Ligue-se a nós

REGIÕES

MADEIRA: AUTOCARRO ACIDENTADO NÃO TEM A INSPECÇÃO EM DIA

Fonte da Rádio Regional, garante que ao autocarro envolvido no acidente que provocou 29 mortos, não tem a inspecção obrigatória em dia.

Online há

em

Um autocarro de turismo despistou-se esta quarta-feira na zona do Caniço, na Madeira, tendo provocado 29 mortos de nacionalidade alemã. Estão confirmadas 29 vitimas mortais, dos quais, 11 homens e 16 mulheres.

Ainda ontem, a Sociedade de Automóveis da Madeira, proprietária do autocarro, em nota pública, apresentou “as mais sentidas condolências, a todos os familiares e amigos das vítimas“. Ainda na mesma nota, disse a empresa proprietária do autocarro:

É nossa vontade e profundo empenho que se obtenha o absoluto apuramento de todos os factos, causas e responsabilidades do acidente e, desde já, manifestamos que daremos inteira colaboração às autoridades encarregues das investigações que se vão seguir“, afirma.

Apesar das circunstâncias do acidente ainda não serem conhecidas; fonte da Rádio Regional, garante que o autocarro envolvido não tem a inspecção obrigatória em dia. Sabe ainda a Rádio Regional que o autocarro tem seguro válido entre 04-03-2013 até 31-12-2019 conforme apólice 860004844 da Fidelidade Companhia de Seguros S.A.

Este é o veículo pesado envolvido no acidente que vitimou 29 pessoas, matriculado em Março de 2013, tem seis anos, e à data/hora do acidente não tinha registo válido de inspecção periódica obrigatória:

A viatura pesada de passageiros, com a matrícula 12-NN-02, envolvida no trágico acidente da Madeira.

A Rádio Regional contactou a empresa Sociedade de Automóveis da Madeira, e apesar de todos os esforços não conseguiu falar com os responsáveis, remetendo para os comunicados da empresa, que não esclarecem sobre o cumprimento das obrigações legais da viatura em questão.

O Ministério Público já abriu um inquérito que irá investigar o acidente que, para já, causou 29 vítimas mortais. Entretanto tornou-se conhecido um vídeo que revela parcialmente o momento do acidente:

[KGVID height=”352″]https://radioregional.pt/wp-content/uploads/2019/04/o-video-do-acidente-da-madeira-com-28-mortos.mp4[/KGVID]

O Governo português decretou três dias de luto nacional, como forma de expressão de pesar e de solidariedade de toda a população nacional para com as vítimas, e suas famílias.

No Parlamento Europeu, o Vice-Presidente Rainer Wieland pediu um minuto de silêncio aos eurodeputados, que se preparavam para iniciar uma sessão plenária de votações.

O único eurodeputado português a intervir após esse minuto de silêncio foi José Inácio Faria, eleito pelo MPT, que realçou que esta “foi uma tragédia que Portugal jamais esquecerá”, sendo também “um dos mais graves acidentes ocorridos na Madeira”.

“O acidente ocorreu num período que, para nós, portugueses, é muito importante, a Quaresma”, notou José Inácio Faria, lamentando as vítimas.

REGIÕES

AÇORES: ÁGUA DO MAR PODERÁ ULTRAPASSAR OS 26 GRAUS – IPMA

A temperatura da água do mar deverá estar excecionalmente quente durante a próxima semana no arquipélago dos Açores, segundo previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para valores acima dos 26 graus.

Online há

em

A temperatura da água do mar deverá estar excecionalmente quente durante a próxima semana no arquipélago dos Açores, segundo previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para valores acima dos 26 graus.

“Prevê-se que a partir da próxima semana se verifique um aumento da temperatura da água do mar na região dos Açores, que poderá atingir valores superiores a 26ºC, em particular nas ilhas dos Grupos Ocidental [Corvo e Flores] e Central [Pico, Faial, São Jorge e Terceira]”, pode ler-se num comunicado do IPMA.

“A situação de anomalia positiva da temperatura da superfície do oceano, que se tem verificado nos últimos meses nesta região, resulta da posição e intensidade do Anticiclone dos Açores”, explica o IPMA no comunicado, dando como exemplo a anomalia que em junho “variou entre 0,8 e 1,6°C nos grupos Oriental [Santa Maria e S. Miguel] e Central e entre 1,6 e 2,4°C no Ocidental”.

O Anticiclone dos Açores deverá localizar-se a sudoeste do arquipélago, apresentando um vasto campo de ação, ao qual estarão associados ventos muito fracos à superfície.

Estas condições de vento fraco irão, por um lado, limitar a mistura de água nas camadas mais superficiais do oceano e, por outro, reduzir o transporte de poeiras do deserto do Sahara sobre a região subtropical do Atlântico, deixando a atmosfera mais limpa, permitindo que a radiação solar incidente sobre o oceano seja mais eficiente, refere o comunicado.

Devido à conjugação destes fatores, o IPMA prevê “um aquecimento anormalmente elevado da temperatura da água do mar no arquipélago dos Açores”.

Durante a próxima semana, acrescenta, preveem-se também valores da temperatura do ar acima dos 28°C, com a ocorrência de noites tropicais (temperatura mínima superior a 20°C), juntamente com valores elevados da humidade relativa do ar.

O IPMA deverá assim, oportunamente, emitir avisos meteorológicos de tempo quente para o arquipélago dos Açores.

LER MAIS

REGIÕES

PORTO: SETE ANOS DE PRISÃO POR ESFAQUEAR UM HOMEM NA DISCOTECA

O homem que esfaqueou outro à porta de uma discoteca no Porto em fevereiro de 2023 foi hoje condenado a sete anos de prisão no Tribunal São João Novo, no Porto.

Online há

em

O homem que esfaqueou outro à porta de uma discoteca no Porto em fevereiro de 2023 foi hoje condenado a sete anos de prisão no Tribunal São João Novo, no Porto.

Durante a leitura do acórdão, a presidente do coletivo de juízes referiu que o arguido, em prisão preventiva, mostrou “frieza e falta de afetividade pelo ser humano”.

“Espero que retire alguma lição daqui para a frente”, atirou a magistrada.

Além disso, a juíza frisou que os problemas não se resolvem à facada.

Em fevereiro de 2023, o arguido de 26 anos, agora condenado, esfaqueou cinco vezes, duas das quais em órgãos vitais, um homem à porta de uma discoteca no Porto.

O arguido e o ofendido integravam um grupo de seis pessoas que se juntou com o propósito de comprar o acesso à área reservada da discoteca, dividindo entre todos a despesa, tendo estado na origem das agressões uma discordância quanto ao valor cobrado pelo ofendido.

“Uma discussão sobre cinco euros deixou o ofendido entre a vida e a morte, algo que é desprezível”, frisou a magistrada.

A juíza recordou que a vítima, jogador de futebol de 21 anos, teve de ser reanimado e operado de urgência após o esfaqueamento.

LER MAIS

MAIS LIDAS