Connect with us

DESPORTO

SÉRGIO CONCEIÇÃO: O FUTEBOL PORTUGUÊS ESTÁ A FICAR ‘INSUPORTÁVEL’

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, afirmou hoje que ‘o futebol português está a ficar insuportável’, na véspera da final da Taça da Liga, frente ao Sporting, em referência à contestação à arbitragem nas meias-finais da prova.

Data:

em

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, afirmou hoje que “o futebol português está a ficar insuportável”, na véspera da final da Taça da Liga, frente ao Sporting, em referência à contestação à arbitragem nas meias-finais da prova.

“O futebol português não é só com estas meias finais que está contaminado, basta acender a televisão e fazer um ‘zapping’ e quase em todos os canais há insultos, polémica, há tudo aquilo que é falar do futebol e não de futebol. Houve duas meias finais de qualidade e que se podiam falar, mas não se fala, fala-se daquilo que é o mais importante para passar para o povo”, lamentou o treinador, em conferência de imprensa.

O técnico do clube portuense referiu ainda a necessidade de haver uma maior proteção para os árbitros admitindo que o clima de contestação, na sequência dos jogos das meias-finais entre FC Porto e Benfica e entre Sporting de Braga e Sporting, em nada beneficia o futebol.

“Sei que numa das últimas conferências disse que os árbitros deviam ser mais protegidos. Já fomos beneficiados pelos árbitros e pelo VAR e já fomos prejudicados. Mas eu dou um exemplo muito simples: há um jogador meu que erra, entrega a bola ao adversário que faz golo. Se o condenar na praça pública, claro que ele fica condicionado. Eu, como líder, assumo o erro”, observou.

Para o treinador: “tem de haver mais proteção para os árbitros”: “Essa proteção tem de ser dada a quem decide e está sempre sujeito à crítica. E cada vez mais, se não houver essa proteção e se nos continuarmos a esconder, é pior a emenda do que o soneto”.

Sérgio Conceição salientou também a estratégia para vencer o jogo de sábado, no Estádio Municipal de Braga, com início às 19:45.

“Ninguém tem medo de errar. Vamos à procura da vitória, a estratégia é essa. Nós não podemos controlar o que o adversário está a fazer. Estamos à espera dessa postura que o Sporting possa ter contra nós. O importante é ganhar e estamos preparados para aquilo que vier. Já dizia um treinador: para dançarmos bem, temos que ter um par que corresponde, não podemos ter um pé de chumbo”, afirmou.

Sobre a hipótese de vencer o troféu, Sérgio Conceição foi categórico: “Temos noção que temos um título em jogo e queremos muito conquistar a taça que falta no museu e temos todo o gosto em contribuir. É esse o nosso foco”, assinalou.

“Há esse conforto emocional, em que estamos nos oitavos de final da Liga dos Campeões, à frente no campeonato, na meia-final da Taça de Portugal. Mas isto é tudo muito rápido, é um recomeçar constante. Está tudo bem até ao próximo jogo. Se acontecer algo negativo, já se coloca em dúvida uma ou outra situação”, advertiu o treinador do FC Porto.

LUSA

AS MAIS LIDAS