Connect with us

DESPORTO

LIVERPOOL “MASSACRA” O PORTO NO DRAGÃO

A pior noite de sempre do FC Porto numa competição da Champions League em casa.

Datas:

em

Os Dragões apresentaram-se emocionalmente descontrolados durante os 90 minutos e os ingleses souberam aproveitar da melhor forma, oferecendo cinco rosas com espinhos.

O FC Porto foi goleado, esta quarta-feira, dia de São Valentim, pelo Liverpool por 5-0, em jogo da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, disputado no Estádio do Dragão. Em noite que supostamente seria de gala e de paixão, acabou por ser um pesadelo para o FC Porto e para os adeptos presentes.

Onze do FC Porto: José Sá; Ricardo, Reyes, Marcano e Alex Telles; Otávio, Herrera, Sérgio Oliveira e Brahimi, Marega e Soares.

Suplentes do FC Porto: Casillas, Maxi Pereira, Osório, Oliver, Corona, Waris e Gonçalo Paciência.

Onze do Liverpool: Karius, Alexander-Arnold, Van Dijk, Lovren, Robertson, Milner, Henderson, Wijanldum, Mane, Salah e Firmino.

Suplentes do Liverpool: Mignolet, Gomez, Moreno, Lallana, Oxlade-Chamberlain, Ings, Matip.

Aos 25 minutos, o Liverpool já vencia, num golo em quero guarda-redes José Sá ficou muito mal na fotografia. Numa sucessão de ressaltos na área portista, Wijnaldum meteu em Mané, que atirou cruzado ao segundo poste. O guarda-redes portista parecia ter o lance controlado, mas deixou a bola fugir para dentro da sua baliza.

O FC Porto nem teve tempo de se recompor porque, quatro minutos, o Liverpool fazia o segundo. A equipa de Sérgio Conceição ficou a pedir falta sobre Marega, mas a jogada prosseguiu com Milner a atirar com violência ao poste. A bola ficou à mercê de Salah, que tirou Telles e Sá da frente e fez tranquilamente o 2-0.

O FC Porto sentiu muito o 1-0. Apesar de ter entrado melhor, depois da desvantagem, as coisas não saíram bem à equipa de Sérgio Conceição.

No segundo tempo esperava-se uma atitude mais agressiva por parte dos azuis e brancos, mas pela frente depararam-se com um Liverpool muito focado no objetivo. Muito rápido na transição, Firmino aguentou bem a pressão e atirou à baliza portista. José Sá defendeu à primeira, mas não conseguiu evitar a recarga de Mané, que fez mesmo o 3-0, num lance muito semelhante ao golo anterior.

Aos 70 minutos, tudo fácil para a equipa de Klopp, com Milner a assistir Firmino e o brasileiro, à vontade, a atirar para o fundo das redes de José Sá, impondo a goleada no Dragão. Já a faltar pouco tempo para o apito final, Mané ainda teve tempo para completar um hat-trick, aos 85′.

TREINADOR DO LIVERPOOL FESTEJA 5 GOLOS SEM RESPOSTA NA CASA DO DRAGÃO

PUBLICIDADE
OUVIR A RÁDIO REGIONAL AQUI
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE O SEU COMANTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado.

AS MAIS LIDAS