Ligue-se a nós

ECONOMIA & FINANÇAS

NATAL: PORTUGUESES VÃO GASTAR EM MÉDIA 385 EUROS – ESTUDO DO IPAM

O IPAM voltou a realizar o estudo que analisa os hábitos e comportamentos dos portugueses na época natalícia. De acordo com o estudo, o valor médio que os portugueses estimam gastar em compras de Natal é de 385,00€.

Online há

em

O IPAM voltou a realizar o estudo que analisa os hábitos e comportamentos dos portugueses na época natalícia. De acordo com o estudo, o valor médio que os portugueses estimam gastar em compras de Natal é de 385,00€. Um valor que tem vindo a evoluir desde 2018, uma vez que no estudo do ano passado, com uma amostra com características idênticas, o valor era de 372€.

“Para o Natal de 2019 mantem-se a tendência verificada no ano anterior, havendo, contudo, alterações no valor médio a gastar. Há, ainda, alterações no local de compra e na data para realização das mesmas” afirma Mafalda Ferreira, docente e coordenadora do Estudo do IPAM.

“Como consequência da crise económica e financeira, nos últimos anos os hábitos de consumo dos portugueses foram alterados, especialmente numa das épocas do ano em que tradicionalmente se verifica o maior volume de vendas em diversas áreas de negócio”, acrescenta a responsável.

O subsídio de Natal vai ser gasto por 28,59% dos portugueses, que preveem despender 51% a 75% desta quantia extra auferida no Natal. O IPAM observou se os portugueses iriam receber subsídio de Natal para compreender a situação financeira das famílias, concluindo que 14% dos inquiridos não receberá o subsídio nesta altura, o que terá impacto no comportamento face às compras de Natal. Importa referir que estes valores apresentam diferenças relativamente aos do ano passado, tendo aumentando o número de inquiridos que recebe o subsídio de Natal.

Do total de inquiridos que recebe ou vai receber o subsídio de Natal saliente-se que 5,7% não vai utilizar este dinheiro para efetuar as compras de Natal. Cerca de 6,69% dos inquiridos gastará a totalidade do subsídio em compras de Natal.

Procurando comparar a situação deste com o panorama do ano anterior, durante o estudo foi solicitado aos inquiridos que comparassem o valor que preveem gastar em 2019, com o valor gasto em 2018. 17% dos inquiridos refere que este ano vão gastar um valor inferior ao gasto em 2018. No entanto, 24% afirmou que pretende gastar mais do que no ano passado, referindo ter maior disponibilidade económica (67%), pelo que, neste sentido, pretendem aumentar o número de compras de prendas para familiares (33%). A opção incide sobre os familiares, pois o aumento do número de compras para amigos não foi uma opção considerada no estudo.

Destaca-se que no estudo, 59% dos inquiridos respondeu que iriam gastar o mesmo que no ano anterior, o que remete para uma estabilidade no comportamento do consumidor este ano, quando comparado com 2018. Enquanto os inquiridos que vão gastar um valor inferior (17%) referem que irão efetuar cortes nos presentes para amigos e familiares adultos (70%).

As crianças são o alvo preferencial das compras de Natal nos agregados familiares com filhos (55% dos inquiridos), sendo estes em 100% dos casos observados no estudo contemplados com presentes de Natal. Globalmente, destaque-se, ainda que, em 67% dos casos é referida a compra de presentes de Natal para o cônjuge e em 60% dos casos para os pais, irmãos e outros familiares. Apenas 45% dos inquiridos mostra intenção de comprar presentes para amigos.

No que diz respeito ao tipo de produtos a comprar, o estudo observou que para as crianças até aos 12 anos os presentes a comprar serão maioritariamente brinquedos (48,6%), seguidos de roupas e sapatos (12,2%) e livros (9,9%). No caso dos adolescentes (entre os 12 e os 18 anos) as escolhas recaem na roupa/sapatos (36,3%), jogos eletrónicos (13,6%) e livros (10,3%).

No caso dos adultos a opção mais escolhida pelos inquiridos para escolhas de presentes de natal é roupa/sapatos (28,5%), seguida de livros (17%) e acessórios (12,3%).

Quanto ao local para a realização de compras a maioria dos inquiridos no estudo prefere efetuar as compras em centros comerciais (28,9%) ou em centros comerciais e comércio de rua (28,6%). De referir, contudo, que 18,3% dos inquiridos opta exclusivamente pelo comércio de rua e 6,1% exclusivamente pelas compras online.

