RÁDIO REGIONAL
NACIONAL

RUI RIO DECLARA QUE ‘HOUVE UM VOTO ÚTIL À ESQUERDA ABSOLUTAMENTE ESMAGADOR’

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O presidente do PSD justificou no domingo a derrota eleitoral com o voto útil à esquerda “absolutamente esmagador”, defendeu que a estratégia de posicionar o PSD ao centro é a correta, mas assumiu-se “o primeiro responsável” pelo resultado.

Em conferência de imprensa no final da noite eleitoral, no hotel onde o PSD acompanhou os resultados, Rui Rio considerou que o resultado eleitoral “resume-se de uma forma muito simples”.

“O PSD até teve mais votos em praticamente todos os distritos, mas há aqui um fenómeno que efetivamente decidiu completamente as eleições: houve um voto útil à esquerda absolutamente esmagador”, afirmou.

Para o presidente do PSD, “a esquerda mobilizou-se, através do voto no PS, para evitar que o PSD pudesse nomear o primeiro-ministro”.

“À direita, isso não aconteceu. Não houve a mesma união em torno do PSD para evitar que o dr. António Costa continuasse”, afirmou.

Questionado se esta vitória foi mais um mérito de António Costa ou um demérito seu, respondeu: “O PS tem o mérito de ter explicado à esquerda que ou votavam em massa no PS ou o primeiro-ministro era a pessoa indicada pelo PSD. E nós relativamente à direita não conseguimos isso, a direita dispersou e, portanto, não concentrou mais votos no PSD”.

Perante a insistência da comunicação social se a responsabilidade de não ter conseguido agregar mais voto útil era sua e da sua estratégia, Rio admitiu que “o primeiro responsável” é ele, mas rejeitou que o posicionamento que seguiu fosse errado.

“Continuo a achar que os portugueses não querem para primeiro-ministro alguém especializado em dizer mal dos outros, a dizer muito mal dos outros. Continuo a acreditar nisso. E a estratégia de captação do voto ao centro e do voto equilibrado, que é aquilo que é a matriz ideológica do PSD aconteceu”, insistiu.

Neste ponto, Rio reiterou que “o problema é que à esquerda o PS foi buscar milhares de votos ao BE e ao PCP”.

“Portanto, aquilo que nós crescemos ao centro não chegou para aquilo que o PS ganhou à esquerda, e depois à nossa direita não houve a concentração no PSD, houve um reforço do Chega e um reforço da Iniciativa Liberal. Ah, queria a outra frase. Quem é o primeiro responsável? Sou eu, quem é que havia de ser?””, disse.

VEJA AINDA:

SABROSA: ‘TROCA DE VEREADORES’ PARA GARANTIR ESTABILIDADE AUTÁRQUICA

Lusa

JUSTIÇA: GOVERNO ESTUDA NOVO TRIBUNAL CENTRAL ADMINISTRATIVO NO CENTRO

Lusa

SONDAGEM: MACRON COM 10% DE VANTAGEM SOBRE MARINE LE PEN

Lusa

REPETIÇÃO DAS ELEIÇÕES DO CÍRCULO DA EUROPA ADIA CONSTITUIÇÃO COMO ARGUIDO DE CABRITA

Lusa

APÓS 47 ANOS A PLACA DO CDS-PP FOI RETIRADA DA ASSEMBLEIA DA RÉPUBLICA

Lusa

PROCESSO DE FORMAÇÃO DO NOVO GOVERNO DEVE ESTAR CONCLUÍDO NA SEMANA DE 20 DE FEVEREIRO

Lusa