REGIÕES

LISBOA TEM A PARTIR DE HOJE CLÍNICA DE SAÚDE ORAL GRATUITA PARA JOVENS ATÉ 18 ANOS

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa abriu hoje no centro da cidade uma unidade de medicina dentária com consultas gratuitas para todas as crianças e jovens até aos 18 anos que vivam ou estudem no concelho.

O acesso e as consultas são gratuitos para todos, com exceção da área de ortodontia (como os aparelhos de correção dos dentes), serviço que só será gratuito para os beneficiários de abono de família.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Edmundo Martinho, estima que a unidade de saúde oral de Lisboa poderá dar cerca de 50 mil consultas por ano.

Em declarações aos jornalistas após a inauguração, que contou com a presença dos ministros da Saúde e do Trabalho e Solidariedade Social, o provedor admitiu a possibilidade de abrir mais centros em Lisboa ou até de alargar os beneficiários para concelhos da Grande Lisboa.

A equipa da clínica SOL (serviço odontopediátrico de Lisboa) é composta por 10 médicos dentistas, três higienistas orais, de assistentes dentários, um auxiliar e quatro administrativos, todos eles com dedicação a tempo inteiro.

Situada na Avenida Almirante Reis, no centro da cidade, a unidade vai funcionar de segunda a sexta das 08:00 às 20:00 e no sábado até às 13:00.

Além de realizar cerca de 50 mil consultas ano, a Santa Casa traça como objetivo diminuir em pelo menos 60% a prevalência de cáries dentárias até 2025 no concelho de Lisboa.

O funcionamento deste serviço será todo assegurado pelo orçamento da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, segundo Edmundo Martinho, que estima um custo anual de cerca de 700 mil euros.

VEJA AINDA:

REACENDIMENTO NO FOGO DE MONCORVO QUE AVANÇA COM DUAS FRENTES ATIVAS

Lusa

CARREGAL DO SAL: IDOSA DETIDA EM FLAGRANTE DELITO POR ATEAR INCÊNDIO

Lusa

PORTO: GNR APREENDEU QUASE UM MILHÃO DE CIGARROS PARA CONTRABANDO

Lusa

GOVERNO INVESTE 36,7 MILHÕES NA LINHA SNS24 NOS PRÓXIMOS TRÊS ANOS

Lusa

COVID-19: DORES E SINTOMAS DEPRESSIVOS AGRAVARAM-SE NOS DOENTES COM ARTRITE REUMATÓIDE

Lusa

REGUENGOS DE MONSARAZ: LAR NÃO CUMPRIA AS ORIENTAÇÕES DA DGS – INQUÉRITO

Lusa