Relativamente ao momento para realização das compras de Natal verificámos que 70,5% dos inquiridos vai efetuar as suas compras durante o mês de dezembro. Nas compras antecipadas, o critério preço é o que tem uma maior relevância, quer seja “Aproveitar promoções Black Friday” (33%), “Encontrar melhores preços” (23%), ou “Aproveitar promoções ocasionais” (19%).

O estudo do IPAM de caracterização do comportamento dos consumidores face às compras de Natal é realizado pelo nono ano consecutivo, o que possibilita uma análise detalhada das principais alterações verificadas nos hábitos de consumo.

Ficha Técnica do Estudo

O Estudo foi realizado pelo IPAM, sob a coordenação da Professora Mafalda Ferreira, coordenadora da Pós-Graduação Consumer Insights do IPAM, Doutorada em Psicologia Social pela Universidade de Cádiz. A análise teve lugar, entre 27 de novembro e 07 de dezembro de 2019, com uma amostra composta por 472 indivíduos, maiores de 18 anos, com as seguintes características 8,7% da amostra da classe social A, 34,8% da B, 16,3 da C1, 32,6% da C2 e 7,6% da D. Parte dos inquéritos (16%) foram administrados diretamente através de questionários e 84% foram efetuados online.


Sobre o IPAM:

Fundado em 1984, o IPAM é a mais antiga e a maior escola de Marketing em Portugal e uma das mais antigas em todo o mundo. Com Campus no Porto e em Lisboa, o IPAM formou nas últimas três décadas de atividade mais de 10.000 alunos e detém inúmeras parcerias com reputadas escolas nacionais e internacionais como a Pace University de Nova Iorque.

ECONOMIA & FINANÇAS

PARLAMENTO APROVOU REDUÇÃO DO IVA DA ELETRICIDADE PARA 6% – IMPOSTOS

O projeto do PS que alarga o âmbito de aplicação da taxa reduzida de 6% do IVA da eletricidade foi hoje aprovado em votação final global com o voto contra do PSD e CDS-PP e a abstenção do Chega.

Online há

em

O projeto do PS que alarga o âmbito de aplicação da taxa reduzida de 6% do IVA da eletricidade foi hoje aprovado em votação final global com o voto contra do PSD e CDS-PP e a abstenção do Chega.

A medida, com data de entrada em vigor em janeiro de 2025, duplica a parcela de consumo mensal de eletricidade sujeita à taxa reduzida do IVA e, segundo dados do PS, vai beneficiar 3,4 milhões de famílias.

Ficam sujeitos à taxa reduzida do IVA os consumos domésticos de eletricidade (para potência contratada que não ultrapasse 6,90 kVA) até aos 200 kWh por período de 30 dias. Para as famílias numerosas (com três ou mais dependentes), o consumo abrangido aumenta até aos 300 kWh por período de 30 dias.

LER MAIS

ECONOMIA & FINANÇAS

VISTA ALEGRE VALORIZA 4% APÓS ENTRADA DE CRISTIANO RONALDO NO CAPITAL

As ações da Vista Alegre Atlantis (VAA) fecharam hoje a crescer 3,88% para 1,07 euros, uma valorização de quatro cêntimos face a sexta-feira, quando foi anunciada a entrada de Cristino Ronaldo no capital da empresa.

Online há

em

As ações da Vista Alegre Atlantis (VAA) fecharam hoje a crescer 3,88% para 1,07 euros, uma valorização de quatro cêntimos face a sexta-feira, quando foi anunciada a entrada de Cristino Ronaldo no capital da empresa.

Na sessão de hoje, os títulos da empresa de porcelanas atingiram um máximo de 1,14 euros.

O jogador Cristiano Ronaldo comprou 10% do capital da Vista Alegre Atlantis e acordou adquirir 30% do capital da Vista Alegre Espanha, foi comunicado ao mercado na sexta-feira.

“Cristiano Ronaldo, um dos melhores jogadores de sempre da história do futebol mundial, e a personalidade portuguesa mais conhecida e admirada em todo o mundo, adquiriu hoje [sexta-feira], através da CR7, SA e em alinhamento estratégico com o Grupo Visabeira, 10% do capital da Vista Alegre Atlantis”, avançou, em comunicado, a empresa.

O jogador e empresário também acordou a compra, a concretizar nos próximos dias, de 30% do capital da Vista Alegre Espanha.

Paralelamente, o capitão da seleção portuguesa de futebol e a Vista Alegre anunciaram a criação, “em partes iguais”, de uma empresa no Médio Oriente e Ásia, tendo por objetivo fazer crescer as marcas Vista Alegre e Bordallo Pinheiro naqueles mercados.

O valor do negócio não foi revelado.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS