RÁDIO REGIONAL
NACIONAL

INSPETORES DA PJ CONFIRMAM GREVE POR FALTA DE ACORDO COM O GOVERNO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária admitiu hoje manter a opção de uma greve ao trabalho suplementar por tempo indeterminado, ao não ter chegado a acordo com a ministra da Justiça.

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem enviou hoje, perto da hora do almoço, aos sindicatos das várias áreas da Polícia Judiciária (PJ) uma proposta de revisão de estatutos profissionais, marcando para as 17:00 uma reunião com a Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC), seguindo-se outras, separadas, com a Associação Sindical dos Funcionário Técnicos Administrativos, Auxiliares e Operacionais, com a Associação Sindical dos Peritos Forense e com a Associação Sindical dos Seguranças da PJ.

À saída da reunião, o presidente da ASFIC, Ricardo Valadas, declarou aos jornalistas que não viram respondidas as suas reivindicações, nomeadamente em matéria remuneratória, mas disse mantém “a esperança” numa intervenção do primeiro-ministro e do tutelar das Finanças, considerando que estes têm a última palavra para resolver a questão.

ARA // ZO

VEJA AINDA:

LAMEGO: POLÍCIA JUDICIÁRIA DETEVE SUSPEITO DE ABUSO SEXUAL DE CRIANÇA

Lusa

TRABALHO ILEGAL NÃO DECLARADO PASSARÁ A SER CRIME PUNIDO COM TRÊS ANOS DE PRISÃO

Lusa

GOVERNO IMPÕE TRABALHO PERMANENTE A CONTRATOS COM O ESTADO SUPERIORES A 12 MESES

Lusa

GOVERNO APROVA ESTATUTO DO SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE

Lusa

AUMENTO DA PORNOGRAFIA DE MENORES FEZ DISPARAR INQUÉRITOS SOBRE CRIMES SEXUAIS

Lusa

PJ ESPERA ‘A MAIOR AFETAÇÃO DE MEIOS DE SEMPRE’ PARA COMBATE À CORRUPÇÃO

Lusa