselhado que se mantenha longe de luzes artificiais e procure um vasto horizonte. Nas zonas urbanas, por exemplo, devido à poluição luminosa, a observação será mais limitada. Pelo contrário, as zonas rurais e as praias permitem uma melhor observação das famosas Perseidas.

Para observar o fenómeno não é necessário nenhum equipamento específico: basta olhar para o céu e desfrutar.

ZAP

 

VEJA AINDA:

EM INÍCIO DE ABRIL O COVID-19 JÁ TINHA MATADO QUASE TRÊS MILHÕES DE PESSOAS

Lusa

COVID-19: ALEMANHA VAI NEGOCIAR BILATERALMENTE EVENTUAL COMPRA DE VACINA RUSSA

Lusa

COVID-19: PAPA PEDE ESPERANÇA NO MEIO DA ‘ESCURIDÃO’ DA PANDEMIA

Lusa

BRASIL: ESTUDO REVELA NOVA VAGA COVID-19 COM 5000 MORTES DIÁRIAS

Lusa

GOLO APÓS TOQUE ACIDENTAL DA BOLA NA MÃO DEIXA DE SER CONSIDERADA INFRAÇÃO

Lusa

COVID-19 JÁ MATOU MAIS DE 2,57 MILHÕES DE PESSOAS NO MUNDO

Lusa