RÁDIO REGIONAL
NACIONAL

MEDIA CAPITAL FECHA ACORDO COM CNN PARA CRIAR CNN PORTUGAL

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A Media Capital celebrou um memorando de entendimento com a CNN para um acordo de licenciamento que prevê a criação da CNN Portugal, anunciou hoje a dona da TVI.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Media Capital adianta que, “na presente data, a sociedade participada TVI” e a CNN (grupo Turner Broadcasting System Europe) “celebraram um memorando de entendimento para um acordo de licenciamento que prevê a criação da CNN Portugal”.

O canal, adianta, “será programado e operado pela Media Capital sob licença da CNN, a qual também fornecerá formação, consultoria e acesso a conteúdo de todo o portfólio da CNN”.

Segundo o grupo liderado por Mário Ferreira, “com este acordo abre-se um novo capítulo na história da televisão em Portugal, uma vez que se trata de uma parceria com uma das mais inovadoras, influentes e prestigiadas cadeias de televisão a nível mundial”.

A Media Capital sublinha que a CNN “é uma referência global de topo na informação rigorosa, livre e independente” e o grupo “partilha estes valores e considera da maior relevância para o futuro do audiovisual português este acordo e o sucesso desta parceria”.

Adianta ainda que, “após a fase de discussão com as autoridades reguladoras e a conclusão do processo de implementação deste novo projeto, cumprindo os trâmites legais e regulamentares, a Media Capital fornecerá todas as atualizações e informações sobre este projeto que prestigia Portugal e a língua portuguesa”.

VEJA AINDA:

MÉDIA CAPITAL: CANAIS DE TELEVISÃO COM MAIOR RENDIMENTO NO PRIMEIRO SEMESTRE

Lusa

MOVIMENTO DE AQUISIÇÕES NOS MEDIA EM PORTUGAL ‘VAI CONTINUAR’

Lusa

UM TERÇO DOS PORTUGUESES ADMITE EXPOSIÇÃO FREQUENTE À DESINFORMAÇÃO

Lusa

ANACOM DEFENDE QUE TDT CHEGUE POR CABO GRATUITAMENTE A TODOS

Lusa

RÁDIO: ‘DISTRIBUIÇÃO ASSIMÉTRICA’ NAS VÁRIAS REGIÕES DO PAÍS, DIZ A ERC

Lusa

ESTUDO: INFORMAÇÃO FOI A MEDIDA MAIS EFICAZ PARA TRAVAR CONTÁGIO DE COVID-19

Lusa