RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

LEIRIA: INCÊNDIOS PROVOCAM INTERRUPÇÕES DE ENERGIA EM ALGUNS CONCELHOS

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A empresa gestora da rede de distribuição de eletricidade E-REDES regista hoje algumas ocorrências de interrupção de energia relativas à baixa tensão nos concelhos de Ourém, Ansião, Leiria e Pombal devido aos incêndios.

“Neste momento, existem algumas ocorrências de interrupção de energia referentes à baixa tensão nos concelhos de Ourém, Ansião, Leiria e Pombal, que estão a ser repostas de forma progressiva, em linha com os pedidos que vamos recebendo e as indicações das estruturas locais competentes”, disse fonte oficial da E-REDES à agência Lusa.

Na terça-feira, a empresa informou que várias freguesias do concelho de Ourém, no distrito de Santarém, registavam falhas de energia devido aos incêndios.

“Há situações de [falhas de energia] em várias freguesias. A freguesia de Caxarias e a União de Freguesias de Rio de Couros e Casal dos Bernardos são as mais afetadas”, afirmou nesse dia a mesma fonte.

Hoje, a E-REDES fez saber que durante esta noite “conseguiu restabelecer as redes de distribuição de energia de média e alta tensão que tinham sido afetadas pelos incêndios, na zona de Ourém, estando, por isso, o fornecimento de eletricidade reposto nas zonas afetadas”.

“A E-REDES mantém-se em estado de alerta, acompanhando de perto o ponto de situação dos incêndios e assegurando que as equipas operacionais estão mobilizadas para repor a normalidade do serviço, com todas as condições de segurança, com a maior celeridade possível, em articulação com as entidades competentes”, acrescentou a fonte oficial da empresa.

Os concelhos de Alvaiázere, Ansião, Leiria e Pombal, no distrito de Leiria, assim como Ourém, Santarém, têm sido fustigados por incêndios.

Ambos os distritos estão hoje sob aviso vermelho devido à persistência de valores extremamente elevados da temperatura máxima, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Portugal continental entrou às 00:00 de segunda-feira em situação de contingência, que deverá terminar às 23:59 de sexta-feira, mas que poderá ser prolongada caso seja necessário.

A declaração da situação de contingência foi decidida devido às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para o agravamento do risco de incêndio, com temperaturas que podem ultrapassar os 45º em algumas partes do país, segundo disse, no sábado, o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro.

VEJA AINDA:

INCÊNDIOS: PARQUE NATURAL DA ESTRELA VAI LEVAR DÉCADAS A RECUPERAR – QUERCUS

Lusa

PORTO: TROTINETES CIRCULAM POR ZONAS PEDONAIS PROIBIDAS

Lusa

VILA REAL: JUDICIÁRIA DETEVE TRÊS SUSPEITOS DE ATEAR 16 INCÊNDIOS – MONTALEGRE

Lusa

VILA POUCA DE AGUIAR: APICULTORES PREOCUPADOS COM ANOS SUCESSIVOS DE BAIXA PRODUÇÃO

Lusa

ALMANCIL: CORPO DA DESAPARECIDA SANDRA ANDRADE ENCONTRADO EM QUARTEIRA

Lusa

VILA REAL: CHUVA E TROVOADA PROVOCA QUEDA DE ÁRVORES E INCÊNDIOS

Lusa