O antigo Presidente da República Mário Soares mantém-se em coma profundo, sem “evolução significativa” no seu estado de saúde relativamente a segunda-feira, anunciou às 12h00 desta terça-feira o porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa.

“O estado de saúde do Presidente Mário Soares continua muito crítico e com prognóstico muito reservado”, disse José Barata. Mário Soares continua sem necessitar de “apoio externo”.

“A equipa médica multidisciplinar que acompanha o Presidente Mário Soares vai manter uma monitorização e vigilância constantes na Unidade de Cuidados Intensivos deste hospital”, afirmou.

O próximo boletim clínico será divulgado às 12h00 de quarta-feira.

Na segunda-feira, foi anunciado que Mário Soares se encontrava em coma profundo.

O antigo Presidente está hospitalizado desde 13 de Dezembro e chegou a deixar os cuidados intensivos, mas o seu estado agravou-se no passado sábado, depois de um “episódio agudo”.
Mário Soares completou 92 anos a 7 de Dezembro. A sua última aparição pública foi a 23 de Julho, por altura da homenagem ao I Governo Constitucional, que chefiou há 40 anos.

Soares tomou posse como primeiro-ministro a 23 de Julho de 1976 e esteve à frente do executivo saído das primeiras legislativas em democracia até 23 de Janeiro de 1978.

O fundador do PS perdeu a mulher, Maria Barroso, a 7 de Julho de 2015, e desde então as suas aparições públicas tornaram-se mais escassas.